David Bytheway: o jogador profissional de FIFA

Entrevista Exclusiva a.

 
 

FIFA U Team orgulha-se de poder publicar uma entrevista muito especial. David Bytheway, o melhor jogador inglês de FIFA da década, cedeu gentilmente algum do seu tempo para falar connosco. É a sua chance de conhecer melhor um dos melhores jogadores de FIFA do planeta e de aprender o que necessita para melhorar o seu jogo.

Para quem não sabe, David Bytheway é um jogador profissional de FIFA de 21 anos, de Wolverhampton, que acredita ser possível viver à custa do jogo. Desde FIFA 09, o primeiro jogo da mais bem sucedida franchise da EA Sports em que ele investiu algum tempo, os torneios, patrocínios e prémios têm aumentado exponencialmente. Além disso, ele patrocina-se também através de ‘wager money‘ que alguns websites disponibilizam.

Fã de Steven Gerrard, David começou a jogar FIFA apenas por diversão. Ao início apenas tentava superar os seus amigos num saudável ambiente competitivo. Porém, a dada altura apercebeu-se de que era muito melhor jogador que a maioria dos seus adversários. Decidiu intensificar a quantidade de jogos e passou a desafiar outros jogadores de topo. Foram eles que o apresentaram ao mundo profissional de FIFA. Experimentou várias equipas até se decidir ficar pela TCM-Gaming, uma das maiores equipas de eSports (electronic sports) da Europa.

Uma das mais curiosas convicções de David tem a ver com o seu treino. Ele prefere fazer apenas alguns jogos contra adversários de topo do que perder horas a jogar com adversários de qualidade mediana. Na sua opinião, se ele não se sentir motivado então não estará a ganhar nada dessa experiência. Jogar futebol real é outra vertente do seu treino. Isso ajuda-o a tomar decisões mais rápidas e acertadas no jogo.

David tem um estilo de jogo rápido, predominantemente atacante. Dependendo da sua equipa e do adversário, alterna entre o 4-1-2-1-2 e o 4-2-3-1. Real Madrid e Bayern de Munique são as suas equipas favoritas no jogo, dando sempre preferência por jogadores rápidos e fortes.

O maior sucesso da sua carreira profissional, foi o segundo lugar recentemente alcançado no FIFA Interactive World Cup 2014 Grand Final. Apenas para lhe dar uma ideia, caso desconheça a importância e grandeza desta competição, saiba que FIWC é considerado pelo Guiness World Record como o maior torneio de jogos do mundo. Este ano, competiram dois milhões (!) de jogadores, pelo que ser número dois é uma verdadeira proeza. Antes de se juntar no Rio de Janeiro aos outros 19 finalistas, David esteve 9 meses em treinos e qualificações. Partindo como número 6 da lista, ele venceu adversários que estavam mais bem cotados, como Ovidiu Patrascu, e esteve muito perto de vencer a final contra o dinamarquês August Rosenmeier.

Agora que já o conhece melhor, pode assistir ao seu streaming aqui ou acompanhar a entrevista que ele nos concedeu.

 

David Bytheway: o jogador profissional de FIFA que quase levou a copa para casa

 
 
 

Entrevista Esclusiva a David Bytheway

 

FIFAUTeam – Obrigado David por esta chance de podermos falar um pouco consigo. Parabéns pela sua performance no FIWC.
David Bytheway – Obrigado.

FIFAUTeam – Vamos começar por esta competição. Foi a sua estreia num FIWC e quase o venceu. Normalmente você diz que é tudo questão de prática mas tem de ser algo mais. Acha que tem uma predisposição natural para este jogo ? Como conseguiu chegar aqui ?
David Bytheway – Sim, eu acredito fielmente de que sou naturalmente bom neste jogo mas não gosto de o dizer porque soa incrivelmente arrogante. Na minha infância estive sempre ligado a jogos de futebol. Comecei com o FIFA 2003 e depois passei para o PES. Embora fosse muito novo, era já um bom jogador. Quando tive uma XBox 360, o jogo em que passava mais tempo era o Call of Duty 4. Porém, a minha mãe não me comprava a edição seguinte antes do Natal e tive que optar por experimentar outro jogo durante uns meses. Dei uma hipótese ao FIFA, correu bem e passei a jogá-lo com muito maior frequência, até chegar ao nível em que estou hoje.

FIFAUTeam – Bruce Grannec é uma referência para si ? Como se sentiu por ter tido uma melhor performance do que ele ? Acredita que você poderá vir a ser num futuro próximo uma referência para outros jogadores profissionais ?
David Bytheway – Eu não diria que tenho uma referência. Com o FIWC sempre foi uma questão de me qualificar ou não, de modo a poder avaliar o quão bom eu era realmente. É sempre bom terminar à frente de alguém que é publicamente conhecido por ser um dos melhores no jogo. Isso ajudou a aumentar a confiança nas minhas capacidades. Se eu melhorar um pouco mais o meu jogo, acredito que haverá jogadores a olhar para mim como uma referência.

 
 

o jogo é frequentemente decidido por estúpidos momentos de sorte

 
 

FIFAUTeam – Você já esteve em cidades fantásticas como Paris, Nova Iorque e Las Vegas, ‘apenas’ para jogar FIFA. Mas desta vez você teve o pacote completo: jogou futebol na praia de Copacabana, visitou o Cristo Redentor, assistiu a um jogo da Copa, jogou as finais no Pão de Açúcar e conheceu pessoalmente o Ronaldo brasileiro. Como é que isto pode ser superado ?
David Bytheway – É difícil de se ter uma experiência ainda melhor do que aquela que tivemos no Rio de Janeiro. Eu lembro-me de ter uma conversa com um amigo meu
na qual concordávamos em como seria pouco provável assistirmos a um jogo da copa nos próximos 20 anos, devido ao locais onde as mesmas iriam ter lugar. Dois anos depois estávamos no Maracana a assistir a uma partida entre o agora campeão e a França.

FIFAUTeam – Você assistiu a esse jogo mas obviamente torcia por Inglaterra. O que aconteceu à sua seleção neste Mundial ? Pouca sorte ? Grupo difícil ? Qualidade insuficiente ? Demasiada pressão ?
David Bytheway – Inglaterra não é suficientemente boa, é tão simples quanto isto. Comparativamente a outros países, não produzimos suficientes jogadores de topo. Sermos eliminados na fase de grupos foi merecido. A pressão sobre a nossa seleção é sempre muito alta, mas desta vez até nem foi bem o caso. Mesmo com menos pressão, não conseguimos jogar como devíamos.

 
 

os fatores mentais são incrivelmente ignorados pelos jogadores de FIFA

 
 

FIFAUTeam – Este ano, foi introduzido um sistema no FIWC em que dois jogadores não podiam ter a mesma equipa num mesmo jogo. Antes do torneio começar, você e os outros concorrentes tiveram de selecionar duas seleções (o torneio foi jogado no FIFA World Cup), por ordem de preferência. Você considerava o Brasil a melhor equipa mas meteu a Alemanha em primeiro porque a maioria dos jogadores não o iria fazer. Foi uma jogada inteligente para evitar ter de andar a mudar de equipas durante o torneio. Você utiliza outros truques para obter ligeiras vantagens quando joga ? Quão importante é a inteligência neste jogo ?
David Bytheway – Eu julguei que seria uma decisão inteligente mas parece que não fui o único a pensar desse modo. Eu não costumo fazê-lo pois acredito que as minhas capacidades enquanto jogador são suficientes para vencer. Na maioria dos torneios não há muito a se fazer quando se escolhe uma equipa. É muito usual ver-se Real Madrid contra Real Madrid. É uma questão de se saber quem terá sorte nesse dia.

FIFAUTeam – Nós sabemos que você prefere qualidade à quantidade no que diz respeito aos seus adversários. Mas 5 ou 8 jogos por semana como preparação para o FIWC parece tão pouco, mesmo que contra adversários de topo. Porque não fazer 50 jogos por semana contra esses mesmos adversários ?
David Bytheway – Quando dois jogadores de topo jogam entre si, o jogo é frequentemente decidido por um estúpido momento de sorte. Na maioria das vezes, o que decide o jogo é algo que está para lá do controle dos jogadores, o que deixa o perdedor irritado. Além disso, nós temos apenas 2 ou 3 jogadores com quem jogamos, pelo que é também uma questão de conjugarmos as disponibilidades. Fazer 50 jogos é possível mas não necessariamente preciso. Assim que nos acostumamos a um FIFA, é basicamente uma questão de nos mantermos em forma e de encontrar pequenas coisas que resultem melhor connosco. Isso pode sr feito com 5-8 jogos contra jogadores de topo.

 

David Bytheway: o jogador profissional de FIFA que quase levou a copa para casa

 

FIFAUTeam – O Reino Unido é onde há mais jogadores de FIFA no mundo. Na sua opinião, qual o motivo para haver tão poucos jogadores profissionais bem sucedidos neste país ?
David Bytheway – Eu acho que o Reino Unido tem os melhores jogadores de FIFA. Porém, jogos como Call of Duty são a razão para o pouco sucesso entre os profissionais. Podemos ter muitos jogadores mas a maioria alterna entre jogos como este. Provavelmente tornam-se bons em ambos mas não atingem a excelência em nenhum.

FIFAUTeam – De acordo consigo, FIFA nem sempre é sobre o quão bom se é no jogo. Requer também uma mentalidade muito forte. Saber como lidar com a pressão, não deixar que as emoções afetem o seu jogo e tomar as decisões corretas parecem ser fatores mais importantes para si do que propriamente a habilidade de um jogador. Acha que a maioria dos jogadores negligencia a importância dos fatores mentais no jogo ? Isso pode fazer a diferença mesmo entre jogadores não profissionais ?
David Bytheway – Os fatores mentais são incrivelmente ignorados pelos jogadores de FIFA. Bruce Grannec é um bom exemplo disso. Embora ele seja muito bom, não creio que no que se refere exclusivamente à habilidade ele alguma vez tenha sido o melhor. Porém, ele tem o pacote completo. Não mostra emoções e é mentalmente muito muito forte, o que o distingue de todos nós. A pressão que se sente é muito grande. Lidar com ela ao mesmo tempo que tentamos jogar o nosso melhor, é extremamente difícil. Mesmo entre dois jogadores medianos, estas capacidades mentais irão fazer a diferença.

FIFAUTeam – A maioria dos torneios é ainda disputada na Playstation 3. Quando planeia passar à Playstation 4 ?
David Bytheway – Tenho uma PS4 desde abril mas ainda não joguei porque o FIWC foi disputado na PS3. Agora que acabou, vou começar a jogar.

 
 

é possivelmente o jogo mais frustrante do mundo

 
 

FIFAUTeam – Você é patrocinado pela PCM Gaming que lhe paga as suas despesas. Como é que ter sido número dois na FIWC 2014 o irá ajudar a conseguir mais patrocínios ? Imagine que eu sou uma empresa que está disposta a patrociná-lo. O que iria eu receber em troca e como o poderia fazer ?
David Bytheway – Não lhe posso responder a esta questão. Poucos jogadores recebem patrocínios exclusivos. A equipa usa o meu nome para ganhar novos apoios mas eu não sei nada sobre isso.

FIFAUTeam – De um modo geral, os FIFA Youtubers são mais populares que os jogadores profissionais. Qual o motivo deste contra senso ? A EA Sports tem responsabilidades nisto ? O que tem de ser feito para a comunidade estar mais perto dos jogadores profissionais ?
David Bytheway – Youtubers e streamers são muito mais populares porque tornam o FIFA divertido. É algo difícil pois o jogo é extremamente chato de se assistir. Como profissionais, nós temos apenas o objetivo de ganhar. Não importa o quão bonita a vitória é. Apenas nos preocupamos em vencer. Não podemos pôr toda a culpa na EA mas concerteza que eles poderão fazer algo para tornar o jogo mais apelativo.

FIFAUTeam – Onde se vê daqui a dez anos ?
David Bytheway – É difícil de saber. Espero voltar à universidade ou seguir uma carreira que goste. Concerteza que gostaria de viver à custa do FIFA mas é algo extremamente difícil de se conseguir. Quem sabe, não posso ter conseguido um trabalho na EA ?!

 
 

FIFA U Team é genial

 
 

FIFAUTeam – Pelo mundo fora, muitos jogadores se tornam agressivos quando jogam FIFA sozinhos ou têm algum tipo de superstição. Isto é lhe familiar ?
David Bytheway – Muitos controles já conheceram a parede do meu quarto e muitas outras coisas se partiram. É possivelmente o jogo mais frustrante do mundo.

FIFAUTeam – Vamos supor que eu quero me tornar um profissional. Quais os passos que tenho de seguir ?
David Bytheway
1. Praticar
2. Entrar em torneios online
3. Quando sentir que já joga suficientemente bem, entre em torneios offline. É aqui que os patrocinadores podem vir ter consigo se jogar bem.

FIFAUTeam – Sabemos que não costuma jogar o modo Ultimate Team. Ainda assim, poderá partilhar connosco a sua opinião sobre Handicap ? Ele existe mesmo ?
David Bytheway – Haverá sempre desequilíbrio entre duas equipas no modo Ultimate Team. Seja como for, o destino está nas nossas mãos. Tenho jogado com uma equipa de ouro modesta contra equipas recheadas de In Forms e mesmo assim venço com facilidade.

FIFAUTeam – Qual a sua opinião sobre o website FIFA U Team ?
David Bytheway – O website FIFA U Team é genial. Tem conteúdo muito bom e espero poder vir a contribuir para o vosso projeto.

FIFAUTeam – Um último pedido. Pode partilhar connosco a sua equipa de sonho em FIFA ? Quem são os seus jogadores favoritos para cada posição ?
David Bytheway – Tática 4-2-3-1
GK: Neuer, RB: Dani Alves CB: Ramos e Thiago Silva LB: Alaba.
CDM: Gundagon & Khedira
RAM: Robben CAM: Muller LAM: Bale
ST: Ronaldo

FIFAUTeam – Obrigado David pelo seu tempo. Foi um prazer conhecê-lo. Boa sorte para os próximos torneios.
David Bytheway – Obrigado também.

 
 


 
 
 

29 thoughts on “David Bytheway: o jogador profissional de FIFA”

  1. Quem joga ou ja jogou futebol de campo sabe que as coisas que acontece no futebol virtual sao as mesmas do futebol real,a bola bateuvna trave nao entrou,,aquele carrinho por tras que pega somente a bola,mas que derruba o seu atacante e nao e dado o penalty,aquele chute do meio campo que seu adversario acertou isso tudo sao coisas do futebol,nao creio ,,nesse handcap,,,pois tenho CR7,bale,e ibra,no meu ataque e estou na primeira divisao a mais de18. Jogos sem derrota

  2. Quantas horas de fifa por dia ele deve jogar pra chegar a esse nivel heim ?

    1. Rodrigo Lopes (Admin)

      Nem são assim tantas. Menos que muitos de nós. A diferença é a qualidade do treino. E claro, a qualidade dele também.

  3. Figu Mourinho

    Fala Rodrigo muito boa a entrevista, parabéns mais uma vez, gostaria de acrescentar um adendo importante, nesse evento (FIWC) lindo que ocorreu no Rio de Janeiro na sede do Fluminense no bairro das Laranjeiras, tivemos a participação de um Brasileiro, o Rafael Fortes, tivemos algumas entrevistas com ele no site do GE, ele participa dos eventos offline realizados pela Federação Carioca de Futebol Digital, se quiserem consigo o contato dele para uma nova entrevista, agora com o melhor jogador de FIFA 14 do Brasil! saudações.

  4. Muito bom Rodrigo. Esta reportagem nos serve de inspiração. Além disso, serve para refletirmos sobre alguns dos pontos que devemos aperfeiçoar para evoluirmos no jogo (muitas vezes deixamos a emoção atrapalhar nossas habilidades manuais). Embora o David Bytheway não tenha falado em momento algum sobre o handicap, eu acredito que ele exista “no modo FUT”. Vira e mexe tenho problemas com isso. Tenho uma equipe muito forte e vou exemplificar: no final de semana passado, subi 2 divisões sem perder nenhuma partida (2 empates e o restante vitórias), com isso “retornei” para a 1ª divisão em grande estilo. Nesta fase consegui muitas vitórias também e não fui campeão por pouco. Na segunda-feira o problema começou… nada que eu fazia dava certo. Meus jogadores estavam extremamente doentes em campo. Resultado: estou quase voltando para a 3ª divisão. hahahaha. Esse problema me acompanhou durante todo o Fifa14. Sempre que ganho diversas partidas em sequência, vem uma tremenda maré de derrotas absurdas. Pra mim isso não é nada normal. Para mim o script/handicap tem a ver com a questão da quantidade de vitórias. Suponho que o sistema identifica que você está ganhando muito, aí para te prender ao jogo, faz com que você perca também (pois se eu ganhar todas sempre, o jogo acaba perdendo a graça e acabo indo jogar outra coisa). Eu vivo oscilando entre a 1ª e 3ª divisão. Meu time: https://www.easports.com/br/fifa/football-club/ultimate-team/show-off?showoffId=ebfbmCkZby94:360
    Abraços!

    1. Luiz Henrique

      Emerson, o meu problema é igual ao seu: fico variando entre a 1ª e a 3ª divisão a uma velocidade que é difícil de entender… Mas estou começando achar que os resultados são normais e não há Handicap. A quantidade de injustiças nos placares é a mesma quantidade que existe no mundo real: se vc perder de 7×1 na 3ª divisão vai achar que é Handicap! O que estou começando a achar mesmo é que vc passa por uma fase em que encontra jogadores ruins e outra fase em que encontra jogadores bons. Acho que a EA combina confrontos de acordo com critérios que desconheço, pois vc enfrenta jogadores ruins/bons sempre em uma sequencia de vários jogos

      1. Luiz Henrique, discordo “em partes” de você. Realmente tem dias que os adversários estão em um bom nível de dificuldade. Mas nestas fases em que o jogo te passa uma rasteira, muitas das partidas você percebe claramente que o adversário não joga lá essas coisas, porque o cara faz jogadas totalmente previsíveis, mas pelo fato dos seus jogadores estarem iguais lesmas, você não acompanha a jogada, você toca pro seu carinha e a bola bate nele como se ele fosse uma parede, fazendo com que a bola dê uma espirrada surreal, seus jogadores não acertam um passe sequer, o seu lateral esbarra no seu zagueiro e o atacante do cara fica na cara do gol, seus jogadores ficam fora de posição… Enfim, acontecem coisas sobrenaturais que estão fora do nosso controle.

  5. Carlos Eduardo Pessoa

    Grande defensor, não a toa que tem média de 0,49 gols contra por jogo.
    Excelente matéria.

      1. Carlos Eduardo Pessoa

        E outra coisa, ele disse varias coisas valiosas como “os fatores mentais são incrivelmente ignorados pelos jogadores de FIFA” e cita o Bruce Grannec como exemplo, e pra quem acompanha um pouco sabe que realmente o grande diferencial do cara é na cabeça e vem gente aqui pegar frases do que o Bytheway falou, fora de contexto, para validar o Handicap ..

        1. Rodrigo Lopes (Admin)

          Onde é o botãozinho para pontuar os bons comentários ?!
          Sinceramente acho que esta entrevista é interessante por vir de quem vem. Não é um mero jogador de FIFA. E ao longo da mesma há várias ideias que são extremamente importantes para quem quiser passar a jogar melhor. Essa é sem dúvida uma delas.

  6. Que site, hein? Parabéns, de novo! Comecei a jogar FUT 14 somente mês passado, e já não consigo mais desgrudar dele. Ainda não consegui passar da divisão 2, mas estou tentando. Esse negócio de desconectar após as partidas é realmente irritante, pois geralmente acontece após vitórias difíceis.

    1. Rodrigo Lopes (Admin)

      Passar da divisão 2 não é fácil. Esses desligamentos são deveras irritantes, principalmente após vitórias, mas a verdade é que na maioria das vezes eles devem-se a problemas nas nossa ligações. Mesmo que esteja convicto de que tem uma boa ligação, teste-a. Se ela não estiver boa, então deverá seguir estas dicas.

  7. Excelente matéria! Parabéns pelo trabalho.
    Se vocês puderem, poderiam colocar as gamertags dos melhores jogadores de fifa para que pudéssemos adicionar e jogar contra eles, tanto do xbox quanto do ps4

    1. Rodrigo Lopes (Admin)

      Obrigado.
      Entendam só que estes são jogaores profissionais. Esta é a vida deles. E tal como o David refere na entrevista, eles precisam de jogar contra outros profissionais para manterem o nível. Eles não querem jogar comigo ou consigo.

  8. Rodrigo só comentei um pedaço da resposta dele durante a entrevista , “Haverá sempre desequilíbrio entre duas equipas no modo Ultimate Team”,ele tbm diz claramente que “o jogo é frequentemente decidido por um estúpido momento de sorte” , “Na maioria das vezes, o que decide o jogo é algo que está para lá do controle dos jogadores, o que deixa o perdedor irritado” , sabes oque tudo isso significa?! HANDICAP!

    1. Rodrigo Lopes (Admin)

      Você só lê o que quer. E pior, tem a interpretação inviesada para ideias pré-concebidas.
      – “Haverá sempre desequilíbrio entre duas equipas no modo Ultimate Team” – ou seja, em UT não dá para jogar Real Madrid contra Real Madrid. Não há equipas iguais, logo há sempre desequilíbrio.
      – “o jogo é frequentemente decidido por um estúpido momento de sorte” vem logo depois de “Quando dois jogadores de topo jogam entre si”. Ou seja, em jogos entre profissionais de topo o equilíbrio é tanto que pode cair tanto para um lado como para o outro. Isso não significa que a EA esteja a tirar por um ou por outro. Apenas significa que o equilíbrio é tanto que pode vier a ser decidido por sorte.
      Claro que você além de descontextualizar as frases, não lê a resposta mais direta que ele deu quando questionado sobre handicap: “o destino está nas nossas mãos”.
      Se quer acreditar, acredite. Isso é consigo. O que sabemos é que ele não irá querer jogar com alguém que desvirtua o que ele disse. E nós sabemos bem o que ele quis dizer pois fomos nós que o entrevistamos.
      Cumprimentos

  9. Ele disse que joga com uma equipe modesta de ouro , se for possivel conseguir a id dele pra jogar com a galera que curti o fifa u team , se ele quiser é claro , assim aprendemos mais , desequilibrio entre equipes , handicap , vcs ainda não estão convencidos que existe galera?!que o jogo é decidido por momentos de sorte , ja tinha notado , o futebol é assim , mas mesmo assim a EA não perde a oportunidade de se meter nas partidas, fiquei interessado em jogar umas partidas com o amigo inglês , bora ver se tem como , valew!

    1. Rodrigo Lopes (Admin)

      O homem qualificou-se com 100 vitórias em 100 jogos contra outros jogadores que supostamente também se achavam bons e você vem falar de Handicap ?!

  10. Luiz Henrique

    Desabafo!!! To jogando o FIFAWC desde seu início no PS3 e nunca havia sofrido com o famoso problema da EA de não computar os pontos no final da partida. Acontece que quando ganhei meu 4º título, justo quando voltei a ganhar a final!, a EA deu um bug e computou como se tivesse abandonado depois que o jogo acabou 1×0 a meu favor. Acho mesmo que nem mesmo esse David aí conseguiria ganhar disso!! Resumo: depois de mais de 100 partidas na FIFAWC o problema ocorreu justo quando ganhei mais um título. Tem como eu reivindicar isso na EA?

    1. Rodrigo Lopes (Admin)

      Tem. Mas quase certo de que não ganhará nada com isso. Veja aqui como contactá-los.

    2. GUSTAVO CALÇADO FERREIRA

      Antes de quanalquer coisa, PARABÉNS pela entrevista Rodrigo Lopes!
      Amigo Luiz Henrique estou tendo esse problema nas partidas finais dos campeonatos offline! até mesmo na “DLC” Copa do Mundo… já perdi muito dinheiro com partidas que não recebo nem um tustão ou em contratos e coisa e tal pra chegar a final com meu time… me disseram pra desistir da final na “Copa do Mundo” que o campeonato no Ultimate iria desbloquear mas não deu em nada… já pensei em até desinstalar o FIFA 14 já que a minha versão é a digital no ONE mas pelo jeito não iria adiantar nada… estão de brincadeira né!?

      1. Rodrigo Lopes (Admin)

        Obrigado! Uma entrevista destas leva-nos alguns dias de preparação e trabalho pelo que é sempre gratificante ouvir palavras como as suas.
        Quanto ao seu problema, é mais um daqueles que não deviam existir mas existem. Já ouvimos várias explicações para a causa do problema, mas ninguém nos trouxe uma solução que efetivamente funcionasse.
        Pode sempre entrar em contacto com a EA

        1. GUSTAVO CALÇADO FERREIRA

          obrigado !
          vou tentar um “contato imediato de 3º grau” com eles… hehehehhe

      2. Luiz Henrique

        Obrigado pela ajuda mais uma vez, Rodrigo. Gustavo, vou observar caso vença novamente a Copa do Mundo. Realmente é de doer deixar de ganhar 30 K por causa desse problema.

Comments are closed.