Tête a Tête com Silvio Teixeira: A Violência no Ultimate Team !

Tête a Tête com Silvio Teixeira: A Violência no Ultimate Team !

 
 
Bem vindo ao Tête-à-tête com Silvio Teixeira: um espaço de opinião muito especial que nos orgulhamos de poder incluir no nosso website.

Acompanhe os comentários sábios, inteligentes, perspicazes e bem humorados do autor. Conheça-o melhor no final do artigo.

Neste novo episódio, “A Violência no Ultimate Team!”, o autor mostra-lhe que a violência também existe em Ultimate Team. Avisamos que esta crónica pode ferir a susceptibilidade de menores não acompanhados por adultos.

Silvio Teixeira

 
 

A Violência no Ultimate Team !

 

Muita gente costuma dizer que futebol é um esporte de contato, de fato um contato que muitas vezes ultrapassa todos os limites racionais e partem para a área da violência física mesmo. Grandes jogadores acabaram sendo rotulado de violentos, outros são testemunhas pessoais destes rótulos. No entanto nosso bom e velho Fifa leva o esporte para um outro patamar, na tranquilidade de nossas casas podemos nos gabar de que somos contra este tipo de violência e que aqui nada nos acontece. Ou não ?

Infelizmente isto não é completamente verdade, a violência doméstica vem tomando espaço nos locais mais longínquos, em salas, quartos e garagens, onde quer que esteja um jogador de Fifa, temos ali uma violência latente e potencial, prestes a acontecer.

Alguns podem estar achando que enlouqueci de vez (como se eu pudesse ser considerado normal em algum momento), mas posso falar por mim mesmo, e depois de conversar com algumas pessoas, percebi que não estou sozinho neste universo violento.

Normalmente sou uma pessoa absurdamente tranquila, conhecido por ser bem-humorado, metido a engraçadão. Parte dos meus textos não deixam dúvida que tenho uma certa veia cômica latente. No entanto, pouquíssimas pessoas tiveram a péssima experiência de estar presente comigo durante algumas partidas de Ultimate Team. E cito este sistema em especial, não apenas jogar Fifa, pois há uma enorme diferença entre o carinho e proximidade que temos com nossa equipe, criada a partir do zero, comprado um a um, alimentado com química, buscando treinador para cuidar do time, tudo, cada detalhe. O time é meio que da família. Não é possível que alguém que você tenha tanto carinho como os jogadores de seu time no Ultimate Team possa querer te sacanear a níveis radioativos como fazem comigo. Claro que não…

Então você vai para uma partida e as coisas começam a acontecer. A unica comparação que eu consigo lembrar é do querido Bruce Banner, um franzino cientista que vai aguentando de tudo, os caras vão cuspindo na cara dele e ele avisa para parar, até que alguém dá um soco na barriga dele, ele cai e quando levanta a cabeça os olhos já estão brancos (atualmente acho que ficam verdes sei lá), pronto, vai virar Hulk e quebrar geral.

 

Tête a Tête com Silvio Teixeira: A Violência no Ultimate Team !

 

É tipo isso. Não me importo em perder, faz parte do jogo, mesmo de goleada. Tem vezes que estou em casa, sozinho, o cara faz um golaço e eu levanto e bato palma (sim, to falando sério). No entanto eu comeeeeeço a me indignar quando o meu adversário não pressiona tecla alguma no inicio da partida, me obrigando a ver toda entrada do time, hino nacional e toda aquela entrada absurda que não conseguimos pular. Então a gente vai para a partida, eu já to em estado de “não falem comigo”. Aí começa os absurdos, e nem to falando agora das roubalheiras do jogo que comentei em outro tópico, pode até ser algumas destas mas muitas vezes é minha mesmo. Vou cortar a bola e não percebi que ela já está comigo, então em vez de passe dou um chutão feito bicho para qualquer lado, e poderia ficar com a bola para mim. Ai o sangue me sobe nos olhos.

Ou vou sair com o goleiro e por alguma força maligna, erro ridiculamente e jogo a bola para a lateral. Vou dar finesse Shoot, aperto o cobertura e erro um gol fácil. O cara faz um lançamento, eu vejo o X no chão onde a bola vai cair e corro para o lado… errado! Devo ter algum problema de visão, um erro de paralaxe que me acontece com frequência dentro do jogo. Mas a coisa vai piorando e eu já começo a falar com os jogadores, passo para o xingamento para ele e familiares deles, e daqui a pouco estou aos berros.

Ontem o meu adversário fez um lançamento e meu zagueiro tinha tomado a frente do atacante, fui atrasar a bola, mas em vez de um toquezinho o Kompany deu um carrinho, tirando o goleiro que por algum motivo ficou apenas olhando e fiz um gol contra. Ai começa a violência. Primeiro contra o controle. Eu tenho de jogar com alguma coisa macia no chão, cansei de quebrar controle, agora eu jogo ele ali e pelo menos não quebra. Mas então parto para cima de mim mesmo. Faço uma burrada dessa e me dou soco na cabeça, na perna. E não, não tem a ver com soquinho de quem está verificando se a melancia está madura, é porrada mesmo. Outro dia eu fiquei preocupado com a força que usei no soco na cabeça me xingando de burro para baixo. Costumava me dar tapa na cara, mas isso não é coisa de cabra macho que nem eu, então fui de socão mesmo. Em um outro gol contra que fiz de “voleio” eu dei uma sequencia de socos na perna que no outro dia estava mancando. Foram uns 15 a 20 socos. No outro dia fiquei pensando que é o mesmo tipo de fúria que deve acometer criminosos. Acho que vou perder alguns amigos depois deste texto.

Tentei usar a tecnica do colchão. Soqueava o colchão, mas sinceramente não me deu o alivio que eu queria. Afinal a culpa não era dele mas minha.

 

Tête a Tête com Silvio Teixeira: A Violência no Ultimate Team !

 

Outro dia, quando errei uma sequencia absurda de bolas em frente ao goleiro mudei o tipo de agressão e decidi chutar o roupeiro. Decisão que se mostrou equivocada, desloquei o dedão e vi que não dá para brincar com ele.

Alguns podem pensar que eu posso me controlar, mas esquecem de que eu QUERO me controlar. Não quero fazer isso, eu me irrito PROFUNDAMENTE e eventualmente largo o controle, fico apontando a jogada na tela e falando com Deus. Espero que ele seja bem magnânimo e bondoso mesmo e entenda que eram xingamentos temporários, que não era do fundo do coração mas causado pela ira momentânea, aliás Ira não é um dos pecados capitais? Ferrou…

Pior mesmo é quando tem visita. Eu deixo minha porta fechada, mas eles escutam os berros e depois querem explicações sobre o que estava acontecendo, geralmente eu dou uma desculpa qualquer, mas pior é quando tento explicar realmente o que estava acontecendo. Invariavelmente sou motivo de chacota. Ora, no alto dos meus 45 anos, isso me deixa mais furioso ainda.

Já perdi a conta de quantas vezes prometi que era a ULTIMA vez que eu ligava aquela porcaria de console. Que iria quebrar ele em pedaços pequenos para nunca mais poder me sacanear. Algumas vezes fico tão furioso que dou um soco no botão power desligando o console em meio a partida. Depois fico mais furioso comigo mesmo pois isso pode detonar meu play querido e ainda me prejudica de outra maneira já que perco o multiplicador de bônus também.

Estes dias fomos jogar um torneio ao vivo, e confesso que fiquei com receio de que partíssemos para um MMA ao vivo, mas para meu alívio isso não aconteceu. Jogando com outras pessoas sou um verdadeiro gentleman, se as jogadas acontecem fora do que eu gostaria, meramente resmungo baixinho, se perco, eu cumprimento o adversário, digo que ele jogou melhor, tudo lindinho. Mas quer saber, prefiro minhas partidas furiosas nos recondidos da minha caverna, onde posso quebrar alguma coisa que esteja mais a mão, e de preferência que não seja eu mesmo.

E você, já tomou alguma atitude violenta contra você mesmo ou contra outros por conta de um momento (ou vários) irracional em uma partida de Ultimate Team ?

 
 
 

84 thoughts on “Tête a Tête com Silvio Teixeira: A Violência no Ultimate Team !”

  1. incrivel kkkkkkk já diz tudo que vc descreveu no texto em momentos de raiva, por um instante parecia qua até eu tinha escrito o artigo kkkkkk

    1. Silvio Teixeira

      Quem nunca né? Tenho um colega de trabalho que sempre jogou fifa com a gente e este ano ele não comprou fifa, comprou o PES, exclusivamente porque ele ficava excessivamente irritado com o jogo. Ele disse que era para não seguir o stress. Não sei se o PES não será estressante tambem, mas veja a que ponto a pessoa chega por conta da raiva que o jogo nos da.

  2. Silvio,

    Depois de ler o seu texto bem como os comentários, vejo que sou normal.

    Eu sou um poço de maus exemplos para o meu filho de 7 anos que joga comigo no FUT.

    Eu falo 300 palavrões, fico mal humorado, a minha esposa me acha maluco e o meu filho vai pelo mesmo caminho pois quando acontece algo errado ele começa a dar socos no sofá.

    Também só gosto de jogar sozinho ou com o meu filho, pois gosto de ficar a vontade com as minhas bizarrices.

    O meu stick também já está se partindo de tanta força que faço. Os botões qualquer dia vão ficar embutidos.

    Ótimo texto!

    Abç

  3. Boa noite, parabéns pelo site e todas informações contido nele, gostaria que vocês me adicionassem, segue id : cppai no ps3.
    Dei muitas risadas com esse artigo, deve ser muito comum a quebra de controles, copos, controle da tv etc…..
    Um abraço.

  4. Patric Marques

    Vi eu em você, kkkkkkkkkkkkkkkk, cara tem que ter alguma coisa para ser feito quando a gente leva o primeiro gol, o mundo desaba, meus jogadores parecem que sofrem lobotomia, ou fumaram algo muito forte no vestiario, que se deixarem saem correndo atras de gnomos inexistentes, O Silvio me da uma ajuda que eu não consigo jogar em casa sempre jogo como visitante sabe resolver isso?

    1. Silvio Teixeira

      é só não aceitar a partida, quando entra a tela e você está do lado direito (visitante) cancele, e procure outra partida. É comum eu fazer isso quando estuo de saco cheio de jogar na chuva. Não sei porque mas parece que meus adversarios só sabem escolher estadios onde chove muito. Meu estádio nunca chove então posso sempre jogar nele que o tempo será seco.
      Abraço

      1. Rodrigo Lopes (Admin)

        A dica do Silvio é a mais fácil mas também menos ética. Se todos fizermos isso nunca jogamos. Digo isto sem problemas pois também eu de vez em quando faço isso.
        Porém, se quiser jogar mais vezes em casa sem ter de fazer isso, terá de melhorar a sua ligação. É ela que define quem joga em casa.

  5. Boa tarde. Ótimo texto.
    Sinto como se vc tivesse contado a minha rotina de jogatina. Me sinto menos mal por saber que esses ataques de raiva não acontecem só comigo.
    Já quebrei 7 controles de ps3, um console de ps3 (modelo antigo), sei uma porrada forte em cima do ps3 novo que queimou o leitor, foder o HD, quebrou o DVD do fifa 13 (sorte que o pessoal da sony arrumou dentro da garantia), um notebook vaio que havia pago 3700, uma impressora, e por ai vai hahahaha.
    Prometi a mim msm que com o xbox1 seria diferente. Agora quando fico com mt raiva ponho um travesseiro na cara e dou um berro, desligo o xbox, dou soco nas pernas…

    Comecei a jogar fut agora e gostei muito das suas dicas.
    Abraço.

  6. Leandro Noite

    Otimo texto silvio, Ri muito com os termos utilizados ao mesmo tempo que me identificava em algum momento de ira ! o site é o melhor do segmento, sou um leitor frequente !
    Parabéns a toda equipe
    PSN: L_noite

  7. Pensei q somente eu dava murro na minha perna e cabeça!!
    Tive q por gelo na perna de tão dolorida q ficou! As vezes dependendo doq o adversario faz xingo ele tbm! Mas parei disso…agora só auto-punição!

    Ja quebrei cama, janela e claro…controle!

    Abraço!

    1. Silvio Teixeira

      Essa semana dei tanto soco na perna que temi que pudesse me lesionar, isso sem contar uns socos na cabeça que deu para ver estrela. É muita indignação. Uma hora dessas eu vou parar de jogar Fifa por conta disso, mas por hora… Mais uma partidinha.

  8. Nunca me identifiquei tanto como esse texto!!!! Pensava q soh eu era retardado assim!!!

    1. Silvio Teixeira

      A gente que não sabia, mas raro mesmo é encontrar alguem que não seja assim! 🙂

  9. Frederico Loriggio

    Silvio, simplesmente fantástico….tive uma visão completa de quando estou jogando….minha esposa não entende está loucura…rsssss

    Mas, cara, parabéns por tudo, adoro os teus textos, o seu humor e sus dicas.

    Abs

    1. Silvio Teixeira

      Valeu meu bruxo. Eu consigo jogar melhor quando estou calmo. Penso mais, acerto mais os passes, mas é só o sistema começar a me garfear que a vaca vai para o brejo, vou ver se mando a foto da porta do roupeiro, acabei quebrando a dobradiça com um chute, pobre porta, ficou meio guenza agora. Aliás você viu no Xbox One, no jogo de basquete novo, se você xingar , falando mesmo que nem a gente fala, o sistema “ouve” pelo microfone embutido e o juiz dá falta técnica!!! Já pensou se isso cola no Fifa? Nunca mais jogarei! rsrs

      Abraço

  10. André Janini

    Cara…. quer coisa que da mais nervoso é quando vc está massacrando o adversário e nao faz gol..aí da 40 minutos de jogo, ele no primeiro ataque faz um gol de cabeça e sai fazendo aquela comemoração do C. Ronaldo cheio de marra pedindo ”calma”, rapaaaaiizzz…………… vira questão de honra pelo menos empatar o jogo e mandar aquele CHUPA FDP C*ZAO DE ME*DA KKKKKK

    1. Silvio Teixeira

      Bem por ai. É fato, o jogo me rouba descaradamente e sempre para o meu adversário, nunca para mim (ao menos é assim que me parece)!

  11. Incrível texto Silvio, parabéns! Sou muito tranquilo na “vida real”, mas é só as desgraças que só acontecem no FIFA, que viro um demônio, tenho muita mania de ficar mexendo a perna, e quando a raiva começa, começa na perna, como jogo no PC, já fica engatilhado as joelhadas na mesinha. A minha antiga mesinha já não conseguia rolar a gaveta do teclado de tanta joelhada que dei nele. Cheguei a ficar com os 2 joelhos machucados por causa das joelhadas na mesinha, fora os socos no monitor, croques na cabeça, chutes na cama e o meu vasto vocabulário “sujo”. Mas não tem sensação pior que ficar sem fazer isso, é uma agonia tremenda, você tomar um gol e não poder nem mandar um VTNC. Tento só jogar online quando estou sozinho em casa, porque senão é ter que aturar os outros falando o quanto eu sou idiota por ficar xingando o computador, ou me deixa mais irritado ainda, mas eu sei que sou perfeitamente normal! Rsrs

    Grande Abraço!

  12. Que alivio… Eu achava que era completamente maluco. Mas vejo que nao estou sozinho nesse mundo!

    Ja destrui milhares de controles, como se a culpa fosse deles! hahahahah

    Meu caso e’ exatamente como o seu, identico!

    Ja dei um soco na parede que fez um enorme buraco, prejuizo na certa.

    Agora no meu novinho PS4, so fico aos berros comigo mesmo, falando um monte de palavras de baixo calao!

    1. Silvio Teixeira

      Cara, ontem eu me irritei tanto mas não podia gritar nem socar nem nada porque era 2 da madrugada e todo mundo dormindo, achei que ia ter um ataque cardiaco qualquer, penso que é pior quando eu não posso gritar, socar, chutar alguma coisa, é muita indignação para pouco espaço. Eu acabei fazendo tanta força pressionando o controle que pensei que ele ia rachar em dois. Tive de parar de jogar e ir ver algum seriado para me acalmar…

      🙂

  13. Silvio, me identifiquei demais com o texto…
    Minha esposa está a ponto de esconder o videogame, kkk.
    Estava jogando no fim de semana e perdi 3 jogos seguidos de 1×0, e o goleiro adversário foi o melhor do jogo em todos eles. Dei mais de 10 chutes em cada um dos jogos e o meu adversário no máximo 2 e ainda perdi. Quase arranquei todos os cabelos da cabeça e quase destrui a minha sala…kkk

  14. Bernardo Lima

    Hahahahahaha …. Excelente !!!! Passo por isso constantemente.

    Tinha uma mesa velha onde ficava a TV e o PS3, tive que joga-la fora pois arranquei o tampão de tanto chute que dei nela (o pé ficou bem inchado). Mas hoje eu estou melhor. Só quebrei uns controles e comprei uma bola de fisioterapia. Então quando dá raiva eu taco ela na parede ou fico amassando. Kkkkkkkkk

    Fico P com certos lances como:
    1. Aponta pra um lado e o passe vai pra outro.
    2. Quando o goleiro sai do gol sem vc pressionar qq tecla.
    3. Quando fazem um lançamento e o seu zagueiro dá uma meia parada ou não pula pra cabecear mesmo que esteja afundando o botão.
    4. Faço um lançamento e a besta do jogador para de correr.
    5. Quando damos um leve toque no X e o jogador inverte o jogo com um ultrapasse.
    6. Quando lançamos a bola pra um jogador, ela vai pra esse jogador mas o Fifa seleciona outro que corre ao mesmo tempo pra bola. Se tenta mudar de criatura e não consegue. Argh!!

    Kkkkkk

    1. andré Janini

      Cara, raxei d+ do seu comentário, me identifiquei mto …. desses que vc falou os que me dao mais raiva é qnd vc lança pro jogos, vc ta ficando quase excitado do seu atacante indo pra bola qnd do nda o corno para sem mais nem menos kkkk e tbm qnd o zagueiro tem um ataque cardiaco e deixa o caminho livre para o atacante passar, dançar um tango, tomar uma latinha de skol e fazer o gol….kkkkk

  15. Excelente texto Silvio.
    Pois saiba que você não é o único. Assim como você, tenho serios acessos de raivai jogando Ultimate Team. É o mais interessante, só passo raiva jogando UT. Qualquer outro jogo, levo a derrota na boa. Já perdi as contas das vezes que prometi nunca mais jogar, porém tem algo nele que me segura. Simplesmente não consigo. Um vicio mesmo !

    Já quebrei 2 controles, e inclusive meu computador. Em um acesso de raiva dei um muro no coitado, que parou de funcionar depois daquilo.

    Ultimamente tenho tentado me controlar, e estou conseguindo me manter mais tranquilo durante os jogos. Sempre jogo com um fone de ouvido, ouvindo uma musica relaxante, e isso me ajuda muito.

    Vai me dizer que não irrita quando vem aquele jovem de 12 anos dançar PSY pra gente. Que isso, somos seres humanos tambem, qual a necessidade de nós humilhar ? Ou aquele outro cara, que joga que nem um robô, correr e cruzar. Aqueles jogos bobos, que voce da 10 chutes a gol, vem o adversario, e faz um gol de escanteio (Que esta impossivel de defender esse ano).

    Bom, são momentos que nos tiram do serio, mas é apartir deles que ficamos mais fortes.

    Tudo de bom Silvio, e nós encontramos no UT rsrs

    Abs.

  16. Victor Lima

    Primeiramente parabens pelo artigo Silvio.Vc expressou o sentimento de quase todos os fifeiros(principalmente os que jogam UT).Eu sou muito calmo,bem humorado mas quando eu ligo o Fifa a historia é outra.Me transformo num retardado.Minha vo ja perguntou se eu tava ficando doido(as pessoas q n jogam fifa nao nos entendem).Tem coisa no Fifa q irrita muito.Primeiro,os caras que n passam a merda da intoduçao,toma gol de escanteio,quando os jogadores n respondem os comandos,entre tantas outras coisas.Nessas horas e bom n te nda e ninguem no quarto(ja quebrei um controle,2 ventiladores).

    1. Victor Lima

      As maes dos jogadores sao as que mais sofrem.Mas a gente xinga por que gosta muito do Fifa e nao por vontade propria.As vezes eu falo que vou parar de vez com o fifa.Dpois de 5 minutos to la de volta me extressando mas principalmente me divertindo

      Abraços

      1. Silvio Teixeira

        Nem me fale, pior que não gosto que me perguntem nada sobre o que era a gritaria, é um tanto constrangedor, mas fazer o que, não dá para evitar.

  17. Ultimo jogo da temporada. 2 a 0 para mim. Se eu ganhasse, subia de divisão. Só a vitória interessava. O cara marcou um gol, até ai, tudo bem. Eu vinha dominando o jogo, e foi um daqueles gols achados saka? Então, eu que ja vinha jogando há algumas horas, com o olhar fixo no centro da tela, não me atentei que a mensagem de carga de bateria do controle já havia aparecido.
    Bom, a bateria acabou. O cara me tomou a bola na frente da grande área dele, e acabou marcando 2 a 2. Enquanto isso eu tentava como louco achar o cabo usb. Achei a tempo de continuar dos 2 a 2. Mas ai eu ja estava desestabilizado, ainda tomei mais um.
    Foram 3 socos no armário, e não tive como jogar mais no dia, porque não sentia mais os dedos…

  18. Silvio, sempre estou ligado em seus comentários, que por sinal refletem a realidade de quem joga fifa, sempre te faço perguntas, e as suas respostas sempre são úteis no meu dia a dia quando jogo fifa. Silvio se possível esclarece uma dúvida que tenho a algum tempo, jogo contra muito adversários que não tem química 100 porcento, ficam na média 95 porcento, e muitos ainda que fiquem com 100 porcento, porém ficam muitas posições sem dar liga, mas vejo que esses times continuam sendo rápido e dá o maior trabalho pra gente. Será que a química é tão importante assim, não tenho visto tanta diferença nos meus adversários. Química 100 porcento, porém com muitas posições sem dar liga rende o mesmo que um time 100 porcento com todos jogadores ligando perfeitamente em suas posições?

    1. Silvio Teixeira

      Oi Edu

      Eu já fiz diversos testes com esse lance de quimica, principalmente por querer jogar com um time top sem me importar com quem eu colocava, então tinha lá Robben, Ribery, Messi, Thiago Silva, só a nata, os melhores (menos Ibra e Cristiano Ronaldo) e fui jogar. Quando eu estou com a bola no pé, saio driblando, chuto a gol, nestes momentos, quimica e nada é a mesma coisa. No entanto quando eu passo a bola, quando eu cruzo para fazer gol de cabeça, as coisas não aconteciam. Passava a bola e ela ia para fora, meus jogadores se chocavam porque queriam ir para o mesmo lugar. Claro a quimica estava lá por 3 ou 4. Então é grave problema.
      Agora, se você joga com quimica 9 (fique ligado que o que me importa é a quimica DO JOGADOR) os problemas diminuem muito mas ainda acontece, então o que fiz? Passei a jogar passando muito menos, driblando mais, chutando mais de fora da área, e meu time sem quimica assombrou.
      Seus adversário podem sim se sair muito bem sem uma boa quimica desde que nã queira ter um time de toque de bola, claro que vai ter que passar, mas o minimo que puder. Nada de ficar cruzando para a area, salvo aqueles cruzamentos que voce escapa pela ponta e tem seu avante meio sozinho com um zagueiro, ai até eu faria.

      No entanto, para times mais modestos, uma maneira de conseguir tirar um pouco a vantagem dos times mais forte é não ter a desvantagem da quimica. Os erros que ocorrem serão mais por sua culpa mesmo, mas não você tocar certo e o jogador ir para o lado errado. Por isso um time mais fraco, com quimica maxima pode conseguir enfrentar um time muito mais forte. Alias este é meu artigo do outro sábado. Montei um time com miseraveis 3K (isso mesmo 3000 coins) e derrotei times que gastaram caminhoes de dinheiro. Não joguei bonito, joguei com as regras, mas quando se quer ganhar, tem de se levar isso em consideração.

      Resumindo este texto longo, se você não é um ás no Uteam (e eu confesso que não sou) então sim, a quimica é muito importante, mas se você joga muito, pode então dispensa-la.

      Apenas para não esquecer, a quimica do time é menos importante, importa é a de cada jogador, depois pode até se ater a do time como um todo colocando um tecnico para melhorar.

      Abraço meu amigo

  19. Wagner Abrantes

    Sempre que termino uma partida e nela acontece essas cagadas que costumo chamar de “Kranco” vou até a sala, me certifico de que ninguém me vê e pra liberar a raiva eu fico dando socos no ar.

  20. Cara, muito bom, ao ler o seu texto me transporte para o meu sofá e a minha jogatina, a minha esposa falar para mim que soubesse que eu erá assim ela não tinha casado, ela fala que um dia eu ainda vou bate nela da mesma forma que eu bato no sofá e em minha. já quebrei 3 Joysticks

    1. Silvio Teixeira

      As pessoas pensam que temos potencial para violencia porque somos violentos contra o ilogico, mas uma coisa não tem nada a ver com outra. Mesmo porque, sob circunstâncias especiais, qualquer pessoa se torna violenta, ou se torna pacifica. É bom termos nossa jogatina até para extravasar o dia a dia complicado, depois de xingar todos os jogadores e ficar furioso com o jogo, eu vejo que a vida é boa, complicado é o Fifa 🙂
      Abraço

  21. Cara, me identifiquei demais com teu texto. Eu evito jogar FUT quando tem criança pequena por perto justamente pelos xingamentos. Fora as situações inusitadas, um dia jogando uma partida online, daquelas que a bola não entra NUNCA, independentemente de como vc chute ou cabeceie, meu atacante era o Giroud e eu passei a xingá-lo a cada gol perdido. Era “porra, Giroud!!!”, “meu deus, Giroud, não pode perder um gol assim!!!”, quando acaba a partida e vou na sala, minha mãe pergunta: “filho, quem é esse ‘jurru’ que vc tá brigando?”
    Putz até explicar que era meu centroavante kkkkkkkkkkkkkkkkkkk!

    1. Silvio Teixeira

      Perfeita colocação. Canso de conversar com meus jogadores, as vezes na boa, as vezes vai na base da porrada. E é complicado de explicar porque falamos com eles se não vão entender ou respoder, ou porque colocamos a culpa em tudo se somos nós que controlamos (supostamente) o que acontece na tela. É melhor nem tentar explicar mesmo.

  22. hahahahah, a do início dos jogos que o adversário não aperta tecla nenhuma é pra matar! Xingo até a décima geração. Tem também os pênaltis marcados, geralmente contra você, que não tem nenhuma explicação.

    A de passar em frente à tv é clássica. Decidi que só jogo online quando estou só em casa, pra não passar mais por isso, é totalmente frustrante.

  23. Luke Leone

    Fala Silvio, primeiramente parabéns pelos seus textos, são ótimos. Como o amigo, tenho 42 anos e dois filhos pequenos. Minha esposa me proibiu de jogar Fifa na frente do meu filho justamente pelos ataques. Ri muito lendo seu texto, pois já passei pelos mesmos momentos. Controles quebrados foram muitos, dois dedos da mão direita quebrados contra o braço do sofá, etc… Valeu!!

    1. Silvio Teixeira

      Vocês são doentes! Eu não faço nada disso! rsrsrs (estou passando pelo estágio da negação…)

  24. Texto Genial! Nossa ! Acontece exatamente comigo. Tenho altas brigas com minha esposa que não entende como um cara de 32 anos fica tão furioso por causa do video-game….kkk. Gol contra, como dá raiva…Quase quebrei o controle quando acontece… Bola pra frente. Fico mais confortado em saber que não sou o único louco que sofre no Fifa!

  25. Rafael David

    Fala Silvio,

    Hoje descobri uma que me irrita mais que jogar FiFa.

    É ficar acordado até as 4h da matina pq teve manutençao.

    Dar BiD em um monte de jogador. E ficar igual aquele joguinho de crianças que saem varios jacares e vc tem que ficar com um martelo batendo neles, pq todo hora tinha um lance maior.

    O tempo ir passando…30 min de atraso…1h..1:30h e no joguinho do jacare…pra lah e pra cah…

    Decidir ir dormir com todos os lances verdinhos…

    E acordar…descobrir que a Manutençao demorou mais 30 min pra licitar…

    E o maximo que voce conseguiu foi um Drogba que vale 900 por 500…

    Que vontade de quebrar o iPad!!!!

  26. Victor Hugo dos Santos Sousa

    kkkkk sem contar que a minha noiva AGORA passa engatinhando na frente da TV, pq ela não entende que um milionésimo de segundo pode colocar TUDO a perder.

    1. Silvio Teixeira

      Isso! Quando passam e eu xingo eles vem com “mas foi bem rapidinho!” Não entendem nada, um rapidinho e todo uma partida vai por agua abaixo. Agora que jogo apenas no quarto este problema não passo mais.

      Abraço

  27. Victor Hugo dos Santos Sousa

    Ótimo texto. Eu antes jogava o controle no sofá entre as minhas pernas, mas parei quando quase quebrei a tela do meu iPhone que estava lá. Hoje torço o controle até ele desligar. Fora os inúmeros xingamentos. É de dar muita raiva mesmo.

  28. Olá pessoal,

    É muito engraçado ao ler este empolgante artigo e ao ler os comentários ver que não estamos sozinhos neste mundo… kkkkkkk… um dia conversando com uma moça ela me disse: “Nossa como você é calmo, eu nunca vi você nervoso!” – logo me veio na mente – “Isso pq você nunca me viu perder um jogo facil no Fifa”… kkkkk
    Eu só consigo jogar depois das 23:00 que é quando minhas filhas e minha esposa foram dormir… esses dias fui dar uns socos no sofá mas a cachorra estava lá dormindo (hoje quando eu sento pra jogar ela sai…rs) Ainda mais esses últimos dias que estou passando por uma profunda “crise” onde to perdendo até pra times mexicanos… tenho ido dormir de sangue quente já há alguns dias… sei que vai passar…. tem que passar!

    Mais uma vez parabéns pelo artigo Silvio, vc falou sobre um assunto que não falamos com qualquer um… grande abraço!!

    1. Silvio Teixeira

      Valeu meu amigo
      Este final de semana minha filha estava comigo, e não gosto de jogar quando ela está aqui para não dar mau exemplo rsrs. Mas teve uma partidinha que não consegui resistir e tive de botar a mão na boca para dizer uns palavrões sem que ela entendesse. Pior ainda foi ela ter perguntado “Tá ganhando pai?” Não tava… :/

  29. Cara só tenho que lhe parabenizar por este artigo, parece até que foi eu quem escreveu, assim como você sou muito calmo, tranquilo, mas se tem uma coisa que me tira do sério fácil é o Ultimate team, as vezes xingo de todos palavrões que conheço (sério, TODOS), já pensei seriamente em jogar o controle na parede mas sempre penso no prejuizo, então geralmente é sempre meu boné que sai voando. Além do que você já citou vou dar uns exemplos do que me enfurece.
    Tomar gol aos 90, quando o adversário está atacando e você não consegue colocar a setinha no jogador que quer, em vez de dominar a bola seu jogador praticamente tropeça nela, e os escanteios que eu já citei várias vezes aqui no site.

    1. Silvio Teixeira

      No final das contas sinto-me melhor por ver que tantos compartilham da mesma “doença” rsrs. Isto foi praticamente uma terapia. Posso ao menos seguir sabendo que sou normal, ao menos tão normal quanto a maioria. 🙂

      É muito engraçado porque eu sento na frente do videogame muito tranquilo, certo de que estou inabalável, que desta vez conseguirei jogar sem perder a calma, pois eu estou no comando, se eu quero eu consigo… bullshit rsrsrsrs

      Abraço meu amigo violento!

  30. Silvio, ótimo texto. Compartilho perfeitamente dessas crises violentas que acontecem quando estamos jogando FUT. É impressionante como acontecem coisas absurdas e estranha durante os jogos online. Já joguei controle no chão, e quebrei o criado-mudo socando de raiva. Infelizmente outras pessoas (principalmente a namorada) não conseguem entender o que se passa. Mas no final continuamos a jogar e passando por esses momentos novamente. Abraços.

  31. silvio, já te mandei msg dizendo o quanto sofria no fifa 14, tomava gols de cabeça o tempo todo, não acertava um lançamento serquer, tomava lançamento por cima o tempo inteiro na costa dos zagueiros, mesmo sabendo que meu adv ia lançar nada adiantava, meu zag só ligava atrasado, meu time passava muito mal a bola, mas ontem meu ps 3 começou a pifar e desligava sozinho o tempo todo. Acabei trocando de ps3 e comprei um novo, o que eu não consegui fazer em 150 partidas jogadas, eu fiz em apenas uma, no novo ps3 meu time corria o tempo todo, passes perfeitos, não tomei um gol sequer por cima. Será que o problema era meu ps3 antigo, pois o mesmo era o modelo fat e agora peguei um ultra slim. Será que a diferença foi o processador do novo ps3, pois no antigo minha net já era muito boa. abraços ..

    1. Silvio Teixeira

      Não creio nisso Edu, eu tenho os dois modelos, aliás um está a venda rsrs, e jogo em um ou em outro e não percebo diferença. As desgraças me acontecem nos dois, e eventuais sucessos também. Acho que é o fator psicologico, tipo pegar time que perde todas e contratar o Celso Roth para mudar alguma coisa. A mudança até acontece e para melhor no começo, mas com certeza não tem qualquer relação com o cabeça de bagre do Roth! 🙂

      Abraço

  32. mas pq o fifa nos da tanta raiva? não costuma acontecer com outros jogos…

    1. Silvio Teixeira

      Comigo acontece em alguns outros jogos. Não em todos, mas geralmente naqueles que eu mais gosto e que mais me importo com os resultados, então perder faz parte do jogo, mas perder injustamente quando não se admite perder, é muito irritante.

  33. Hahaha!!! muito bom!!! ontem mesmo a minha esposa fez eu desligar o Xbox de tanto que eu xinguei… o pior é quando você perde de um adversário que você percebe que é inferior tecnicamente que você e ainda por cima você aplicou aquelas cartas de treino para serem usadas em momentos especiais e não percebe a diferença…
    O que despertou minha ira ontem, foi empatar em 2×2 no último jogo da divisão (precisando da vitória para o título) contra um cara que passou 2 vezes da intermediária, sendo que o segundo gol foi aos 90’… aí despertou a ira….

    Abraços Silvio.

    1. Isso acontece direto comigo, o cara dá um chute a gol no jogo todo e no final consegue fazer o gol num contra ataque ou encanteio. Fifa é assim, muitas vezes você joga para se divertir mas o que acaba acontecendo é você ficando puto da vida.

    1. Silvio Teixeira

      Entendemos muito bom o que acontece, e quem não é do ramo pode achar que o cara está exagerando para a camera, mas é exatamente assim que acontece!

  34. Rodrigo Lopes, primeiro, obrigado pelos cumprimentos. Você pode ter certeza que a atenção que vocês tem com os leitores, é muito importante para que tenhamos cada vez mais prazer em acompanhá-los. A qualidade das matérias são indiscutíveis. E para que eu não me estenda muito em elogios, ainda tem esta figuraça competente em escrever matérias com muito humor e sabedoria. Parabéns por contar com colaboradores tão amantes do que fazem, agora os cumprimentos são meus. Grande abraço.

  35. wesley cypriano

    Silvio q texto genial…. kkkkkkkkkkkk… minha noiva briga comigo pq fico louco quando levo gol…. brigas serias mesmo… por mim me quebrava e quebra a casa tudo junto kkkkk… tb me bato kkkkkk tapa na cara soco no cucuruco da cabeça… amaldiçou o cara online e tudo mais kkkkkk…. mas agora prometi a mim mesmo q vou ficar 1 mes so fazendo trade … vamo ve neah hehehehe

    1. Silvio Teixeira

      Eu consegui ficar 3 dias sem jogar, mas depois disso bateu abstinencia! E voltei a jogar, na terceira partida já está possesso novamente… Eu tenho problemas! 🙂

  36. Rodrigo Lopes (Admin)

    Obviamente que gostei do artigo mas acho que fiquei ainda mais entusiasmado com a quantidade de comentários sinceros que partilham da mesma “violência”. Parece que este artigo nos deu a oportunidade de deitar cá para fora aquelas emoções que tínhamos dentro de nós e que não saíam porque não tínhamos com quem desabafar. Cumprimentos a todos!

  37. Ontem mesmo as 1 da manhã dei um grito com o Hamsik e chamei de FDP, pq toquei a bola pra ele e bateu no calcanhar

  38. Silvio o que mais me dá raiva no jogo é quando vc esta correndo na frente do adversário e ai ele começa a te puxar e ganha sua frente e sai com a bola e nao é marcado nada, ou entao quando no jogo de corpo ele ganha no empurrão. Ai eu fico uma fera quem ta perto eu mando para akele lugar. E sinceramente fico mais feroz ainda pq eu nao sei fazer isso!!! kkkkkkkkkkkkkk. Alguem sabe???

    1. Silvio Teixeira

      Engraçado é que quando voce faz isso o juiz ainda marca penalty!!!

  39. Meu caro Silvio.
    Estava falando de você ou da minha pessoa?
    Faço praticamente tudo o que falou. Me irrito muito fácil com FIFA, e me parece que com FIFA 14 estou piorando. Já tive a proeza de quebrar uns 5 controles, copos, garrafas e tantos outros objetos. É bom saber que não sou o único maluco que sai quebrando tudo em casa. Mas simplesmente não consigo para de jogar, amo esse jogo, apesar de seus diversos defeitos, bugs, legs, e etc.
    Abraços

    1. Silvio Teixeira

      É isso que os que nos veem jogando não entendem. Quando mais nos irritamos, mais curtimos o jogo. Isto nos faz querer mais ainda passar por cima do obstaculo. Ta certo que na hora eu juro que to largando, que deu pra mim. Mas é só dar uma meia hora que já estou la novamente decidido a mostrar quem manda! rsrsrs

      Abraço

  40. João Fernandes

    Silvio parabéns! Revejo-me completamente neste texto e o meu comando tem uma racha no lado esquerdo, o R2 tá perro e o comando já nem vibra das pancadas q leva! A minha namorada foge da sala e refila comigo pq pareço louco a jogar…o meu cão treme de medo a olhar para mim quando estou completamente fora de controlo! Tenho urgentemente de encontrar um saco de pancada e não descarregar tudo em cima do comando…é que estou a comprar um por ano (em média) e não são propriamente baratos! 😀 Vou comprar a PS4 no final deste mês e tenho de me controlar mais no comando novo! 😀
    Parabéns pelo texto! 🙂

    1. Silvio Teixeira

      Obrigado João. Você levantou um ponto importante, o controle do PS4! Eu preciso achar uma maneira de me controlar antes de migrar para a nova geração. Controle original é bem caro, imagina do novo console! E olha que não se pode reclamar, eles até que são bem resistentes!

      Abraço

  41. Emanuel Amorim

    Muito boa a matéria! Estava pensando nisso ontem a noite, ( quando, por “acidente”, lasquei o controle no chão…) E já tinha 2 meses que isso não se repetia…

  42. Galo da Serra

    Rssssssssssssssssss, é isso ai! Não há o que acrescentar, ou melhor, apenas para ilustrar eu não quebro o controle porque jogo no teclado, aliás sem fio muito bom, tenho há mais de sete anos, e por isso não me atrevo a lançar sobre ele minha moderada violência quando fatos como esses citados no artigo acontece. E quando levo gol de cabeça e de escanteio, então? Já li aqui no próprio site dicas de como se defender disso, e isso me ira mais ainda, levar gol de cabeça… e quando tô ganhando 3 x 1, faltando dois minutos e da o tal do DNF. E quando uns engraçadinhos metidos a bom de dribles metem 4, 5 gols e depois ficam fazendo aquelas firulas que só mesmo jogo, porque o jogo pra mim é mais cadenciado, toque de bola, esperando a hora certa de infiltrar, pensando o jogo, fazer uma jogada de gol, etc. dribles apenas secos e normais ou quando necessários, se não tive outra saída. Enfim, belo desabafo esse artigo kkkkkkk

  43. Rodrigo Silva

    Olá Silvio! Ótimo texto, constantemente recebo broncas da minha esposa, porque a mesma não compreende estes ataques de fúrias momentâneos, e que os xingamentos são parte dos jogos Fifa, e está no sangue dos jogadores. Mas pode ser benéfico em alguns momentos, recentemente um amigo de infância que também joga Fifa, no modo Ultimate, depois de ter quebrado dois controles e perdido a paciência com o super aproveitamento do computador, tipo dois chutes dois gols, enquanto as vezes finalizamos de 15 a 20 vezes e vemos uns 10 ou mais milagres do goleiro, e alguns chutes que insistem em fazer a curva pra fora, resolveu me entregar seus jogadores pela bagatela de R$ 100,00, obviamente que eu não resistir comprei, mesmo querendo que ele não parasse de jogar, pois constantemente trocávamos ideias acerca do mercado e qual a melhor tendência para o comercio. Porém além dos jogadores ainda tinha uns 150k, e eu poderia usar a Web App dele para o comercializar assim teria o dobro de cartas no leilão. Enfim ainda consegui comprar um Pedro IF e um Sanchez com estas cartas, passado uma semana ele resolveu voltar a jogar então lhe entreguei sua Web App com uns 40k e aproximadamente mais uns 40k em jogadores para vender, pois é um amigo e não queria vê-lo começar do zero, e quanto aos momentos de fúria nada mudou. Recentemente foi minha vez de quase quebra um controle após estar ganhando de 1 a 0 da seleção da semana, tomei um gol nos acréscimos em uma cobrança de falta com maestria do computador, na qual um jogador sobe sozinho de e cabeceia, enquanto minha zaga parecia estar plantada no chão, como já estava bastante nervoso assim que soltei a bola, e acreditando não dar tempo de mais nada arrisquei um chute de longe com muita raiva o qual tive a felicidade e acertar e poupei o prejuízo do controle.

    1. Silvio Teixeira

      Pois é, estes dias eu quebrei o direcional apenas porque eu empurro demais para o lado, como se isso ajudasse a fazer com que ele vá mais ou melhor. Bem, foi tanto que quebrei o stick e meu jogador parou de se mexer, e olha que eu tava ganhando de 4×1 no segundo tempo. Imagina o terror que foi até o final do jogo…

  44. É Silvio, a identificação dos jogadores de fifa, não poderia ser melhor descrita. Todos, eu digo todos, vão se colocar exatamente como você descreveu. Eu tenho um agravante, eu jogo na sala de estar e para que se possa sair ou entrar na casa, a porta fica neste ambiente. Não preciso dizer que se torna uma passarela bem enfrente a tv. Quando alguém passa, e não consigo ver o jogo, tenho que me controlar para não jogar o controle encima dos meus. O ataque de fúria triplica e aí acabo perdendo a partida. Como já comentei, segundo os filósofos fifeiros de plantão, dizem que só se torna um bom jogador quando se mantém a calma. Mas como se consegue isso? Serei sempre um péssimo jogador!! rsrsrsrs. Um grande abraço e parabéns por mais essa identificadora matéria!!!

    1. Silvio Teixeira

      Bobagem, se alguem conseguir manter a calma em uma partida assim então essa pessoa não tem sangue no corpo. E outra, eu me sinto acanhado em ter meus ataques de furia com outras pessoas olhando, não me sinto a vontade, então acabo não tendo o mesmo prazer durante o jogo. Chego a preferir parar de jogar do que ficar nessa situação. Não tenho sangue de barata e se não consigo exteriorizar minha furia então acabo frustrado. Eu até tento as vezes, meio que me obrigo a manter a calma, as jogadas podem sair melhor mesmo, mas quando ele começa a abusar da minha paciência eu mato meu monge interior e dou lugar ao Fred Krueger novamente…

      Abração

  45. Sergio Ruivo

    Silvio este artigo é importante e chega a ser um tabú pra uma larga taxa de Fifeiros e gamers em geral. Acho que é a primeira vez que leio algo do gênero e colocado de forma tão pessoal e sincera que o leitor se pega com um sorriso estranho nos lábios ao final com tanta identificação.
    Não chego a socar-me, mas o surto aqui tbm é grande a ponto de minha esposa e filhos ficarem tensos quando jogo na sala. As vezes me tranco no quarto com a tela de 21″ e o mundo real esta lá, apenas naquele espaço. Minha esposa tem o sonho de acabar com meu xbox e o Fifa é o inimigo nº1 dela. Estou melhorando aos poucos mas as vezes a nuvem negra ainda toma conta do ambiente, então conto até 5, respiro fundo e digo: ” Isso é apenas um jogo, vamos atras do resultado, pode até ganhar mas não vai ser molezinha não seu idiota(rsrsrsr).

    Parabéns pelo artigo companheiro! Tamujuntu !

    1. Silvio Teixeira

      É isso que digo, ai quando eles percebem o nivel extremo de irritação que eu fico ainda vem dizer que se eu fico assim tão bravo que eu não deveria mais jogar este jogo. Comentário de quem não faz a menor ideia do que esta falando. O fato de ficar possesso é apenas consequencia, mas não evita de que sejamos apaixonados pelo jogo. Se um jogo não me causar nada, nenhuma emoção, então ele não me serve. Quanto mais me irrito, mais tenho vontade de passar por cima das tramóias do jogo, eu sou melhor do que isso. Mas vai entender… 🙂

      Abraço meua amigo

  46. Otima materia Silvio,eu me solidarizo com a sua furia…… Tem horas que eu tambem quero quebrar TUDO qui em casa jogando ultimate team,,,, As jogadas que mais me irritam, e que acontecem comigo direto, e quando o cara comete falta no meu campo de defesa,ai eu vou cobrar com o David Luis tocando para o ramires, que eu ja chamei para perto, para receber a bola…. Detalhe* o Ramires fica de frente para a bola,e do lado um pouco distante tem o atacante do adversario,ai eu miro no Ramires e aperto o botao de passe….. E……. A bola vai na direçao totalmente contraria a qual eu apontei e vai direto pro atacante do meu adversario que faz o gol…… Imagina a furia qui eu fico aqui em casa… E um bug da fifa, as vezes o jogador tem vontade propria,e toca onde ele bem entende…… Com o goleiro e a mesma coisa,vc vai sair com ele tocando pro zagueiro,ele vai e toca em outra direçao entregando a bola de presente pro oponente… Agora, quando isso acontece,pra extravasar a furia sem matar ninguem,eu começo a xingar a mae dos jogadores e a bater palma bem alto,com tanta força,que chegar a machucar a mao… To ate pensando em comprar um daqueles bonecos di treino do UFC pra sentar a porrada neles…….kkkkkk

    1. Silvio Teixeira

      Estes dias eu peguei uns daqueles isopor grande que eu tinha, e quebrei aos pedaços, foi bom mas acabou que fiz muita sujeira e o isopor acabou. Mas foi bom… 🙂

  47. Rafael David

    Silvio,

    Otimo texto. Conseguiu sintetizar a ira que nos consomem em nossos habitats.

    Soh quem joga para entender. Meus parentes nao jogam. Nao entendem.

    Mas o vicio continua…

    Abraços!

Comments are closed.