Review de FUT Facts – O Site Onde o Handicap de FIFA Termina

Review de FUT Facts

 
 

FUT Facts é um website que, através de artigos muito bem escritos, procura analisar de um modo quase científico os temas mais polémicos dos jogos da franquia FIFA, com particular destaque para o Handicap. Se quer saber tudo sobre o FUT Facts, leia a nossa review independente, a única que irá encontrar.

 
 


 
Outras Reviews
FIFA 17 Millionaire
FIFA Rosters
FIFA Gamers Pub
Dez Melhores Websites
FUT Facts

 

Reviews de FIFA 17 é um espaço que nos orgulhamos de apresentar no nosso website.

Embora disponibilizemos indiscutivelmente o melhor conteúdo sobre o modo de jogo FIFA Ultimate Team, tanto para iniciantes como para jogadores experientes, a verdade é que parte da comunidade só alcançará a melhor experiência de jogo se complementar o nosso site com outras ferramentas. O nosso principal objetivo é exatamente o de servir a comunidade, e por esse motivo criamos estas reviews mensais que apresentam novos produtos e serviços à comunidade e que revelam o potencial desconhecido de outros.

A nossa equipa trabalha diariamente há quase cinco anos com assuntos relacionados com este jogo. Excetuando as bases de dados, somos no mundo o site que os jogadores mais recorrem quando querem saber algo sobre FIFA. Está na altura de transmitirmos o conhecimento acumulado à comunidade, analisando livros, aplicações, websites e múltiplos serviços. Tudo para que a sua experiência em FIFA 17 não se esgote aqui e seja ainda mais gratificante. Reconhecidos por um superior rigor e isenção, publicamos neste espaço reviews completamente independentes, aconselhando ou desaconselhando determinados produtos e serviços de acordo com o seu perfil. Não nos limitamos a transmitir a nossa opinião. Baseamo-nos em factos e não temos limites. Analisamos tudo e para todos.
 
 
 
 
 

Review de FUT Facts

 


 
 

O que é o FUT Facts

O projeto FUT Facts nasceu no norte da Europa, no Verão de 2015. Disponível em língua inglesa, este website vale sobretudo por disponibilizar artigos escritos de um modo inteligente e com uma abordagem científica, sobre os temas mais polémicos dos jogos FIFA. Entre eles encontram-se os price ranges, o emparelhamento de jogos, as estatísticas dos jogadores e sobretudo o handicap.

 
 
 

O Conteúdo do Site

Em FUT Facts apenas encontrará artigos sobre o jogo FIFA. Não há muito por onde navegar, apesar de ainda assim poder filtrar o conteúdo que quer ler por quatro capítulos distintos: ‘Must Read’, onde encontra uma seleção dos artigos que o autor considera serem os melhores; ‘Scripting’, onde constam os textos sobre o tema mais polémico do jogo; ‘FUT Matters’, que reúne factos interessantes sobre o modo Ultimate Team; e finalmente ‘Data Section’, dedicada aos posts que analisam o jogo estatísticamente.

Ao visitar este website irá encontrar um conjunto de artigos muito interessantes e bem conseguidos. Você sabe, por exemplo, que quem joga na PS4 marca mais golos por jogo do que quem joga na XBox One? Sabe como é que o emparelhamento ELO escolhe o seu próximo adversário? Sabe o que a sua divisão atual pode dizer sobre as suas qualidades enquanto jogador de FIFA? Se respondeu que não, descubra as respostas em artigos fundamentados com dados concretos. Encontrará ainda em FUT Facts, tentativas várias de justificar certos acontecimentos que consideramos anormais e que a comunidade tende a catalogar de handicap: golos nos últimos minutos, super guarda-redes adversários ou derrotas em jogos cujo domínio foi total.

 
 
 

Review de FUT Facts - O Site Onde o Handicap de FIFA Termina
 
 
 
 

FUT Facts – Pontos Fortes


 

QUALIDADE DOS ARTIGOS

Você teria interesse em ler um artigo sobre o sentido de orientação dos pombos correio? Se respondeu que não, reconsidere a sua resposta. Se fosse o autor deste website a escrevê-lo, talvez você até quisesse relê-lo. A verdade é que ler assuntos pouco interessantes, o que não é de todo o caso de FUT Facts, pode ser extremamente gratificante se os textos forem de uma qualidade inquestionável. Os artigos deste site têm cabeça, tronco e membros, tentando responder não só à questão levantada no título, como a todas as outras que surgirem a si durante a leitura do texto, redirecionado muitas vezes para outros artigos mais específicos.

 

ORIGINALIDADE

Existem muitos sites sobre FIFA mas a maioria publica o mesmo tipo de posts. Como se não bastasse muitos são cópias quase integrais do site oficial da EA ou do nosso fifauteam.com. Felizmente, não é o caso de FUT Facts, que se distingue por debater temas sempre muito originais e ao mesmo tempo interessantes.

Aliada à qualidade dos seus textos, esta originalidade contribui decisivamente para que olhemos para FUT Facts como uma espécie de ‘site de culto’.

 

ABORDAGEM CIENTÍFICA

Um blog de FIFA Ultimate Team dedicado a quem prefere conhecer do que acreditar‘. É esta a tagline de FUT Facts e que resume na perfeição a sua filosofia.

Para quem como nós, e como o autor do site, tem um background científico, é muito fácil identificar nestes textos os diferentes estágios do método científico: em quase todos eles é definido um problema, feita a observação, levantada a hipótese posteriormente testada com uma experiência e finalmente tirada uma conclusão. Para encontrar resposta às perguntas complexas que são levantadas, o autor socorre-se frequentemente, e muito bem, dos números. Partindo de dados retirados do jogo, e utilizando amostras de grande escala, ele faz-se valer da sua longa experiência profissional em análise estatística e consegue justificar muitas das questões mais complexas de FIFA Ultimate Team. O resultado são artigos muito bem estruturados, que apresentam conclusões inequívocas que só poderiam ser alcançadas se suportadas por factos. Ou seja, por números.

Se você for, por exemplo, um acérrimo defensor da existência do Handicap, será difícil esgrimir argumentos com FUT Facts. É que as conclusões são de tal modo bem fundamentadas que você irá sentir-se ‘desarmado’. Se quiser tirar o melhor deste site, recomendamos que adopte um pouco desta filosofia científica, aberta a todas as hipóteses. Ponha de lado as suas convicções e procure também você por respostas.

 
 
 
 

FUT Facts – Pontos Fracos

Review de FUT Facts - O Site Onde o Handicap de FIFA Termina

 

ATUALIZAÇÕES

É frequente o erro de se querer comparar sites com âmbitos diferentes. Dizer-se, por exemplo, que o FUTHead é melhor que o FUT Facts, revela uma enorme falta de compreensão de que as coisas não têm de ser todas generalizadas. O FUTHead é essencialmente uma boa base de dados, enquanto que o FUT Facts cinge-se basicamente a textos sobre temas polémicos. Não são comparáveis.

Por ter um espectro de assuntos tão limitado, é normal que o número de artigos publicados em FUT Facts seja também ele menor. Porém, consideramos que ainda assim o site poderia ser atualizado mais frequentemente. Afinal de contas, um novo artigo a cada 15 dias não é suficiente para saciar o apetite dos fãs da página.

 

PROFISSIONALISMO

FUT Facts não é um site que vise o lucro. Ele é sobretudo recreativo. Como tal, é natural que alguns elementos apresentem um aspeto menos profissional. Não temos propriamente grandes críticas relativamente ao design do site ou à sua navegação, mas nota-se alguma falta de profissionalismo em pequenos detalhes. Não existe, por exemplo, uma política de privacidade ou termos de utilização, que são obrigatórias, e o logótipo poderia ter sido mais bem trabalhado. São apenas pormenores, mas que de certo não passam despercebidos aos mais exigentes.

 

COMUNIDADE

Um projeto como este merecia mais participação por parte da comunidade. Os comentários no site são muito raros e a presença nas redes sociais é quase nula. Obviamente que não é por aqui que se mede a qualidade de um site mas, dado o caráter polémico da maioria dos artigos, seria muito bom conhecer opiniões contrárias também elas bem fundamentadas.

 

 
 
 

FICHA TÉCNICA

Nome
FUT Facts

Site Oficial
futfacts.com

Preço
O site não tem fins lucrativos. Porém, donativos são bem vindos.

Data de Lançamento
Julho 2015

Ferramentas Incluídas
Artigos

 
 
 

Análise Final

FUT Facts é um pequeno projeto que se esforça para que os jogadores deixem de defender determinadas ideias só porque são de aceites por uma parte significativa da comunidade. Nós admiramo-lo por isso. Ele tenta que todos deixemos caír as nossas convicções e procuremos respostas para os temas mais quentes de FIFA Ultimate Team, seguindo sempre que possível um pensamento e uma metodologia científica. Se você acredita na existência do Handicap no jogo, não irá gostar de FUT Facts se não estiver recetivo a ouvir argumentos que defendam a ideia contrária. Ninguém lhe estará a pedir para que aceite as ideias do autor, mas sim para que você encontre respostas que lhe permitam defender as suas com as mesmas armas.

Infelizmente, FUT Facts é desconhecido da maioria da comunidade. Poderia ser um sítio bem mais interessante se fosse possível ler ideias contrárias, argumentadas com a mesma qualidade com que o autor o faz. Às vezes fica a ideia de que ele não é suficientemente imparcial.


 
 
 
 
 

54 thoughts on “Review de FUT Facts – O Site Onde o Handicap de FIFA Termina”

  1. Mario Inglese

    Só para relembrar e matar as saudades acabei relendo uma matéria sobre o assunto escrita pelo saudoso Silvio Teixeira em 24/11/2014 sobre o título:

    Tête a Tête com Silvio Teixeira: Handicap, Isto Existe ?
    pode acessar no link: https://pt.fifauteam.com/handicap-isto-existe/

    Onde o Silvio Teixeira embasa sua análise e explica seu ponto de vista e o que é realmente Handicap conforme seus jogos on line e off line.

    Abraços a todos da comunidade fifaUteam

    1. Rodrigo Lopes (Admin)

      Bom saber que há quem use a plenitude do que o site tem para oferecer e não apenas os últimos artigos.

      1. Eu não tinha lido esse artigo, mas a conclusão dele e semelhante à minha, nos 90 e ou 120 min o time que tiver em desvantagem recebe um bônus adicional de fôlego, e quando o jogo está no 0x0 aquele que foi dominado recebe esse adicional e acaba por matar o jogo.

        Os demais lances bizarros são erros de programação e ou lógica de posicionamento.

        Quando chega ao final do jogo mesmo que vc esteja vencendo seu adversário por 4×0, perceba que ao final da partida o seu adversário acaba fazendo um gol de honra, perceba que os jogadores ganham mais velocidade e interceptando as bolas.

        O jeito é tentar dar um pause quando estiver chegando nesse final de jogo e tentar segurar ao máximo o controle da bola.

      2. Caio Revolta

        Eu tbm busco muito conteúdo antigo. Pesquisa e conhecimento! 😉

  2. Certas coisas não se explicam em FIFA, tinha um Erikssem IF 87 voando em campo, gols quase todos os jogos, participando efetivamente o tempo todo, jogava nele e ele decidia.
    Comprei o IF 88 dele e o mesmo não produzia nada, não aparecia para o jogo, e olha que tentei pelo menos uns 10 jogos.
    Vendi e comprei novamente o 87, meus problemas se acabaram, vai entender a EA…

    1. Isso aconteceu com o meu Keita IF 86. Comprei o 87 quando saiu e voltei pro 86 pq o 87 parecia um retardado em campo, enquanto o Keita tinha a mesma média de gols que meu Lewandowski. Vai entender…

  3. Mario Inglese

    Ontem ganhei uma partida “perdida” naquele famoso 90′ do 2º Tempo. É claro o jogo só termina quando acaba, ou melhor, quando a programação do jogo assim o desejar.
    Estava jogando com meu time TOP CR7, Suárez, Willian IF etc… Estava perdendo de 1X0 e o jogo todo foi dominado pelo adversário que também tinha um time TOP.
    Aos 44′ do 2º Tempo consegui fazer um GOLAÇO com o Suárez (possivelmente com meus méritos).
    Mas, aos 47′ do 2º Tempo (o juiz deu 2′ de acréscimo) eis que o CR7 perde um GOL feito cara a cara com o Neuer, e pasmem, acontece o MILAGRE (Handicap, talvez?) O Neuer já havia defendido o lance, ele pega a bola com as mãos e vai em direção à linha de fundo do seu próprio gol, solta a bola no chão e tromba com seu próprio zagueiro, daí a bola sobra para o meu CR7 praticamente empurrar a bola pra dentro do GOL. Resultado 1X2 para meu time.
    Sensacional!!! Posso dizer que sou um EXCELENTE jogador, ou um cara de sorte, sei lá!
    Minhas convicções só aumentam sobre a existência de “manipulação” no jogo. Lances iguais a esse já havia assistido muitos no Youtube, mas nunca havia tido o prazer e a emoção de ser “favorecido” num lance tão bizarro IN GAME.
    As opiniões sempre serão divergentes, a FAVOR e CONTRA a existência ou não do HANDICAP.
    A verdade é que dificilmente jogos eletrônicos – o FIFA/FUT incluído – não deixariam de utilizar programação pré-definida para favorecer a CASA (Empresa/Dona do Negócio).
    Lances bizarros e falhas na criação do jogo podem realmente existir, como jogadores trombando, jogadores ou bola sumindo, etc…
    O difícil é estabelecer a diferença entre erros de programação e “manipulação” e “influência de resultados”.
    Talvez os dois andem juntos, lado a lado, ou talvez sejam faces da mesma moeda.
    Não sou exímio jogador de FUT, e nem pretendo ser. Apenas evolui meu modo de jogo e finalmente consegui me adaptar ao FIFA.
    Criei uma conta nova no XBox-One em Agosto de 2016, portanto para a EA sou jogador novo. Comprei o jogo pela LIVE e recebi os pacotes da versão DE LUXE. Comprei 36.000 Fifa Points e portanto me enquadro na principais características que a EA admira e que, possivelmente o HANDICAP privilegia.
    Aprendi a jogar razoavelmente bem, pelo menos não passo muita vergonha. E sempre que pode o jogo anda me favorecendo, mas até quando.
    No FIFA 18 já serei um veterano, e talvez a EA e o HANDICAP não irão me favorecer na mesma intensidade.

    Abraços a todos e uma excelente semana!!!

    1. Eu nunca tive dúvidas que o jogo é manipulado. Chamem o que quiser, mas é a maior verdade.

      Outro dia por acaso joguei contra o mesmo adversário 2 vezes num intervalo de 2 ou 3h. Na primeira levei de 3 x 0 e culpei o handicap. A minha bola não entrava e o adversário chutou 4 vezes e fez 3 gols.

      Na segunda partida todas aquelas minhas bolas que não entraram na primeira partida resolveram entrar. Resultado 6 x 0 para mim.

      A EA é muito descarada e sem moralidade nenhuma. Canso de perder jogos em que o adversário chuta uma ou duas vezes e marca enquanto eu chuto dez e não entra nenhuma.

      Eu não sou burro e sei quando o adversário é melhor do que eu. Agora perder para a EA é jogo sujo.

      A EA quer é que compremos fifa points, mas nesse fifa 17 nem vale a pena pois os pacotes só trazem refugo. Eu sempre gasto 100€ por ano em FP e posso dizer que esse FIFA 17 é o pior de sempre em termos de pacotes.

      No fifa 18 provavelmente não vou gastar dinheiro em FP pois não vale a pena.

      1. Caio Revolta

        ***A EA quer é que compremos fifa points, mas nesse fifa 17 nem vale a pena pois os pacotes só trazem refugo. Eu sempre gasto 100€ por ano em FP e posso dizer que esse FIFA 17 é o pior de sempre em termos de pacotes.****

        Acho que isso resume quais são os já velhos conhecidos motivos da EA para querer um jogo manipulado e sem moralidade!

        E aí o pessoal que defende da EA, justifica que isso acontece na vida real tbm. Mas com que frequência isso acontece? De repente, isso ocorra a um time, uma vez a cada 20 jogos? De não dar a menor chance pro adversário e perder com um gol de zagueiro trombando aos 90? E no Fifa? Se vc jogar por 3 horinhas apenas, quantas vezes vai acontecer? Umas 6, 7 ?

        Então, por favor, o pior cego é aquele que não quer ver!

    2. Se a EA quer tornar o jogo um e-sport e a mesma está promovendo o game em torneios internacionais que vantagem ela teria em ficar criando vantagens e ou desvantagens para determinado jogador.

      Se pensarmos assim todos esses jogadores profissionais que estão participando dos torneios na verdade não são bons jogadores e sim conhecedores da manobra do Handicap?

      Pra mim existe sim erros de programação,é nítido que muitos “bonecos” perdem performance quando aumenta o IF, os mesmos por sua vez não cumprem o posicionamento tático terminado.

      De fato é estranho o fenômeno dos 90 minutos, e é ai que pra mim algo acontece na programação, pois o time que tiver em desvantagem parece receber um fôlego bônus para tentar marcar um gol.

      Muitos também utilizam isso com desculpa, mas o fato é que temos um problema, mas não dá para dizer que é algo que favoreça “A” ou “B”, pois ja venci desde de jogador querendo jogar com todo o time prata e jogador com time Top.

      Mas o efeito 45, 90 e 120 minutos, pra mim é o grande fator que a EA coloca, o bônus adicional ao time que esta em desvantagem.

      1. Caio Revolta

        Cara, vc pode usar a lógica que vc quiser. Mas como eu venho dizendo, o que manda, são nossos olhos, o que estamos vendo acontecer dentro de campos e as percepções claras que temos sobre quando a bola rola. Contra isso, absolutamente não há argumentos e são milhões de pessoas quem possuem a mesma opinião, coisa que não acontece, por exemplo, com um Call of Duty. Se houvesse lá a mínima desconfiança, certamente já teria se espalhadado igual o Fifa. Mas não! Quando você joga um jogo manipulado, eu vc, o cara que tá na China ou no Paquistão, estamos vendo que é manipulado. Quando o jogo não é manipulado, ele não é e ponto final!
        E outra, razões que justifiquem o uso de manipulação, existem tanto quanto existem razões que não justifiquem. Visto isso, fico com a sensação que tenho DENTRO do jogo, com a bola rolando, que são as piores possíveis.

        1. Caio,

          Cada um expressa a sua opinião nos mais diversos pontos de vista, todos nós quando entramos nas partidas queremos vencer, e é frustrante quando nada da certo e procuramos por muitas vezes buscar desculpas não logicas.

          O autor do artigo tira as suas conclusões com base em dados, e a minha pratica em mais de 1000 Partidas realizadas no Fifa, verifiquei que quando se aumenta a barra de velocidade nas táticas personalizadas os times tendem a cansar muito rápido quando estamos no clima seco e ou em chuva, e dai veem a impressão que o time esta travado no campo.

          Observo que os problemas de rendimento de performance da partida se acentua quando chegamos próximos do final, ou seja, e ai que entra algum algoritmo de favorecimento que a CPU interpreta placar e domínio de jogo.

          Se você tiver vencendo no primeiro tempo vai notar que o time de seu adversário vai ficar muito intenso aos 44 minutos, e se você mantiver a vantagem vai levar uma pressão a partir dos 88 minutos, e correrá o risco de levar um gol aos 90 com acréscimo.

          E se a partida estiver no 0x0, aquele que tiver menos domínio da posse de bola durante o jogo e que levou maior pressão, vai ganhar a vantagem da estamina final e vai ter dar uma pressão absurda para fazer o gol.

          O que vejo é que o Handicap esta atrelado aos finais das partidas, seja no primeiro tempo e ou no segundo tempo, o que tenho usado como formula é cadenciar o jogo nesses períodos finais e tem dado certo.

  4. essa semana aconteceu algo estranho na partida, não foi handcap foi mais um bug, estava jogando Draft e meu adversario tinha um lateral pra cobrar eu estava marcando o jogador dele q iria recebera bola q era o messi e o meu jogador era o neymar, qndo ele cobrou o meu jogador neymar foi cabecear a bola qndo a bola chegou o neymar sumiu, e ele recebeu com o messi porem em seguida o jogador dele parou com a bola e fico no mesmo lugar dai do nada ele deu um chutão pra frente meu zagueiro pegou a bola e sai jogando e nisso o neymar ainda sumido, kkkkkkkkkkkkkkkk fui ao ataque chutei pro gol a bola foi pra fora e ai o neymar aparece do nada no mesmo lugar onde sumiu kkkkkkkkkkkk, sera q foi uma abdução, kkkkkkkkkkk depois ainda meu adversario mandou msgm perguntando se eu tinha feito algum glitch, kkkkkkkkkk se fosse pra fazer eu ia fazer pra sumir o jogador dele não o meu kkkkkkkkkkk…..

    1. Isso acontece constantemente quando se cobra escanteio e você intercepta, a melhor coisa a fazer é chutar pra lateral. É um bug isso!

    2. Rodrigo Lopes (Admin)

      Infelizmente há de existir sempre erros desse tipo. Estamos a falar de um jogo com um grau de complexidade considerável. Mas lá que foi esquisito, lá isso foi. 🙂

  5. Na minha opinião handicap não tem a só a ver com o facto de fazer 15 remates e não marcar um golo, ao contrário o adversário num remate fazer um golo, penso que tem mais a ver com situações como já li aqui, tais como a equipa não reagir, os jogadores demoram uma eternidade para controlar a bola até que ficam sem ela, fazer um passe numa direcção e a bola seguir noutra, ter uma linha aberta para efectuar o passe, e o jogador erra descaradamente, ao fazer a troca para dominar o jogador mais próximo da bola, e fico a controlar outro mais longe, esta troca faz com que o adversário passe pela minha defesa sem qualquer oposição, nos últimos 10 jogos que fiz não consigo marcar um livre em condições, a barra de força bloqueia no início e não consigo controlar a intensidade do remate.
    Hoje fiz um jogo em que no final tinha um remate feito, e nem sequer foi à baliza, o adversário era assim tão forte? Não!!! Pura e simplesmente eu não conseguia jogar, praticamente não passei do meio campo, os passes não saiam, os jogadores não se mexiam, e o adversário chegava sempre primeiro à bola.
    Estes são apenas alguns exemplos que me lembro.

    1. Caio Revolta

      Exatamente, Miguel. Essas são as situações e percepções IN GAME que eu falo, que estatística nenhuma consegue vai conseguir mensurar. Números não valem de nada, quando a gente está vendo que o que está acontecendo em campo, absolutamente não é mérito do seu adversário e sim de alguma programação obscura por trás do jogo.

      1. E por falar em estatística, aquele quadro com a % de passes certos e remates, deixam-me muitas dúvidas, quem é não teve jogos em que tem mais golos marcados que remates à baliza, jogos em que não acertamos um passe ou remate, e depois aparece uma % alta

  6. De fato acontece muitas coisas estranhas no fifa fut, sempre acreditei não existir o handicap, sempre achei ser um fator psicológico, muitas vezes quando saímos perdendo no placar acabamos por aumentar a intensidade do jogo e com isso derrubando o físico dos jogadores.

    No próprio artigo faz uma análise que a EA tem uma rotatividade de funcionários, o porque nenhum até hoje comentou algo a respeito?

    O fifa tem uma complexidade de banco de dados atrelados aos jogadores, cito um exemplo de você estar usando dois jogadores com a função de amador, ambos tentarão ocupar o mesmo espaço, sendo assim acaba ocorrendo os lances bizarros.

    Fiz alguns testes aonde coloquei 3 meias com as mesmas características, e foi um fracasso, o entrosamento no funcionava, acredito que exista um erro de algoritmo serio a respeito das características dos jogadores, e isso com certeza aplica a jogadores de outras posições que deva influenciar diretamente na partida.

    Mas como sempre o handicap é uma duvida, e após essas ultimas atualizações aonde a EA começou a esconder o nível do jogador que entra no fifa Champions, comecei a observar ao final da partida que a maioria dos adversários que tenho sofrido derrota são do ano de 2017.

    Estou com a pulga atrás da orelha ultimamente.

    1. Caio Revolta

      Banco de dados atrelado aos jogadores? Corta essa, no Fifa, os únicos atributos que são levados à sério, são velocidade e velocidade. Se você jogar PES vai ver que ali sim tem um banco de dados por trás. Jogador que tem 90 de velocidade, tem 90 de velocidade. Jogador que tem 50 de passe, não acerta passe de dois metros. Zagueiro com 60 de defesa, não consegue parar nem uma criança de 5 anos.

  7. O handicap desanima o jogador, porém ele é contra e também a favor, quando é a favor o jogador fica faceiro, como aquele famoso chute de fora da área que bate no zagueiro adversário e morre no fundo do gol aos 90 minutos. Nessa última WL eu quase fiquei louco, consegui o meu habitual ouro 3 que já me deixa faceiro da vida, porém um lance me deixou puto da cara, após o empate do adversário aos 85 minutos eu já sabia que iria perder e então veio o pênalti aos 89 minutos para o adversário, acertei o canto do chute e percebi que o meu goleiro encurtou os braços para evitar a chegada da bola, ficou nítido que mesmo eu mesmo eu acertando o canto e colocando a defesa em modo rasteiro, não foi possível vencer aquele chute fraco e determinado para acabar com o meu sonho de ouro 2 kkk

    1. Já aconteceu algo parecido comigo. Apesar de ter pulado para o canto certo, meu goleiro pulou para o outro… Se ele tivesse ficado parado eu acharia que demorei para por pro lado ou algo assim, mas pular para o outro lado foi absurdo.

      1. Atualmente eu fico mexendo o goleiro para um lado e para o outro, muitos acham que vou me atirar e acabo ficando no meio, já peguei vários penaltis assim, porém quando não é para ganhar é capaz de ficar até sem goleiro kkk

  8. Eu só sei que é muito estranho…Montei um baita de um time com os melhores da liga inglesa, inclusive com lukaku if 89, mane if 87 e kante if 85, jogo com koscelyne (acho q se escreve assim) e kompany na zaga, jogo tipo entre 5 e 8 jogos e esses 2 zagueiros ficam fixos, nao sobem (é assim q configurei) ai jogo bem e quase nao perco, depois de algumas vitorias seguidas do nada, todo jogo, o kompany começa a subir nao fica fixo na zaga, ai perco muitos jogos por conta q levo contrataque e mesmo q eu va e coloque novamente nas taticas p ele nao subir e nao deixar a posicao dele ele sobe, com isso fico uns dias sem jogar tipo 1 ou 2 semanas, ai ele normaliza e nao sobe mais. Nao entendo pq isso acontece.

    1. Caio Revolta

      De acordo com uma matéria do Crlarsen, isso acontece pq a maioria dos jogadores são medianos, inclusive você (palavras dele hahahahaha). Então, as chances de você encontrar um cara mais fraco que vc, percentualmente falando, é menor do que encontrar um cara mais forte.
      Porém, o meu grande questionamento, e que ele não explica em post algum, é deixando a balela de estatística de lado, e olhando do ponto de vista prático: por que in game, seu time não rende? Pq os zagueiros se trombam da forma mais bizarra, exatamente naquele momento decisivo do jogo, pq um jogador ruim começa a te dar trabalho no meio de uma partida, pq vc compra um zagueiro com WR low para ataque e high pra defesa e o desgraçado vai pro ataque na hora errada, com a instrução defensiva pro seu time, pq vc aperta o botão de chute na zaga pra aliviar, 2 , 3 vezes e seu jogador fica parado, até o atacante do cara tomar a bola e fazer o gol, pq vc lança pro seu CR7 e o mesmo perde na corrida pro Terry e aí o Terry faz um lançamento de 60 metros pro Dost do cara que deixa seu Bruno Peres comendo poeira, tudo isso no mesmo lance?
      Qual critério a EA usa pra colocar o jogo do rebaixamento ou do título, sempre o mais difícil? Seja qual critério for, pq isso sempre acontece? E se isso acontece, o que mais eles não manipulam?
      Perguntas não faltam. Perguntas que estatísticas não conseguirão responder, pq o que manda, é a sensação IN GAME que temos, e isso, nenhuma estatística pode mudar.

      1. Handicap existe sim, eh fato, porém um bom time resolve estes problemas quase sempre. Ficava me perguntando pq eu era tão fraco, jogando esta bagaça desde 2013 e vendo os ” youtubers da vida” ganhando 35 partidas em 40.
        Pois bem, neste fim de semana consegui montar um senhor time:
        De Gea, Walker, Smalling, David Luiz IF e Alonso 85, Kante IF, Pogba, Rooney roxo e Eriksen IF, ataque Hernandez (legend) e Lukaku IF, resultado, 34 vitórias no WL com o time voando em campo.
        Meu segundo time, De Gea, Sagna, Koscielny, Varane (azul) e Sidibé (azul), Kante IF, Pogba, Matuidi e Ben Arfa, ataque Cavani IF e Lacazete.

        As duas equipes jogando facilmente e criando oportunidades de gols o tempo todo. Das minhas 6 derrotas, 1 foi desconexão, 2 nos penaltys e 3 no jogo.

        Então, desta vez o handicap não me pegou.

        Abraço a todos e parabéns pelas mensagens.

    2. Mario Inglese

      Olá Job! Apesar do Handicap (sim, ele existe) interferir no jogo, existem alguns fundamentos que deixam o jogo mais equilibrado. No seu caso mesmo que você seja um exímio jogador de FIFA/FUT acho que sempre vale a pena mexer nas táticas personalizadas, deixando a largura e a pressão mais compacta. Além que os laterais também defendem, ou seja, para “enganar” a IA (Inteligência Artificial) é preciso mudar a forma de jogar a cada 5 partida ou menos. Tenho a impressão que quando começamos a perder muitas partidas seguidamente é porque a IA já dominou seu “estilo de jogo” e o Handicap se encarrega do resto.
      Ultimamente tenho conseguido um número alto de vitórias on line, utilizando mudanças de formação e colocando o time em ataque total. Quando começo a sofrer derrotas e vejo que os jogadores não obedecem sua configuração, troco de formação e de tática personalizada. Os laterais avançam e assim por diante.
      Eu sou um péssimo jogador, mas graças a essas mudanças tenho conseguido surpreender em alguns jogos. Existem vários vídeos e muitos sites explicando esses fundamentos, inclusive o fifaUteam.
      Apenas completando, eu gosto muito do Koscielny, mas seu companheiro de zaga poderia ser outro pois o Kompany talvez não seja a escolha certa. Eu colocaria o Azpilicueta IF que é monstro na zaga e não pode faltar nesse time Top da BPL.

      Abraços e espero ter ajudado de alguma forma e uma ótima semana!!!

      1. Pra falar a verdade nunca gostei de mudar de formação e tal, mais realmente isso que você falou pode funcionar, vou testar. Obrigado pelo comentário e ótima semana p vc tb

      2. Tive o azpilicueta IF e depois testei o David Luiz IF, acabei vendendo o azpilicueta. O David Luiz se atira mais ao ataque, mas ele tem uma antecipação que ganha quase todas, minha zaga tem ele e smalling, estou bem seguro com eles.

        1. Mario Inglese

          Perfeito seu comentário Leonardo. É isso mesmo o Smalling é um dos melhores zagueiros da BPL. Eu já joguei com dupla de zaga Koscielny e Smalling, e hoje meu time tem Sergio Ramos e Smalling.
          No caso do Job ele não quer o seu zagueiro Kompany subindo pro ataque, então a melhor opção é ter um zagueiro com Baixo pro ATA
          e Alto pra DEF, ou no máximo Médio pro ATA/DEF.
          Mas realmente o David Luiz é excelente zagueiro, não testei a versão IF dele pois não tenho coins pra isso.

          Abraços e um excelente fim de semana!!!

          1. Mario Inglese

            …continuando
            O que estraga o Kompany, na minha opinião, é sua velocidade lenta, muito baixa para um zagueiro. Daí a maioria dos zagueiros da BPL são melhores que ele nesse atributo.

  9. Fala pessoal! Há tempos não visitava o site e, ao voltar, vejo o Revolta, o Inglese, o Rodrigo tratando de…. handicap! Então, gostaria de deixar uma palhinha…
    Como sabem, meu conhecimento é do Mobile e este ano o bicho veio muito ruim, assíncrono, com péssimo gameplay, card-collection etc. etc. etc. Mas recentemente, num dos últimos updates, introduziram uma novidade que talvez os amigos do console desconheçam. Assumiram descaradamente a manipulação do jogo – Afirmaram textualmente!!! – Só que é um handicap ao contrário! Para incentivar a compra de packs e FPs, o time com maior overall é beneficiado! Isso mesmo, os jogadores que gastam mais e obtém as maiores cartas, sempre vencem. Aquela diversão de montar times pratas e bronzes apelões não mais existe. Não há nenhum tipo de habilidade envolvida. Quem gasta mais, vence mais. Simples assim! E o jogo que já era uma m*, ficou pior ainda. Mas onde quero chegar é o seguinte (mesmo considerando a IMENSA diferença entre o mobile e o console, já que nem mais simulador o mobile é):
    – É extremamente simples e fácil inserir na engine do game um componente que favoreça este, ou aquele time.
    E eu que sempre acreditei em handicap e scripting, posso dizer ao Revolta:
    – Mano, tu não tá maluco! 🙂

    1. Caio Revolta

      hahahahahaha boa, valeu pela moral, Veesoo.
      Cara, sinceramente? Eu prefiro deste jeito que você citou. Eu jamais gastarei meu suado salário com porcaria de FP’s aos montes em Fifa. Posso até querer um timinho mediano, mas times de 5, 10,15 milhões de coins igual ando vendo nas WL, jamais!! Porém, há algum padrão nisso: tem time mais forte, vai ganhar! É um saco, ok. Mas há algum padrão. Como era em Fifa 09,10,11 e 12. Se você era melhor, você vencia. À partir do momento que começaram a colocar fatores obscuros no jogo, virou esse lixo sem padrão que é hoje, onde vc está dominando seu adversário, vencendo de 3×0 fácil e do nada, seu time desliga e vc toma uma virada. E fica olhando impotente pra TV.
      Eu defendo procedimentos padronizados. O roubo aleatório do Fifa, como diria nosso mais novo amigo Crlarsen, has a lot of annoyances.

      1. Parece interessante, mas não é, Revolta.
        Tenho 2 contas no Mobile: um time forte, mais antigo e outro mais recente, com ovrl menor. Jogando contra um mesmo adversário, se bato uma falta com o time fraco, o goleiro faz uma defesa impossível. Já com o time forte, a mesma falta, batida com o mesmo jogador, você vê o goleiro indo com a mão mole e espalmando para dentro do gol. Outro exemplo, que já havia antes do update e ilustra bem o scripting – há um treinamento muito fácil, que para ser concluído vc precisa acertar 3 x no travessão. Todo mundo acerta! É óbvio que a AI leva a bola ao travessão e faz isso por vc. Seria impossível um acerto de 100%. Vc só erra se mirar na bandeirinha de escanteio! (rsrsrs). Ora, se a AI faz isso no treinamento, por que não faria durante o jogo??!! E se faz isso no mobile, por que não faria no console de uma forma menos descarada??!!
        Mas voltando ao post inicial, parece que a EA ao assumir beneficiar os times com maior overall, no mobile – mudou sua estratégia. Antes priorizavam a manutenção de todo e qualquer jogador, não queriam perder nenhum novato frustrado com seus resultados. Agora, priorizam os jogadores que “pagam”. Até por conta de ser um jogo gratuito, optaram por manter uma base menor, porém mais lucrativa….

  10. Caio Revolta

    Continuação…
    O que estamos falando sobre, é aquela sensação que seu time realmente se desligou. Existe uma outra matéria dele, falando sobre como a habilidade do nosso adversário impacta no nosso sucesso no jogo. Então!! Não estamos falando de bons jogadores que conseguem se impor e se antecipar aos nossos movimentos. Estamos falando de quando claramente nosso adversário parece uma criança de 2 anos de idade com o controle na mão, quando somos infinitamente superiores e mesmo assim, nosso time simplesmente não nos obedece. Ou quando dentro do mesmo jogo, o nosso Cr7 não consegue se mexer e o Musa do cara encarna o Pelé. Quando nossos jogadores não correm, não se mexem, não defendem, não atacam, quando o goleiro pula rasteiro pra uma bola chutada no alto (notem que isso absolutamente NÃO acontece na vida real e absolutamente nenhuma estatística pode explicar isso). Enfim, não somos retardados e nem loucos. Sabemos diferenciar quando nosso time simplesmente não responde. Um exemplo claro disso foi quando veio à tona a palhaçada e o roubo da EA, atribuindo quimica máxima de 4 pontos a todos os jogadores lançados após o dia UM. E todo mundo falava que seus IF, TOTS, etc, não rendiam como deveriam render e eram ridicularizados em todos os cantos, com os mesmo argumentos empíricos de sempre. E graças ao inconformismo de uma pessoa, a trapaça foi descoberta, mas aí a EA já tinha conseguido onerar milhões e milhões de pessoas.
    Enfim, nossa sensação é real e não há website no mundo que com meia dúzia de estatísticas, vai conseguir provar o contrário.

    1. I do not agree with the idea that you easily and with certainty can tell that a bad match was caused by your team performing worse than usual. I have seen loads of videos where people claim that this was what was happening, and it’s usually obvious that the real explanation has to do with the skill gap between the involved players. The opponent can really make it appear as if your players aren’t performing.

      About EA’s possible motives, my point is a bit more subtle than you perhaps realized. It’s evident that a frustrated player will stop playing the game, but that not only goes for bad players. So, EA has a strong interest in preventing frustration. Making the game unfair is not going to help them the least bit. And as for bad players, they already solved the problem through ELO matchmaking. There is no reason to match bad players against random opponents and try to fix it via scripting when you simply can match them against equal opponents in the first place.

      1. Caio Revolta

        Crlarsen, i REALLY appreciate your genuine interest coming here and sharing you experiences with us. It’s a honor for all of us.
        Regarding the first point, it is what happens to the most of the people. Of course some people claim clearly without reason. But what we most see are matches against veeeeery bad players. We are able to identify what is a bad and a good player. And a good player doesn’t become good in the middle of the match. He is good as soon as the game begins. And in many cases, absolutely from nothing, your team shuts down and all the actions begin to run wrong. And it happens not for only one game. It happens all the time. With no explanation. Many times, 2, 3 times in the same match. Mainly if it’s near from the 45, 90′ minutes.
        And what about the relagation streaks? Have you ever seen that when a relegation streak occurs, after a little time your team simply wakes up from a deep sleep and happens to win, 10, 12, 14 following matches? For me, it seems veeery suspicious.
        And what about that certain match, that one you can win a title or going to sour a relegation? Why these matches are the most suspicious ALWAYS?
        Finally, I really believe something dark happens behind the scenes of this game. As the discoverer of the chemistry glitch sayed on his Reddit post: PLEASE EA, BACK TO BASICS!
        Again, Crlarsen, thank you!

        1. Thanks a lot for commenting and responding.

          “Regarding the first point, it is what happens to the most of the people. Of course some people claim clearly without reason. But what we most see are matches against veeeeery bad players.”

          I have to disagree. There are no bad players in weekend league, and with regards to FUT seasons, we have known some time that the game matches opponents with similar skills +/-. So, unless you are in the 95 % fractile, there is little chance that most of your matches will be against bad players. That is, unless you consider yourself bad of course.

          https://futfacts.com/2016/08/30/elo-matchmaking-picks-next-opponent/

          > We are able to identify what is a bad and a good player. And a good player doesn’t become good in the middle of the match. He is good as soon as the game begins. And in many cases, absolutely from nothing, your team shuts down and all the actions begin to run wrong. And it happens not for only one game. It happens all the time. With no explanation. Many times, 2, 3 times in the same match. Mainly if it’s near from the 45, 90′ minutes.

          First and foremost, football and hence also FIFA isn’t about being better in general but aboiut being better in a few decisive situations throughout the match. Hence, the better player will not and should not always win.

          Second, we need to accept the fact that most of our opponents are somewhat similar to us in terms of skill. The players we come up against may play differently, they may leave a lot of room for us, take fewer shots etc. But still, chances are that they have been able to maintain a similar win ratio against equally difficult opponents.

          Third, momentum swings happen in football. The same goes for just about any game ever created by humans. I’m not going to try to explain why, but it’s there, and there is nothing inherently strange about it.

          Fourth, why are goals in the 45th and the 90th minute as common as they are? I think it’s obvious: What you call 45/90th _minutes_ aren’t in fact single minutes but the full duration of stoppage time. For that reason alone, more goals will happen during those parts of the match. At a goal ratio of 4.0 goals per match, just about 40 % of yout matches should contain goals during stoppage time if we assume that goals are equally likely to happen in every minute of the game.

          For reference, check this out:
          https://futfacts.com/2015/05/28/scripting-why-90th-minute-goals-happen-that-often/

        2. > And what about the relagation streaks? Have you ever seen that when a relegation streak occurs, after a little time your team simply wakes up from a deep sleep and happens to win, 10, 12, 14 following matches? For me, it seems veeery suspicious.

          Losing streaks and relegation streaks are two different things.

          Relegation streaks are – again – a natural byproduct of the game’s design. For a thorough explanation of why they happen, check this out:

          https://futfacts.com/2015/09/19/momentum-why-relegation-streaks-occur/

          As for losing streaks, we tested whether they happen in excess of what they ought to – in friendlies. We could with certainty reject this idea:

          https://futfacts.com/2015/05/25/momentum-why-losing-streaks-occur/

          > And what about that certain match, that one you can win a title or going to sour a relegation? Why these matches are the most suspicious ALWAYS?

          You need to realise that most seasons matches are decisive? For a bit of perspective on that issue, take a look here:

          https://futfacts.com/2015/09/28/are-promotion-relegation-matches-more-difficult/

          > Finally, I really believe something dark happens behind the scenes of this game. As the discoverer of the chemistry glitch sayed on his

          The chemistry glitch was a glitch, and no one with development experience will have any reason to doubt that it was unintended. First of all, all it did was to make certain cards unresponsive to other chem styles than basic. Whether that actually is a disadvantage is in my opinion somewhat questionable. Second, failing to make the 2nd edition of Doumbia work with chem styles while making them work with his 1st edition with the exact same stats is quite clearly a bug.

    2. Ricardo Fischer

      Caio, apenas discordo quando diz que é fácil perceber quando o adversário é fraco. Sendo que pelos seus próprios dizeres, tem horas que nosso time desliga e parecemos retardados, será que quando estamos nesta situação o adversário também não pensa que somos fracos?
      Sempre procurei acreditar que estas mudanças no desempenho do time, tinha haver apenas com a mentalidade que utilizamos (Defensivas/Ofensivas), fato que ainda acredito, pois por experiência própria e vendo relatos como o do Mario por exemplo, percebo que afeta muito o desandar de uma partida.
      De qualquer maneira, o fato dá “mentalidade” do time adversário, por melhor que ele domine isto, não seria o bastante para fazer seu goleiro tomar frangos absurdos, fazer jogadores lentos acompanharem os muito mais rápidos e lhe fazer perder gols fáceis.
      Enfim, creio que o adversário pode sim influenciar no seu desempenho e também que a AI, Handcap, EA oque quer que seja também interferem no jogo. Acaba parecendo contraditório e por mais que pareça que as duas situações caminhem juntas é impossível dizer que só uma ou outra afetam o desempenho e nos fazem perder.

  11. Caio Revolta

    Bom dia, Rodrigo e galera. Comecei minha visita diária ao site mencionado, por volta de uma semana, por indicação do Rodrigo, através da matéria Why handicap doesn’t exist (creio que esse era o título). Infelizmente não gostei do conteúdo. Ao contrário de outras matérias, esta tinha especialmente, um caráter totalmente empírico, quase nada científico. Tinha uma pequena amostragem de dados que não levavam ninguém a lado nenhum. Encontrei as mesmas argumentações que todo mundo que não acredita em manipulação diz.
    Em seguida, tentei melhor sorte no artigo: Why relegation streaks occur. Ali, encontrei algo um pouco mais interessante, pois existem argumentos mais plausíveis, mostrando por exemplo, que quanto mais vc sobe, mais vai encontrar adversários qualificados, baseando-se na sua pontuação oculta, chamada de nível de habilidade. Mesmo assim, creio que a pessoa precise de um azar ímpar para ser rebaixado por 4, 5 temporadas seguidas. Completamente absurdo. Isso não existe, principalmente se a gente levar em conta, que após ser rebaixado 4 vezes seguidas, geralmente conseguimos 3 ou 4 promoções seguidas. Como se você tivesse ficado retardado por 4 temporadas e depois tivesse passado por um processo de “desretardatização”.
    Um pouco mais ainda interessante, me pareceu o artigo: How Elo matchmaking picks up your next opponent. Uma explicação bem detalhada, mais cientifica e plausível / possível.
    Vou resumir.
    O autor se esforça em trazer algumas amostragens que absolutamente passam longe de ter o poder de desconfigurar completamente o Handicap. O que o autor fala muitas vezes é sobre a EA não ganhar nada manipulando partidas. Sobre este tema, nem vale a pena discutir. Já foi muito trabalhado e sabemos que um jogador muito ruim, simplesmente abandona o jogo. E sabemos que uma sequencia de rebaixamentos + um cartão de crédito, faz milagres a favor da EA.
    O que o autor ignora quase que em 100% das matérias, é o básico do jogo: uma pessoa, dotada de inteligencia (mais presente em uns, menos em outros), com um controle na mão, olhando pra uma TV. Vendo CR7, Pelé, Messi, perdendo gols sem goleiro, acertando a trave 5 vezes em uma partida, sequencias e sequencias de jogos onde dominamos o adversário por completoe perdemos no final com o goleiro trombando com o zagueiro (coisa que não acontece nem em futebol de cego), Mertesacker ganhando na corrida do Walcott e no mesmo lance,o lançar a bola pro Kane NIF ganhando do Bruno Peres (93 ritmo) na corrida, etc etc

  12. Mario Inglese

    Por curiosidade visitei o site futfacts.com para “descobrir” os fundamentos científicos que norteiam sua argumentação da possível “NÃO” existência do Handicap em FIFA e quiçá em Ultimate Team, e pasmem, logo no início me deparo com uma amostra de eventos (jogos) muito pequena dentro do universo analisado. Algo assim em torno de 5% dos 600 jogos realizados pelo autor da matéria.
    Óbvio que o assunto em questão é muito complexo e deriva de opiniões contraditórias, que mesmo usando ferramentas estatísticas e “revelando” alguns “scripts” ou algoritmos inseridos no sistema central (coração) de FIFA, a base de análise e de dados pode estar “corrompida” pelo próprio elemento humano existente no jogo (você que manuseia os botões do controle).
    O próprio autor chega nessa conclusão e argumenta que a variável humana é o elemento que possivelmente interfere mais no jogo que outras variáveis.
    Isso de certa forma é verdade inquestionável, porém é exatamente isso que a comunidade questiona através do Handicap – script inserido no jogo que faz um balanceamento entre as equipes oponentes.
    Porém, como explicar a utilização maciça de jogadores bronze no banco de reservas para diminuir a classificação geral do time entre os jogadores profissionais?
    Porquê que os jogadores profissionais não utilizam times com jogadores bronze ou prata na disputa de partidas oficiais da EA como o FIFA Championship?
    Essas e inúmeras outras questões não são respondidas e fica sempre a idéia de “manipulação” pela EA, já que ela mesma não responde e elucida os fatos.
    Recentemente o Wendell Lira e outros brasileiros classificados para a disputa do FIFA Championship Etapa Vancouver/CA não conseguiram o “visto de entrada” no Canadá graças a Dona EA (como sempre).

    Mesmo assim, gostei do site futfacts.com e das análises de outros assuntos relativos ao FIFA e ao FUT.

    Abraços a todos

    1. I fully agree that the specific article uses a very small sample, and that this reduces it’s reliability. Still, unlike most of the sites out there, we are aware of those shortcomings and have no difficulties sharing the information with you.

      1. Mario Inglese

        Primeiramente crlarsen gostaria de parabenizá-lo pelo excelente site e pela análise séria e científica que realiza do game Fifa em especial do Ultimate Team (FUT).
        Gostei muito de suas análises e especialmente sobre o post: “Compreendendo FUT: Jogadores Virtuais X Mundo Real-Alter Egos
        (Tradução Livre)
        Apenas realizei um comentário sobre o post do Handicap, onde a amostra, (como você mesmo concorda) é pequena e para fins de comprovação e análise científica não podem/devem ser considerados (pelo menos na sua plenitude).
        Porém, fique muito satisfeito ao descobrir que existem pessoas sérias e comprometidas em encontrar respostas “verdadeiras” sobre o game FIFA/FUT e que desejam mudar o game para melhorar nossa experiência de jogo.
        Sinceramente espero que encontre essas respostas e possa compartilhá-las conosco e com toda a comunidade FIFA espalhada pelo mundo.

        Parabéns e sucesso nessa jornada ingrata e insana!!!

        Abraços e um excelente trabalho/diversão in game

        1. Rodrigo Lopes (Admin)

          Não posso deixar de congratular o crlarsen por ter vindo ao nosso site ler e responder aos comentários de uma língua tão diferente da dele. Além disso, dar a cara por um tema como este não é fácil. Há muita gente a xingar. 🙂

          1. Mario Inglese

            Concordo com você Rodrigo Lopes, fiquei surpreso ao ver que o crlarsen teve a gentileza de responder meu comentário.
            Na verdade chamou minha atenção foi o título do post:
            “FUT Facts – o Site Onde o Handicap Termina”
            Eu realmente desejo que alguém prove que não existe nenhuma manipulação no FUT. Por isso meu interesse em ler e tentar compreender a visão do crlarsen.
            Mesmo assim, como podemos comprovar pelo debate acima, existem temas que não são fáceis de serem explicados. O Handicap é um deles. Mesmo que se prove a NÂO existência do Handicap – acho difícil de acontecer – isso não invalida as “sacanagens” e “manipulações” que essa empresa EA continua fazendo, em especial com os consumidores brasileiros.
            Apesar de existir no Brasil um mercado consumidor de FIFA gigantesco – 1º no PlayStation e 3º no XBox-One, talvez por nossa moeda (Real) não ter o poder de compra como o Euro e o Dólar Americano somos (des)tratados como consumidores de 2º ou 3º categoria.

            Queria apenas deixar meus sinceros votos que alguém descubra ou elucide os porões da EA e desse “jogo do mal”.

            PS: Antigamente gostava de assistir aos domingos de manhã as corridas de Fórmula 1 pela tv. Eram travadas lutas volta a volta entre Mansell , Senna, Schumacher… Cada piloto dava o seu melhor e o carros e as equipes estavam sempre emparelhadas, ombro a ombro, pneu com pneu. Daí o trágico acidente na curva Tamburello em Ímola, mudando para sempre a história da F1.
            Hoje as corridas de F1 são mais seguras, porém não existe mais a emoção do piloto em dar o máximo e vencer… A tecnologia fez toda a diferença e os carros são seres autômatos guiados por computadores… Quem tiver o melhor carro irá vencer (95% de chances) os outros 5% são o desvio padrão e o fator sorte/acaso.
            O FUT 17 mais parece um jogo de cartas marcadas, e como disse nosso amigo Veesoo acima – “Quem gasta mais, vence mais” – Um bom tema para verificação e análise de dados estatísticos, mas a Dona EA é uma empresa ingenua e não consegue realizar essa verificação, né?

            Desculpe pela extensa carta, não consigo parar de escrever…

            Abraços Rodrigo Lopes e a todos do fifaUteam

          2. Caio Revolta

            Exato, Mario. Primeiramente, agradecer infinitamente a atenção do Crlarsen e sua iniciativa científica sobre este tema brabo.
            Porém, o que o Crlarsen faz, é uma tentativa de explicar o ponto de vista dele, de uma forma mais científica. Porém, ele tbm não tem a resposta definitiva. E nenhum de nós temos. Quando visitei seu site, torci na expectativa de encontrar o preto no branco. Ou seja, um código fonte dentro do jogo, um compromisso com firma reconhecida no cartório por parte da EA, dizendo que se comprometem a não manipular partidas, enfim. Mas como eu disse, o que há, é o ponto de vista de um não crédulo em HANDICAP, porém, com números.
            Na outra ponta, se formos nos interessar mais a fundo e usarmos números da mesma forma para provar a existência do HANDICAP, certamente teríamos uma amostragem muito mais rica, embasando nossa suspeita.
            Enfim, OFICIAL, não existe nada. Mesmo pq, a EA não fala sobre o assunto. Nem se deu ao trabalho de explicar o recente código fonte descoberto, provando manipulação de dificuldade da partida. Eles se acham realmente intocáveis e ano após ano, torço pro PES se desenvolver e fazer sombra na EA. Acredito que só desta forma, passarão a prestar mais atenção nas reclamações dos consumidores e não apenas ignorá-los.

          3. Mario Inglese

            Fala Caio Revolta, é sempre um prazer travar debates com você. Temos opiniões muito semelhantes e talvez apenas divergimos em alguns pontos “insignificantes” desse “jogo do mal” e dessa empresa sem vergonha chamada de EA Sports.
            Não pude deixar de observar que o crlarsen respondeu seu comentário, e você rebateu com seu ponto de vista.
            É óbvio e inquestionável que a maioria dos vídeos apresentados no youtube onde o jogador arremata 100 vezes a gol e não consegue realizar uma finalização correta é um absurdo. Como também é óbvio que se analisarmos friamente (de fora) sem a emoção da partida e sem o envolvimento psicológico, inevitavelmente iremos ver que 90% ou mais dos arremates foram feitos de forma “errada” ou “precipitada”, daí não resultarem em GOL. De certa forma e numa visão BEM SIMPLISTA realmente é isso mesmo que acontece.
            Porém, quando partimos para a análise REAL, sem o envolvimento emocional do jogador e sem “balelas” ou “desculpas” ninguém consegue responder o óbvio e o mais elementar – Porque a EA Sports e seus funcionários e colaboradores não “arrumam” o jogo e o tornam uma fonte de diversão para a maioria de fifeiros no mundo.
            A cada nova edição de FIFA/FUT, os mesmos problemas anteriores somados aos novos encontrados pela comunidade.
            Como sempre numa visão bem SIMPLISTA, acho que a resposta seria facilmente encontrada no BALANÇO PATRIMONIAL da EA Sports, e talvez muita coisa seja realmente incompetência e desorganização (5%), como é bem possível que o restante (95%) seja proposital e muito bem fundamentada em análise de dados e números estatísticos, onde o lucro é dado pelo consumo cada vez maior de coins/FP/Dinheiro Real e etc.

            Parabéns e uma ótima semana!!!

          4. Rodrigo Lopes (Admin)

            Olá Mário. É sempre um prazer ler os sues comentários. Escreva mais que nós agradecemos.
            Julgo que o crlarsen teve a gentileza de comentar porque percebeu que aqui no nosso site pt.fifauteam.com as pessoas podem ter opiniões diferentes que isso não significa que não possam discutir com ponderação e elevação. Os parabéns à nossa comunidade.
            Daqui a dez anos podemos estar a debater o mesmo tema que não conseguiremos provas suficientes para comprovar se existe Handicap ou se ele não existe.
            Eu também sou do tempo em que que assistia à F1 do Mansell, Prost, Piquet e Senna. Infelizmente, aconteceu o que não era suposto acontecer e a partir daí deixei de assitir. Acho que nem cheguei a ver o Schumacher a fazer uma volta inteira…
            Abraço

          5. Mario Inglese

            Obrigado Rodrigo Lopes! Realmente a nostalgia sempre volta e acabamos revivendo os “velhos tempos” de um passado recente. Citei a F1 como exemplo pro nosso FUT de cada dia, ou seja, como o veesoo comentou acima basta ter um time excelente (que custou milhões de coins) que suas chances de ganhar aumentarão exponencialmente.
            Então o que vale é o dinheiro (coins) para montar esquadrões cada vez mais caros para manter suas chances de vitória em limites aceitáveis. Igualzinho a F1, onde hoje o que vale são os carros e equipes endinheiradas, os pilotos estão lá apenas para colocar alguém atrás do volante. Antigamente o Senna e toda a turma de excelentes pilotos conseguiam ganhar e dar trabalho mesmo em equipes menores.
            Hoje coloca-se qualquer piloto mediano atrás de uma Ferrari e o título está garantido.
            Muitas vezes é exatamente essa a sensação jogando FUT – somos apenas “marionetes” dirigindo equipes/esquadrões que só terão alguma chance de vitória se a EA e o Handicap assim quiserem.
            Sempre me considerei um péssimo jogador de FUT, sempre fui melhor no Trade. Esse ano evolui demais e estou aprendendo a jogar bem… Mas o Handicap tem ajudado bastante a meu favor, já fiz goleada de 10X0 e o time adversário nem viu a cor da bola… tudo funcionou perfeitamente… o melhor jogo da minha vida.
            Segundo a visão de muitos eu ganhei e ando ganhando inúmeras partida porque finalmente aprendi a jogar FUT. Realmente acho que em parte isso é verdade… mas, meu time era da BPL mediano com jogadores Ouro normal mesclado com 1 jogador Prata e 2 Bronze ambos normais.
            Porque será então que não consigo me classificar para a WL e não chego na 1ª DIV do Temporada on line?
            Em parte o crlarsen tem a resposta: somos jogadores medianos (concordo) e o emparelhamento dos jogos on line nem sempre nos favorece (concordo). Porém discordo apenas num único ponto crucial que é exatamente a experiencia IN GAME, onde é nítida a “manipulação” – no meu caso a meu favor na maioria dos jogos, mas até quando… até a próxima derrota diria o crlarsen. Aí a tendência é colocar a “culpa” no Handicap.
            Apenas citei um exemplo dos 800 jogos realizados até agora. Mas na comunidade de Fifeiros existem milhões de exemplos parecidos.
            Obviamente montei times infinitamente melhores com overall muito maior e gastando 2M (ainda tinha coins) mas o Handicap colocava o “acerto” e cobrava a conta.

            Abraços e uma excelente semana Rodrigo!!!

Comments are closed.