Como Gerir a Forma Física da sua Equipa em FIFA 18 Ultimate Team

17
Como Gerir a Forma Física da sua Equipa em FIFA 18 Ultimate Team

 

Saber gerir a forma física da sua equipa é algo fulcral se quiser ser bem sucedido em FIFA 18 Ultimate Team. Neste guia analisamos e comparamos as várias alternativas que tem ao seu dispôr.

 
 

Como Gerir a Forma Física dos seus Jogadores ?

Como ter sempre uma equipa fresca para jogar
 

Saber o que é o fitness e como ele varia é sem dúvida importante, mas na prática interessa mesmo é você saber como gerir a condição física dos seus jogadores. Eles cansam-se sempre que jogam e você terá de saber como lidar com isso. Não é possível jogar sempre com os mesmos jogadores e não fazer nada para recuperá-los fisicamente pois, mais tarde ou mais cedo, eles vão passar a andar em vez de correr e isso irá ter implicações naturais ao nível dos resultados.

Embora seja possível jogar com menos forma física, a nossa recomendação vai no sentido de evitar utilizar jogadores com menos de 90 se não quiser perder rendimento.

Vamos analisar todas as opções que você tem disponíveis para fazer uma correta gestão do seu plantel em FIFA 18 Ultimate Team:

1 Utilizar cartas de fitness
2 Alternar tipo de jogos
3 Usar suplentes para rodar a equipa
4 Usar uma equipa independente da mesma liga / nacionalidade
5 Usar uma equipa independente de outra liga / nacionalidade

 

A gestão da condição física do seu plantel não deve começar apenas quando um dos seus jogadores ficar abaixo dos 90 de fitness. Ela deve ser pensada logo aquando da construção da sua equipa. É por isso importante que perceba que existem vários métodos para se conseguir gerir adequadamente a forma física dos seus jogadores. Não quer dizer que um dos métodos seja necessariamente melhor que os outros. Nem tem sequer que ficar preso a um dos métodos. Pode usar mais do que um ao mesmo tempo. Depende do enquadramento e das suas preferências.

Para facilitar a interpretação e análise, a seguinte tabela mostra as vantagens e desvantagens de cada um deles:

MÉTODO
1
2
3
4
5
Jogar Sempre com os Melhores Jogadores✖️
Custo✖️
Facilidade de Gestão✖️
Alternativas Pontuais aos Principais
Familiaridade da Equipa✖️
Outros✖️

BomMédio ✖️ Mau
 
 
 

Opção 1 – Utilizar Cartas de Fitness

Praticamente qualquer jogador que estiver a iniciar-se em Ultimate Team, segue esta estratégia muito básica: sempre que um jogador estiver em baixo de forma, aplica-lhe uma carta de fitness. Ou seja, por cada dois ou três jogos completos, investe uma carta deste tipo para recuperá-lo totalmente. Porém, rapidamente se apercebe de que esta forma de atuar é insustentável economicamente. Mesmo que uma carta de fitness de bronze custe cerca de 500 a 700 coins para toda a equipa, você terá de gastar uma de dois em dois jogos pois os jogadores não se cansam todos à mesma velocidade e sairá mais caro aplicar cartas individuais aos jogadores que se cansarem primeiro. Se somar esse custo ao dos contratos, perceberá que o lucro por partida é nulo.

Utilizar cartas de fitness é fácil, rápido e extremamente simples pois não exige que você tenha um grande plantel. Serão sempre os mesmos jogadores a jogar. Embora esta estratégia seja desaconselhável, devido aos custos que a mesma implica, a verdade é que em certas situações pode ser uma boa opção. É o caso de jogos decisivos para títulos, subidas de divisão ou de um nível no FUT Champions, em que há grandes prémios em jogo, e em que o custo das cartas de fitness podem ser encarados como um bom investimento. Nestes casos você poderá querer recuperar os seus melhores jogadores para estar na máxima força.

Ao contrário do que se passa com as cartas de contrato, as de fitness são dispensáveis se se optar por outra forma de gerir a forma física dos jogadores.

 
PONTOS FORTES E PONTOS FRACOS
✅ Os melhores jogadores estão sempre aptos
✅ Fácil gestão
✅ Não necessitar de um plantel grande
✅ Maior familiaridade com os jogadores
❌ Economicamente insustentável
❌ Necessidade de estar sempre a comprar / aplicar cartas de fitness
❌ Quase obrigatoriedade de possuir preparadores físicos
 
 
 

Opção 2 – Alternar Tipos de Jogos

A forma física aumenta sempre que um jogador descansa durante um jogo, exceto se este for de caráter amigável. Então porque não aproveitar jogos menos importantes para recuperar os seus principais jogadores? É isso que muita gente faz. Utilizam as suas primeiras escolhas nas competições mais importantes, como o FUT Champions, e assim que é necessário dar descanso, o que normalmente ocorre ao fim de dois jogos, utilizam as suas segundas escolhas em jogos de dificuldade e importância reduzida, que até pode ser o Squad Battles. Para que isto funcione é necessário que nesses jogos as primeiras escolhas sejam colocadas nas reservas ou nos suplentes. Só assim é que recuperam a condição física ideal e podem novamente ser utilizadas nos jogos ‘a valer’.

Este método é muito popular, principalmente por quem não prescindir de jogar com os seus jogadores favoritos. Ele permite mudanças pontuais na equipa sem prejudicar a química, é gratuito e fácil de executar. O maior problema desta opção é a de ter de interromper a competição que está a disputar. Na maioria das vezes é pouco interessante disputar essas outras partidas pois há a tendência de se querer jogar uma competição sequencialmente. Por outro lado, o resultado pode também ser desastroso pois jogos com um nível de dificuldade muito diferente afetam a nossa concentração e motivação: jogos fáceis reduzem o nosso empenho para os jogos seguintes enquanto que os jogos demasiado difíceis retiram a confiança que temos em nós mesmos. O pior acaba por acontecer quando num jogo que é suposto ser fácil, perdemos. Ficamos demasiado irritados com a nossa prestação e esse sentimento afeta o nosso rendimento no jogo seguinte. Quando jogamos uma competição de uma só vez essas desigualdades são menores e os seus efeitos negativos são menos frequentes.

 
PONTOS FORTES E PONTOS FRACOS
✅ Fazer os jogos mais importantes com os melhores jogadores
✅ Não gastar moedas
✅ Gestão do plantel simplificada
❌ Ter de interromper a competição que está a disputar
❌ Obrigatoriedade de fazer jogos menos interessantes
❌ Potenciais problemas de concentração e motivação
 
 
 

Opção 3 – Usar Suplentes para Rodar a Equipa

No mundo real, um treinador utiliza os suplentes e reservas para substituir os titulares quando estes necessitam de descanso. Esse é também o princípio deste método para gerir a sua equipa. Para cada posição você deve ter um jogador suplente. Quando o principal se lesiona ou está com um fitness baixo, o respetivo suplente joga por ele. Uma vez que os titulares são onze e você pode ter até 23 jogadores, sobra-lhe ainda um jogador para mexer na sua equipa do ponto de vista tático. Em função da tática que você utiliza, pode nem ser preciso um suplente para cada jogador. Por exemplo: numa formação do tipo 3xx, bastam cinco defesas centrais para compor a defesa.

Uma das dificuldades em utilizar suplentes para rodar a equipa tem a ver com o fato dos jogadores não se cansarem todos ao mesmo tempo. Significa isso que de jogo para jogo haverão sempre jogadores supostamente titulares a ir para o descanso e outros a retornar dele. Do ponto de vista da química isso é muito difícil de gerir. É necessário que você seja muito experiente. Obriga-o quase sempre a ter equipas baseadas na mesma liga ou nacionalidade, o que não é muito bom para a qualidade da sua equipa. Afinal de contas, há sempre o elevado risco de não existirem atletas igualmente bons para todas as posições. Se não utilizar jogadores da mesma liga ou nacionalidade, o desafio torna-se ainda maior. É um verdadeiro quebra-cabeças montar uma equipa híbrida em que todos têm de ligar bem para todas as combinações de equipas possíveis.

 
PONTOS FORTES E PONTOS FRACOS
✅ Jogar a maioria do tempo com os melhores jogadores
✅ Não gastar moedas
✅ Ter sempre jogadores para substituir apenas os lesionados ou cansados
❌ Gestão extremamente difícil de se fazer
❌ Possível défice de qualidade nas segundas escolhas
❌ Pouco entrosamento com uma equipa-tipo
 
 
 

Opção 4 – Usar uma Equipa Independente da Mesma Liga / Nacionalidade

Em alternativa ao uso de suplentes para rodar a equipa, você poderá recorrer a um segundo conjunto de jogadores totalmente autónomo e independente. Ou seja, você joga normalmente com os seus favoritos e, assim que começam a surgir os primeiros jogadores cansados, o que normalmente acontece ao fim de dois jogos, troca toda a equipa por uma outra da mesma liga ou nacionalidade e coloca os titulares no banco para que possam recuperar a sua condição física. Ao contrário do que acontece no método anterior, você acaba por jogar menos tempo com os seus favoritos pois é obrigado a dar descanso a todos mesmo que só alguns apresentem sinais de cansaço.

Ao escolher fazer a segunda equipa baseada na mesma liga ou nacionalidade que a primeira, você está a evitar que casos de expulsões ou lesões pontuais o obriguem a mudar toda uma equipa para o jogo seguinte. Além disso, em casos excepcionais pode optar por recuperar a condição física de um jogador em particular recorrendo à segunda equipa. Por outro lado, tem menos jogadores por onde escolher, pois está limitado a uma só liga ou nacionalidade. Também neste caso, a formação utilizada pode ter um papel preponderante. Por exemplo, regra geral é mais fácil encontrar bons defesas centrais do que defesas laterais, pelo que jogar num sistema do tipo 3xx facilita a gestão da sua equipa.

 
PONTOS FORTES E PONTOS FRACOS
✅ Gestão relativamente fácil
✅ Não gastar coins
✅ Ter sempre jogadores para substituir apenas os lesionados ou cansados
❌ Escolha de jogadores limitada pela química
❌ Possível défice de qualidade nas segundas escolhas
❌ Melhores jogadores fazem menos jogos
 
 
 

Opção 5 – Usar uma Equipa Independente de Outra Liga / Nacionalidade

A última opção que lhe mostramos aqui não é mais que uma variante da anterior. Você joga com a sua primeira equipa e, quando precisar de recuperar a forma física de algum dos seus jogadores, substitui toda a equipa por uma segunda totalmente autónoma e independente, mas que nada tem a ver com a principal. É a chamada fitness squad. Normalmente isto significa que faz apenas dois jogos com os jogadores favoritos antes de trocá-los com os que estão no banco, mas neste caso isso não é muito grave pois você não está limitado pela química e pode construir uma segunda equipa quase tão forte como a primeira. Por outras palavras, você só tem de pegar em duas ou mais equipas fortes e alterná-las entre o onze titular e o banco / reservas conforme o fitness dos jogadores. Dos 23, sobra-lhe ainda um atleta que pode servir para acudir a situações de lesões, expulsões, mudança tática ou cansaço de apenas um jogador. Se precisar de mudar mais do que uma posição, nada lhe impede de utilizar durante o jogo um dos jogadores da equipa que está a descansar pois ele assume a química de quem sai.

Um dos inconvenientes deste método é o de condicionamento que pode existir quando forma as suas equipas. Embora elas sejam baseadas em ligas e nacionalidades diferentes, podem existir elementos que sejam comuns a ambas as equipas e que você terá de preterir em uma delas, pois um mesmo jogador não pode estar simultâneamente no banco e nos titulares. Construir duas equipas baseadas em duas ligas diferentes em vez de uma liga e uma nacionalidade não é suficiente para fugir deste problema pois a época de transferências, que ocorre inicialmente em janeiro, pode fazer com que um mesmo jogador tenha cartas nessas mesmas duas ligas.

Para quem não conseguir formar uma segunda equipa tão competitiva quanto a primeira, poderá vir a ser obrigado a gastar algumas coins em cartas de fitness e de tratamento em virtude de ter menos jogadores que possam substituir diretamente os titulares.

 
PONTOS FORTES E PONTOS FRACOS
✅ Possibilidade de jogar sempre na máxima força
✅ Leque de escolhas alargado aquando da formação das equipas
❌ Não poder utilizar duplamente alguns jogadores comuns às duas equipas
❌ Poder implicar alguns custos
❌ Poucas opções para alterações pontuais na equipa
 
 

Para saber mais sobre Fitness, clique na imagem

 

Trocar um a um os jogadores titulares com os jogadores suplentes e reservas é muito trabalhoso, principalmente se você tiver de o fazer de dois em dois jogos. Não há necessidade de ter esse trabalho se você formar duas equipas distintas em que os titulares da segunda são os suplentes e reservas da primeira e em que os suplentes e reservas da segunda são os titulares da primeira. Você só tem de formar essas equipas uma vez. Deixe-as prontinhas, avance no menu para jogar até chegar a ‘editar equipa’ e pressione Y (XBox) ou triângulo (Playstation). Aí você só tem de escolher qual das equipas vai utilizar: se vai dar descanso aos titulares da primeira equipa ou aos titulares da segunda equipa. Este procedimento não leva mais de 5 segundos.

 
 

Nascido no final dos anos 70, Rodrigo Lopes é por natureza um entusiasta de video jogos. Começou por um ZX Spectrum 48k e jogou todos os jogos da série FIFA. Este engenheiro, que também escreve sobre jogos FIFA num outro popular website, vive o futebol e ama o Benfica. Junte-se a ele no Google Plus.

17 COMENTÁRIOS

    • É bem por aí mesmo Fagner,
      O que nos deixa com ‘raiva’ é a manipulação com os Meta Dados que a EA Sports possui e utiliza para favorecer as contas novas e de menores e aqueles que não jogam muito o FUT.
      A comparação feita é com os ‘traficantes de drogas’ que utilizam os mesmos princípios para viciar os ‘novatos’.

      Eu pessoalmente já havia comprovado ‘in loco’ quando mudei de plataforma e acabei criando uma conta nova zerada no XBox One, o jogo ficou muito mais fluído e fácil e tirei packs ‘melhores’ em várias ocasiões.

      Nós somos viciados compulsivos no FUT e para a EA não há necessidade de investir em nossa fidelização, pois assim como a ‘droga’ já estamos quase no caminho sem volta.

      Abraços

      • Bem pensando, estou a pensar em fazer isso na próxima versão Fifa19 em criar um conta nova e ver se muda a sorte na abertura do packs quando eu ganho no DME e no Squad Battles.

  1. Olá Rodrigo,
    Gostaria apenas de acrescentar que para gerir a forma física do time começa exatamente no momento que escolhemos os jogadores ideais para cada posição procurando comprar aqueles que tenhas stats e atributos altos de stamina e Físico.
    Esses jogadores-chave ou ‘carregadores de piano’ são os responsáveis para cansar menos o nosso time e dentro de cada estilo de jogo ou formação devem ser aqueles que tenham esses atributos mais elevados.
    Outro ponto interessante é o tipo de jogo ou modo de jogo, se for disputar a WL no fim de semana deverá ter um 1 único e excelente time e utilizar cartas de fitness bronze de elenco adquiridas durante a semana ao menor preço possível, pois realizar 40 jogos não é fácil e a cada 2/3 jogos deverá utilizar essas cartas.
    Fazer os Desafios Diários e Semanais é excelente pois a premiação é interessante e sempre ganhamos diversas cartas e coins como ‘brinde’, e podemos sempre estar a maximizar esses ganhos.
    Por ex. nesses Desafios geralmente sempre ganhamos 4 contratos bronze que podem e devem servir como oportunidade de negócio para gerir seus lucros e o fitness do time.
    É aconselhável sempre montar um 2º time alternativo, depende dos coins que possuir, seja ele um time TOP para ficar como reserva do titular até aquele time bronze ganho de presente nos packs ou nos Desafios.
    O time bronze é viável para disputar os eventos menos importantes, e sempre terá contratos bronze de brinde, sendo uma alternativa altamente viável e lucrativa, pois ficará como reserva do time titular que irá descansar a cada 2 jogos, e nesses casos pode jogar off line os torneios e campeonatos disponíveis durante a semana.
    Por fim se quiser ganhar coins no trade essa é uma janela de oportunidade única, pois se comprar cartas de fitness de elenco bronze durante a semana de noite/madrugada conseguirá o menor preço possível e vender no fim de semana durante a WL a um preço com 50% até 200% de margem de lucro terá uma gestão vencedora e equilibrada do seu time.
    Essas são apenas algumas sugestões simples e eficientes que funcionam bem para ter sempre um time com o fitness acima de 90 e não cansar demais.

    Abraços

    • Mário sempre participativo e com boas observações. Qual o seu melhor time ou qual está tendo melhores resultados atualmente Mário?

      • Olá Danilo,
        Já tive vários times excelentes, mas no momento estou sem a Live Gold e estou descansando das partidas on line, apenas faço o Desafio da Semana e os Desafios Diários e os jogos do SB – tudo off line.
        Nesse mês terei que passar por nova perícia médica (sou aposentado por invalidez permanente) e como só tenho 54 anos (novo para um infartado aposentado) preciso fazer essa perícia do INSS.
        Portanto, o meu melhor time é Suárez, Bale, Sérgio Ramos, Azpilicueta, Maldini 88 e Zanetti 88 nas laterais, Modric e Saúl IF e completo o resto com os Icons que fiz por empréstimo nos DMEs (tenho todos até o momento).
        Estou estudando os ‘novos’ jogadores para as posições GOL, CM, VOL, PE/MAE essas serão 4 posições-chave e com jogadores de qualidade, pois tenho 1,1M para gastar nesses 3/4 jogadores.

        Abraços e uma excelente semana!!!

        PS: Ultimamente tenho vencido todas as partidas do SB por 5 gols e sempre busco a pontuação máxima com posse de bola acima de 60% e 10 escanteios. Minha gameplay é mediana/ruim, mas contra a máquina jogo muito bem. kkkk

      • Penso também em montar um time reserva BUGADO e que trará muitas alegrias para os amantes de FUT e que gostam de jogar off line.

        link > https://www.futbin.com/18/squad/4170757

        Gastando apenas 430k na plataforma XBox One terá um excelente time para competir e com diversão garantida para os adversários passarem nervoso.

        Abraços

          • Excelente time Fagner!!!
            Alguns jogadores ‘bugados’ e os belgas ‘insanos’, além do Herrera que gosto muito.
            Parabéns!!!
            Conseguiu montar um time rápido no ataque e ótimo na defesa, formação sem meio de campo para fazer tic-taka ou troca de passes ideal para contra-ataque rápido e mortal.
            Recentemente estou acompanhando alguns vídeos de times formados por jogadores ‘bugados’ e que dão muito trabalho com o youtuber Régis no canal Colaí

            link > https://www.youtube.com/watch?v=0h_z_GHEvaQ&index=21&list=PL3RtssZPIJnjdaDyAUc9dyZiMwdz9R4ER

            Assista os vídeos é muito interessante saber como escolher os ‘melhores’ jogadores para cada posição com critérios bem definidos e que realmente importam e fazem a diferença dentro do jogo.

            Abraços

          • Pior que o Batsyuai e mertens foram pura aposta e encaixaram feito uma luva no meu esquema que antes tinha lukaku e G. jesus 81 e no lugar do batsyuai e mesmo tendo mertens com quimica 8 ele joga bem fácil, o herrera eu gostei muito dele pq ele faz a função que eu desejo de marcação, armar jogadas e ainda da um ajuda na frente. Obrigado mesmo pela dica do video…

    • Mário, em qual plataforma você joga? Quem quiser tirar uns amistosos, me add na PSN: brunocarnelos. Abraços

      • Olá Bruno,
        Atualmente jogo no XBox One e estou sem tempo para jogar amistosos nesse momento.

        Abraços e ótimos jogos!!!

  2. Rodrigo queria saber, se focar em um time e forma uma outro equipe a partir de jogadores que tiro nos pack é bom, ou é só um grande e divertido desafio de sorte???

    • Olá Victor,
      O Rodrigo tem razão na sua afirmação. Caso queira provas ‘concretas’ vazou nessa semana na internet 1 vídeo em inglês da Mut Head sobre o jogo Madden da mesma EA Sports e outro vídeo do brasileiro Encanador Chapado com o título: O MOTIVO DOS PACKS HORRÍVEIS DO FIFA 18!
      A conexão entre esses vídeos são as sacanagens e manipulações da EA Sports com os consumidores dos seus jogos tanto Madden como Fifa 18.
      Se quiser realmente entender porque NÃO se deve abrir PACKS assista esses vídeos muito didáticos e verdadeiros ‘segredos revelados’ sobre a abertura de packs.

      Abraços e excelente semana!!!

      • Nem me fala desse packs eu fico me matando pra ganhar esse packs no final de semana por causa do Squad Battles ou fazendo o DME e só tiro porcaria tb, melhor que tirei até hoje foi o marcelo no ano passado quando ele custava uns 80k.

Comente

Please enter your comment!
Please enter your name here