Tête a Tête com Silvio Teixeira: No tempo que o Atari dominava a Terra !

Tête a Tête com Silvio Teixeira: No tempo que o Atari dominava a Terra !

 
 

Bem vindo ao Tête-à-tête com Silvio Teixeira: um espaço de opinião muito especial que nos orgulhamos de poder incluir no nosso website.

Acompanhe os comentários sábios, inteligentes, perspicazes e bem humorados do autor. Conheça-o melhor no final do artigo.

Neste novo episódio, “No tempo que o Atari dominava a Terra !”, o autor viaja às origens dos primeiros jogos de futebol para consolas. Um texto magnífico, cheio de nostalgia e humor.

Silvio Teixeira

 
 

Houve uma época onde os primeiros consoles andavam sobre a terra. Eles não tinham cor, não tinham ação, eram consoles sem coração. Terror das mães que gritavam tentando salvar suas televisões das garras dos fiozinhos ligados na antena, eles eram os donos do planeta, mas sua extinção já estava marcada. A história de hoje aconteceu.

 
 

No tempo que o Atari dominava a Terra !

 

Alguns não sabem, mas eu já estava quebrando controles muito antes do Fifa me irritar, muito antes de existir um FIFA, muito antes de existir uma EA (que só foi fundada em 82). Minhas tardes já foram ocupadas por jogatinas realizadas no antigo telejogo, primeiro tipo de console vendido ao grande publico, e que contava com um número limitadíssimo de jogos na memória, e sem possibilidade de colocar outros, então era aquilo e só. Por este motivo e por seu elevado preço, (além de ser algo do demônio ainda naquela época) ele fez muito pouco sucesso e foi dizimado completamente quando da entrada do verdadeiro primeiro console da galera do final dos anos 70 e inicio dos 80: O poderoso Atari.

Você já deve conhecer de ter lido, visto alguns videos, e eventualmente, alguns da antiga por aqui podem ter tido o privilégio de ter jogado algumas partidas também. O futebol deste console é uma das coisas mais toscas que o ser humano já colocou os olhos.

No entanto para quem viveu aquela época este era o jogo mais concorrido (ok, Megamania, Pitfall e Enduro também), mas era uma época onde apenas ver que você estava interagindo de uma maneira real com algo na tela da televisão já era de brilhar os olhinhos, imagina ter isso em um jogo de futebol(ou algo que se parecia com isso). Várias tardes foram de fuga das salas de aula para a casa do único colega que tinha um destes consoles com o famoso esporte bretão. No nosso caso, era o Tuca. O Tuca era Tuca para todo mundo, mas nasceu Arthur. Na sala de aula a apresentação no primeiro dia dele já foi assim: “Meu nome é Arthur, mas todo mundo me chama de Tuca” e realmente todo mundo chamava. A primeira vez que fui na casa dele, ao tocar a campainha atendeu a empregada da casa, e eu disse que queria falar com o Arthur. Ela me olhou estranho e disse: “Arthur? Não tem ninguém aqui com esse nome.” E rapidamente eu emendei “- O Tuca!”, e ela abriu um sorriso “- Ah, o Tuca tá!”.

Bem de vida para a época, o Tuca sempre tinha o brinquedo do momento, além de ser dono de uma enorme coleção de pedras estranhas, e de fosseis pré-históricos (estes sim da verdadeira pré-história). Sem contar o jacaré empalhado que fazia muito sucesso na sala de aula (sim, as vezes ele levava o jacará para as aulas).

Mas a história não é sobre o Tuca (ele bem que renderia algumas), mas sim do dia que fomos jogar futebol no bom e velho Atari na casa dele. As partidas iam ser duras e basicamente seria todos contra o Tuca, que como dono do console já conhecia bem os macetes de controlar a bola, ou no caso o “quadrado”, já que não passava disso. O Pimenta  (que só era chamado de Nascimento pela própria mãe) e o Bilica (que odiava quando alguém o chamava de Maurício) já conheciam o jogo por terem gasto algumas fichas no fliperama da cidade, mas era diferente por conta do controle pequeno, e eu só me preocupava em não ficar em último, pois seria zoado por todos.

O sistema era o de revista, muito comum na época, ou seja, o vencedor vai ficando na “mesa” e o perdedor dá lugar ao próximo jogador, quando um conseguisse vencer dos outros três em partidas seguidas fecharia a “revista” e ele seria o vencedor. Os outro lugares seriam decididos pelos resultados, vitórias e saldo de gols, mas isso não importava muito, só precisávamos evitar que o Tuca fizesse a revista, na verdade era todos contra ele, e estávamos em desvantagem.

Para quem não sabe, no Atari não tinha nada de escolher time, nem nome, nem nada, era apenas alguns de um lado e outros do outro lado, e nem mesmo eram onze de cada lado, apenas os diferenciávamos pela cor fornecida pela televisão “color” de alta tecnologia, com suas 20 polegadas os bonecos ficavam “enormes” e coloridos, isto já ajudava muito, pois ficava bem confuso se fosse na preto e branco.

Na época não haviam inventado o pedra-papel-tesoura (ao menos ninguém conhecia) então o famoso “discoooordar” definiu que o primeiro adversário do Tuca seria o Pimenta. Sim, o adversário, pois ele começaria sem qualquer sorteio, casa dele, console dele, regras dele, faz parte.

Não fiquei chateado de ficar por ultimo, assim poderia avaliar de quanto meus colegas de infortúnio perderiam e tentaria ao menos não levar tantos gols, o que me garantiria fugir da ultima colocação. E o primeiro jogo teve inicio de maneira avassaladora, em poucos segundos o Tuca já estava ganhando de 3×0, isto mesmo segundos. O Pimenta nem conseguia andar com o quadradinho grudado ao jogador palito (os jogadores não tinham nome também claro). O Tuca simplesmente passava por cima do jogador adversário levando a bola dele, de maneira que não sabíamos exatamente como, e ele naturalmente não estava disposto a revelar. Ele sabia as técnicas mais apuradas de chutar na parede e fazer a bola voltar (sim, a bola não saia de campo nunca), enquanto isso o pobre Pimenta quando conseguia chegar na frente da goleira (da goleira e não do goleiro pois não tinha goleiro no jogo) ficava com a bola grudada no pé sem conseguir chutar. Ao ver que não tinha qualquer possibilidade de fazer frente ao proprietário do console, Pimenta começou a bagunçar a partida. Ficava com o jogador parado e dizia que levava os gols porque não estava mexendo com o jogador, ou mesmo jogava contra a própria goleira. Estranhamente ele não conseguia chutar contra o gol certo, mas contra o seu próprio ele conseguia. O jogo, se é que se pode chamar um massacre daqueles de jogo, terminou com o placar de 18×0. Eu e o Bilica só nos olhávamos e ríamos como condenados que insanamente começam a rir da morte iminente.

No entanto o Bilica não era o Pimenta e já tinha algum jeito com o jogo, além disso jogava sério, ficava com a bola grudada longe do gol dele, não chutava mas também não corria tantos riscos. No entanto a superioridade do Tuca se fazia perceber pelo melhor toque de bola, ela sabia onde ela ia parar (na verdade ela não parava até que alguém a pegasse). Apesar disso o primeiro gol foi extraordinariamente do Bilica. O Tuca estava se fresqueando, passava para o Bilica a bola e depois corria atrás para tirar dele, mas em uma daquelas o Bilica chutou de longe para a goleira sem goleiro e abriu o placar. A festa foi grande, parecia final de campeonato, todos nós começamos a tirar um sarro da cara do Tuca que se indignou e parou de brincar, moral da historia 8×1 pro Tuca. Apesar da maior dificuldade, ainda foi um passeio. O Bilica nem ficou chateado, saiu sorrindo e dizendo para mim: “Quero ver fazer melhor!”

 


 

O que eles não sabiam é que eu tinha uma carta na manga. Bem verdade que era algo pouco ortodoxo e de uma moral ligeiramente duvidosa, mas quem ligava para isso. Só precisava que o Tuca me desse o mesmo mole que ele deu para o Bilica e para isso eu tive de ferir os brios do meu amigo e lasquei:
“- Se eu fizer o primeiro gol acho que consigo ganhar!”

O Pimenta quase se engasgou com as bolachas que estava detonando já que havia perdido o interesse pela partida e não parava de rir de deboche. O Bilica não era tão escancarado mas ria e batia na perna, cacoete estranho que sempre o acompanhou quando dava risada. Já o Tuca me olhava com uma cara de superioridade e um tanto de desprezo. Ora, quem era eu para ameaçar a supremacia do nosso anfitrião. Foi então que ele cometeu o erro do dia:
“- Então vamos começar já com 1×0 para ti, te dou um gol de luzinha” (termo antigo que quer dizer vantagem). Isso significava que o jogo já estava 1×0 para mim sem precisar ter feito de fato o gol, mas pela regra eu já tinha um gol.

Inocentemente perguntei se eu poderia sair com a bola. Ele nem piscou concordando de imediato. Dei a saída e em vez de ir para o ataque voltei até a minha linha de fundo, junto ao canto onde seria o escanteio e ali fiquei pressionando em sentido contrário, e como a bola não sai de campo, e nem eu chutava ela, eu mantinha a posse. Normalmente o adversário poderia ir por um lado ou pelo o outro para tirar a bola “passando” por cima do adversário. No entanto no corner isso não era possível. Ele não conseguia tirar a bola e nem eu era louco de sair do canto. No começo ele tentou, resmungou, reclamou, então passou a xingar, gritar, e finalmente foi para as ameaças e violência física, tentando me fazer sair do canto, mas eu escondia o controle e ele começou a ter um ataque. Então em um rompante de indignação e frustração desligou o console e enxotou a gente dizendo que não sabíamos brincar, que eramos idiotas e toda aqueles elogios que se faz nestas ocasiões. De fato era para apenas eu ser expulso mas o Bilica e o Pimenta riam tanto apontado para a cara do Tuca que acabaram tendo a pena máxima também. Saímos nos desviando das pedras de coleção que passavam voando por nós e nos torcendo de tanto rir.

Minha primeira vitória no futebol virtual foi suada e sofrida mas valeu a pena ter matado algumas aulas para ver o pessoal jogando aquele mesmo futebol no velho fliperama, onde aprendi aquele macete sujo mas muito bem usado naquela tarde.

No outro dia tudo estava bem e já perguntávamos quando iria rolar outra jogatina na casa do Tuca que aceitava de boas mas fazia questão de ressaltar:

“- Mas já aviso, não vai rolar futebol!

 
 
 

28 thoughts on “Tête a Tête com Silvio Teixeira: No tempo que o Atari dominava a Terra !”

  1. Lucasllima

    Olá Silvio, grande artigo, também sou desse tempo e ainda curto um belo jogo de futebol (mesmo com os problemas que nos deixam loucos no fifa). uma dúvida: tenho uma equipe de brasileiros que considero muito boa, as coins que acumulo com essa equipe, posso investir em uma segunda equipe (novo plantel com outro nome, titulares e reservas do zero) ou somente posso investir as coins que ganho com essa nova equipe?

    1. Silvio Teixeira

      Pode e até deve, investir em um segundo e novo plantel. Suas coins podem ser gastas onde julgar melhor, independente da maneira que venha a consegui-las.
      🙂

  2. Matheus Fonseca

    Silvio, aki to meio estagnado em 600k e to muito afim de fazer meu primeiro milhão ( sei que não é fácil), tem alguma dica de trading pra esse objetivo? (já venho fazendo a chuva de coins a algum tempo)

    1. Silvio Teixeira

      Estou escrevendo um artigo para o sabado mas é mais voltado para o povo da Chuva. Quem tem 600K tem duas alternativas muito boas: Comprar jogador IF caro (caro mas não absurdo) do tipo Baloteli, Tevez, que são caras que tem uma flutuação maluca nos preços. Comprei um Baloteli por 305 e vendi por 420. Claro que não é de um dia para o outro e tem de ficar recolocando ele sem parar para revenda mas estes caras costumam ser comprados por preços que vale a pena. Então o que eu faço é comprar alguns deste quando estão em baixa, e esquecer deles ali na venda, quando eles saem me dão um belissimo lucro sem precisar fazer nada, enquanto isso deixo um troco para ir fazendo a chuva que me rende em torno de 150K por semana mas que da trabalho.
      A segunda coisa é o bom e velho PF (Price Fixing) seguindo as dicas que passei naquele artigo do tete a tete para escolher bem o target, e isto dá dinheiro, só não pode escolher errado para nao se matar depois. 🙂

      1. Matheus Fonseca

        Obrigado Silvio, como de praxe muito prestativo. Vou chegar lá (mesmo com minha lista de tranferencias com 40 jogadores…kkkkkkkkk), depois dou noticias.
        ps: se houver alguma alma caridosa que queira me enviar a carta para aumentar a lista de tranferencias em troca de contratos 99 na plataforma xbox 360, deixa um recado aí.

          1. Matheus Fonseca

            Minha tag é HeldBark9. Rafael sou seu fã… kkkkkkk

            Abraços.

  3. Não tem nada a ver com o artigo, mas vejam o híbrido que montei ontem: https://www.futhead.com/14/squads/7027356/
    Joguei 10 jogos com ele, venci 9 e empatei 1!Ganhei o titulo da 2 divisão e agora estou rumo ao da primeira (pela 100000 vez), mas acho que agora vai!Deve ser algo psicológico, mas ,sei lá, sinto que jogo muito…Levo 2 gols de cabeça, mas ai fico tranquilo com certeza de que vou virar…E viro!!

    1. Rodrigo Lopes (Admin)

      Boa! Não se esqueça de estar atento ao nosso site e redes sociais pois os novos torneios estão quase a sair.
      Cumprimentos

  4. ….Diário de um ex dependente….
    Olá pessoal, meu nome é Rivaildo

    Gostaria de compartilhar com vcs que hj ja fazem 3 dias que não jogo UT, está dificil.
    Confesso que ao ver o final de semana chegando sinto algumas fraquezas…. mas vou conseguir.

    Obrigado… 😀

  5. Silvio e Rodrigo, ola amigos.
    Como nao achei nenhum tópico, perguntarei aqui mesmo.
    Eu curti a pagina do UT no Facebook, e a EA fica postando varias coisas, mas uma me chamou atenção em especial hoje:
    É uma ”enquete” (pesquisa) sobre qual ataque nos escolheríamos, se do Barcelona ou do Man City, ao clicar para ver os comentários, percebi que o perfil da pagina ULTIMATE TEAM, postava a seguinte mensagem:
    ”Hello, as a special gift we are giving players 5 free gold packs. Each pack contains 12 rare gold players. To claim your gift packs visit: http://www.ea-sports-ultimate-team.com/gift-packs

    Onde traduzindo seria;
    ”Olá, como um presente especial que estamos dando aos jogadores, 5 pacotes de ouro livres. Cada embalagem contém 12 jogadores de ouro raras. Para reivindicar os seus pacotes de presente, visite: http://www.ea-sports-ultimate-team.com/gift-packs

    Acessando o link ele pede o email, senha e pergunta de segurança. O site é da própria Origin (ao menos parece muito).
    E ai amigos? alguem ja fez isso? realmente sao packs de graça? ou é tudo enganação?
    Abracos..

    1. Silvio Teixeira

      Muitos já fizeram isso sim! Todos perderam todas suas coins e seus jogadores, já que por mais que pareça, é apenas para roubar as contas da galera. Mantenha distancia! 🙂
      Lembre-se NINGUÉM TE DÁ NADA a não ser sua mãe no máximo 🙂
      Abraço

      1. hehehe.. imaginei mesmo Silvio.. Se a EA, libera apenas 1 pack semanal com Seasson Pass, eles nao iam dar assim de lambuja 5 Packs ne.. hehe..
        Boa denunciar esse perfil mentiroso então..
        Abraço Silvio..
        Parabéns pelo excelente site.

  6. Silvio, Rodrigo ou ambos, tem algum meio de entrar em contato com voces para dar-lhes a dica de um jogador para fazermos price fix, ele foi removido de packs e tem um enorme potencial, entretanto, caso divulgue diretamente nos comentarios, aproximadamente 20% dos que leriam a comprariam, seu preço aumentaria de cara,nao poderia retribuir a voces a ajuda se no futuro o Silvio o colocasse num Tete a Tete como fez com o Diego Milito IF, uma carta comum que subiu 160% graças ao site, essa carta que proponho subiria em mais de 400%

    1. Rodrigo Lopes (Admin)

      Nós até já recebemos a sua mensagem no Facebook mas pessoalmente não tenho tempo para investimentos. Logo você terá de arranjar outro modo de conseguir um private price fixing. Se pudermos ajudar em algo é só dizer.

  7. Silvio, o que vc acha desse if Samuel? compro agr a 12k? espero ele desvalorizar mais? ou ele não possui potencial para ter um preço muito acima disso?
    Abraços

    1. Silvio Teixeira

      Potencial ele tem, no entanto com a entrada das cartas Up, durante um tempo ele não deverá ainda pegar valor. Há uma correria por conta destas cartas e o pessoal estão muito espalhado em suas compras. Eu não faria este investimento neste momento.

  8. Parabéns Silvio, belíssimo artigo.

    Sou um pouco mais novo, não conheci esse futebol (na verdade conheci apenas o enduro). Iniciei com Fifa 94 pro Mega Drive (desde aquela época o Fifa ja tinha comemoração personalizada….rs), passei pelo International Super Star Soccer 64 e agora no Fifa 13 e 14…. rs … que bom que evoluímos.

    Macetinhos como esse sempre existiram, hoje tem aqueles lançamentos malucos logo na saída de bola… no fifa 13 era só ficar perto do goleiro quando ia chutar que a bola que ele se atrapalhava e era só chutar (quantos gols não tomei assim….rs)

    Grande Abraço amigo!!

  9. Thiago Alberto

    Fala Silvão!! Cara que legal seu artigo!! Esses tempos antigos são muito bons e não voltam mais..infelizmente cada época é uma história diferente.. E a que ponto está a modernidade hoje hein? Hoje os jogos todos são simuladores reais e interação total do player com o jogo..aff.. deu até saudade de antigamente. Se me permite gostaria de compartilhar um jogo muito bom de futebol do começo dos anos 90 chamado STRIKER onde era jogado no SNES e para a época eu vibrava com esse jogo e era contagiante, muito pelo barulho da torcida, e pelo gráfico avançado para a época que eram ótimos!! segue o link: https://www.youtube.com/watch?v=bVmLLmILrrg

    Espero que goste tanto quanto eu gostava.kkkk..

    Bom enfim, assim como você Silvio, joguei o atari também, sou nascido na metade dos anos 80 e acompanhei a evolução dos games, tendo os grandes consoles das gerações e todos nós passamos isto com nossos amiguinhos da época, era igual jogar bola na rua, o dono da bola sempre tinha espaço no time ou ia embora e levava a bola, nos games era mais ou menos isso, só que trocava-se a bola pelo cartucho ou o controle….kkkkk…quem nunca fez isso quando criança?

    Saudades da minha infância..valeu Silvio!!
    Excelente artigo!!

  10. Rodrigo Perez

    Silvio belo artigo, deu até saudades iniciei a minha vida em games justamente com esse futebol, agora dá vontade de rir ,porem na epoca fazia fila lá em casa para se jogar, depois desse só parei no UT xbox one!!! Grande abraço e parabens pelo site!!!

  11. kkkk. Realmente está tenso este negócio de UT. Tenho 200 k hoje ( só jogando, sem trade… já comprei e vendi vários times e ainda não consegui me acertar… Começo bem com uma equipe e depois não vai mais… ganha 1ou 2 e perde e empata muitas… belo artigo.

  12. Valber Santos

    Parabéns Silvio sempre gostei de seus artigos, mas este foi o melhor!

    Simplesmente sensacional!!!

    1. Silvio Teixeira

      Obrigado Valber. De vez em quando é bom variar e alar de algumas coisas mais amenas para não ficar muito tenso esse negocio de UT. 🙂
      Abraço

  13. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk..
    Eu ia falar q vc parece o fluminense, mas não quero causar guerra 😀 Mas que vitória hein? Parece esses caras de hoje em dia que só fazem gol de cabeça.. Tenho muita raiva disso, mas fazer oq? Não sou o dono do console… 😛

Comments are closed.