Início REGRAS Guia de Química em FIFA 13 Ultimate Team

Guia de Química em FIFA 13 Ultimate Team

75
Guia de Química para FIFA 14 Ultimate Team

 
 

Ter uma boa Química em FIFA 13 Ultimate Team é extremamente importante.

Quase todos sabem disso.

Porém, existe pouca informação sobre como ela funciona.
Nós efetuamos uma pesquisa profunda e descobrimos tudo o que há para contar sobre este tema: o que é a química, como se calcula, que efeito tem no jogo, qual o papel dos managers, qual a química dos suplentes, etc…

Neste vasto guia esperamos esclarecer todas as dúvidas e incertezas tanto dos jogadores iniciados como dos mais experientes.

 
 
 

Acesso Rápido

  • O que é a Química ?
  • Conceitos Básicos
  • Efeito da Química no Jogo
  • O que Influencia a Química
  • Como Melhorar a Química
  • Como é Calculada a Química
  • A Química dos Suplentes
  • Mito ou Realidade
  • Erros Comuns
  • Dicas Básicas
  • Dicas Avançadas
  • A Química e a EA
  • Perguntas Frequentes (FAQ)

  •  
     
     
     

    O que é a Química em FIFA 13 Ultimate Team ?

     

    O rendimento em campo dos nossos jogadores em particular, e da nossa equipa em geral, depende directamente de uma série de fatores:

    • Nível, atributos e caraterísticas dos jogadores;
    • Química;
    • Condição Física dos Jogadores;
    • Motivação dos Jogadores.

    A Química assume um papel fundamental na performance da sua equipa e por isso nunca deve ser desprezada.

    Ela avalia a saúde das relações de um clube. Ou seja, a química é o fator que repercute no jogo a familiaridade dos jogadores com a tática do clube, com o posicionamento, com os colegas e com o treinador.

    É fácil perceber que um guarda-redes não irá jogar bem se for colocado no meio-campo. Também é compreensível que um ponta de lança renda menos se tiver ao seu lado menos um companheiro do que aquilo a que está habituado. Ainda mais fácil é de entender que o rendimento de um jogador seja superior se for integrado numa equipa recheada de colegas que conhece bem e de um bom treinador da mesma nacionalidade.

    No fundo, é isto que a química faz. Pega em todas estas situações, pesa o quão elas podem prejudicar ou beneficiar o rendimento de uma equipa e transfere para as quatro linhas essa avaliação.

    De um modo geral, a introdução da Química em FIFA 13 Ultimate Team serve para dar mais lógica ao jogo e para tornar mais complexa, desafiante e variada a construção de uma equipa.

     
     
     
     

    Química em FIFA 13 Ultimate Team – Conceitos Básicos

     

    A primeira ideia que se deve ter bem presente é a de que a química é extremamente importante para o sucesso de qualquer equipa. Em edições anteriores, a EA anunciava que “uma equipa de bronze com boa química pode vencer facilmente uma equipa de ouro sem química”. É por isso fulcral que a mesma seja tida em conta aquando do planeamento da nossa equipa. Inclusive, a equipa deve ser construída à volta da química e não o oposto.

    Outro conceito importante, e que nem sempre está presente, é a de que existem dois tipos de química: a química individual de cada jogador e a química da equipa.

    Ambas influenciam o rendimento dos jogadores em campo. A primeira varia entre 0 e 9 e a segunda entre 0 e 100. Os valores das químicas podem ser vistos no menu de equipa ativa, tal como demonstra a imagem abaixo.

     

    Guia de Química para FUT 13

    1- Química da Equipa; 2- Química Individual


     

    Qualquer jogador deve ter por objetivo construir uma equipa com a maior química possível. Quanto mais alto o valor, melhor. A prioridade deve ser dada para uma química individual o mais próxima de 9. Se conseguir também uma química de equipa igual a 100, então estará a tirar o máximo rendimento dos seus jogadores.

    A química de uma equipa depende exclusivamente das suas escolhas. Ela é maior ou menor consoante os jogadores que você escolhe para o onze inicial, consoante o manager que elege para o banco e consoante o posicionamento e a tática de cada um dos jogadores. Ou seja, ela varia de jogo para jogo. Não é possível alterar a química de um jogador com o tempo, seja por ter realizado um determinado número de jogos ou por ter cumprido uma série de objetivos.

     
     
     
     

    Que Efeito tem a Química no Jogo ?

     

    Agora que já percebeu o que é a química, é altura de saber na prática o que ela faz.

    A maioria dos jogadores sabe o que fazer para ter uma boa química e reconhece a importância desta. Mas não consegue explicar a influência que ela tem no jogo. Alguns dirão que o rendimento da equipa melhora mas interessa perceber o que realmente muda assim que a bola é tocada pela primeira vez.

    A química interfere diretamente com o potencial rendimento da uma equipa durante um jogo. Mais precisamente, com os atributos dos jogadores. Ou seja, no início de cada jogo, os atributos dos jogadores são afetados diretamente pela sua química individual e também pela química da equipa.

    Como é lógico, um jogador não passa a correr o dobro só porque está rodeado por compatriotas. A química em FIFA 13 Ultimate Team afeta sobretudo os atributos não físicos.

    Veja a lista dos atributos pouco afetados e muito afetados pela química:


    ATRIBUTOS MUITO AFETADOS ATRIBUTOS MUITO POUCO AFETADOS
    Agressividade Aceleração
    Compustura Agilidade
    Posicionamento Reação
    Consciência Tática Sprint
    Visão Equilíbrio
    Controlo de Bola Salto
    Drible Resistência
    Precisão de Cabeceamento Força
    Finalização
    Cruzamentos
    Passes
    Marcação
    Corte
    Atributos de Guarda-Redes


    Pode conhecer todos os atributos aqui.


     

    Talvez agora perceba melhor o efeito que a química tem. Não adianta gastar milhares de coins para ter um Ronaldo se a sua química for zero. Você nunca irá usufruir dos 90 de finalização que ele tem.

    Os atributos dos jogadores são corrigidos pela química antes do início de cada jogo. No fundo é também isso que acontece na vida real. O rendimento de um jogador será sempre inferior se ele não se entender com os colegas, se jogar fora da sua posição natural ou numa tática que lhe é estranha.

     
     
     
     

    O que influencia a Química em FIFA 13 Ultimate Team

     

    A Química mede uma série de fatores que se consideram suficientemente importantes ao ponto de afetarem o rendimento de um jogador.

    Eis o que influencia a Química em FIFA 13 Ultimate Team:

    • Tática da Equipa
    • Tática preferida do Jogador
    • Posicionamento de um Jogador na Equipa
    • Posicionamento natural de um Jogador
    • Nacionalidades dos Jogadores
    • Ligas onde jogam os Jogadores
    • Clubes onde jogam os Jogadores
    • Nacionalidade do Manager Principal
    • Tática preferida do Manager Principal
    • Nível do Manager Principal

     

    Cabe a cada um tentar minimizar os aspetos que influenciam negativamente a química.

    Para compreendermos melhor como tudo isto funciona, vamos agrupar estes fatores em três grandes conjuntos:

    • Preferências dos Jogadores
    • Relação entre Jogadores
    • Caraterísticas do Manager

     
     

    Preferências dos Jogadores

     

    Normalmente os jogadores estão habituados a jogar numa determinada posição e de acordo com um esquema tático pré-definido. Quanto muito podem adaptar-se a posições e táticas parecidas.
    É também isso que acontece em FUT 13.

     

    Guia de Química para FUT 13 - Posições e Táticas

    1- Posicionamento do Jogador na Equipa; 2- Posicionamento Preferencial do Jogador; 3 – Tática da Equipa; 4- Tática Preferencial do Jogador. (Clique em cima da imagem para maximizá-la)


     

    Quanto ao posicionamento, um jogador pode estar numa das seguintes quatro situações:

    • Joga na sua posição natural
    • Joga numa posição muito parecida à sua posição natural
    • Joga numa posição com algumas semelhanças à sua posição natural
    • Joga numa posição muito diferente da sua posição natural

    A posição natural de um jogador está inscrita na sua carta. A posição onde ele está efetivamente a jogar aparece escrita no menu de equipa ativa.
    A primeira das situações refere-se a quando ambas as posições são iguais. É a situação ótima e que por isso mais beneficia a química.
    Quando um jogador é colocado a jogar numa posição que lhe é totalmente estranha, a química é fortemente afetada negativamente. Os guarda-redes são bons exemplos disso. Eles apenas podem jogar bem na sua baliza. São os únicos jogadores que não se adaptam a mais nenhuma posição.

    Para saber a que posições um jogador se pode adaptar, consulte as tabelas do capítulo de cálculo de química em FIFA 13 Ultimate Team.

     

    Guia de Química para FIFA 13 Ultimate Team - Posições

    O correto posicionamento ou não de um jogador em campo é mostrado graficamente na sua carta através da cor da bota: verde se joga na sua posição natural, laranja se adaptado e vermelho se joga numa posição muito diferente da natural.


     

    Quanto à tática, um jogador pode estar numa das seguintes quatro situações:

    • Joga na tática a que está habituado
    • Joga numa tática muito parecida à tática a que está habituado
    • Joga numa tática com algumas semelhanças à tática a que está habituado
    • Joga numa tática muito diferente da tática a que está habituado

    A tática a que um jogador está habituado aparece inscrita na sua carta. A tática em que ele está efetivamente a jogar aparece escrita no menu de equipa ativa.
    A primeira das situações refere-se a quando ambas as táticas são iguais. É a situação ótima e que por isso mais beneficia a química.
    Quando um jogador é colocado a jogar numa tática que lhe é totalmente estranha, a química é fortemente afetada negativamente.

    Para saber a que táticas um jogador se pode adaptar, consulte as tabelas do capítulo de cálculo de química em FIFA 13 Ultimate Team.

     

    Guia de Química para FUT 13 - Táticas

    A correta tática ou não de um jogador em campo é mostrada graficamente na sua carta através da cor do retângulo: verde se joga na sua tática habitual, laranja se adaptado e vermelho se joga numa tática muito diferente da habitual.


     
     
     

    Relação entre Jogadores

     

    Quando um clube contrata um jogador, é normal que ele tenha alguns problemas de adaptação. Não conhece os colegas, provavelmente nem falam a mesma língua e ele pode até desconhecer a liga a que chegou. Em FUT 13 também isso acontece. A relação que um jogador tem com os colegas que o rodeiam é fortemente avaliada pela química.

    Cada tática tem bem definida a ligação que os jogadores têm entre si. Por exemplo, é natural que um guarda-redes necessite de uma relação mais forte com os defesas do que com os avançados. Essas ligações podem classificar-se, quanto à sua intensidade em:

    • Inexistentes
      Se a ligação une dois jogadores com diferentes nacionalidades, diferentes clubes e diferentes ligas (por exemplo, Rooney e Messi);
    • Fracas
      Se a ligação une dois jogadores da mesma nacionalidade OU da mesma liga mas de diferentes clubes (por exemplo, Rooney e Aguero);
    • Fortes
      Se a ligação une dois jogadores da mesma nacionalidade e liga mas de clubes diferentes OU se une dois jogadores do mesmo clube (por exemplo, Rooney e Valencia);
    • Hiper
      Se a ligação une dois jogadores da mesma nacionalidade e clube (por exemplo, Rooney e Ashley Young)

     

    Guia de Química para FIFA 13 Ultimate Team - Ligações

    Indicação Gráfica da intensidade das ligações. De cima para baixo: hiper (a verde), forte (a verde), fraca (a laranja) e inexistente (a vermelho).


     

    As ligações inexistentes são as mais fracas e consequentemente as mais penalizadoras a nível de química. As ligações hiper são as mais fortes e por isso as mais compensadoras a nível de química.

    Independentemente da tática da equipa, um jogador tem de estar ligado a 2, 3, 4 ou 5 colegas. Quanto maior for a intensidade dessas ligações, maior será a química individual do jogador.

    É por isso que a maior parte das equipas de FUT 13 são feitas baseadas numa liga ou numa nacionalidade. Com isso consegue-se eliminar as ligações inexistentes e garantir uma química elevada.

     

    Guia de Química para FUT 13m - Ligações

    Tomando a tática 4-1-2-1-2 como exemplo, é possível verificar que o GK, o RB e o LB têm apenas duas ligações, os ST’s têm três, os CB’s, O RM e o LM têm quatro e o CDM e o CAM têm cinco.


     
     
     

    Características do Manager

     

    Um manager não serve apenas para escolher a tática de jogo. Ele é peça fulcral na maximização do potencial dos jogadores. Em FUT 13, o manager não influencia a química individual dos jogadores, mas contribui de forma importante para a química da equipa.

    Existem três características de um manager que fazem variar a química da equipa:

    • A sua nacionalidade
    • A sua tática preferida
    • O seu nível

     

    Um manager que se consiga fazer entender tem mais probabilidades de sucesso do que um com más relações com os jogadores. É por isso que a química sai beneficiada se a nacionalidade do manager for igual ao do maior número de jogadores possível.

    Tanto a nacionalidade do manager como a dos jogadores encontra-se inscrita nas respetivas cartas.

    Se normalmente é o manager que escolhe a tática da sua equipa, não faz sentido que queira implementar uma tatica com que não esteja familiarizado. Se o fizer, estará a prejudicar a química da equipa.

    Quanto à tática, um manager pode estar numa das seguintes duas situações:

    • Escolhe a tática a que está habituado
    • Escolhe uma tática diferente da tática a que está habituado

    A tática a que um treinador está habituado aparece inscrita na sua carta. A tática que ele efetivamente escolheu aparece escrita no menu de equipa ativa.

    No caso dos managers, não são necessárias tabelas para verificar a que táticas ele se adapta pois, ao contrário dos jogadores, ele não se adapta a outras táticas.

     

    Guia de Química para FIFA 13 Ultimate Team - Táticas dos Managers

    A correta tática ou não de um manager é mostrada graficamente na sua carta através da cor do retângulo: verde se escolheu a sua tática habitual e vermelho se escolheu uma tática diferente da habitual.


     

    Um manager reputado tem maiores hipóteses de levar uma equipa ao sucesso do que um desconhecido que treine uma equipa de divisões secundárias. Em FIFA 13 Ultimate Team isso é feito através da química.

    Quanto maior for o nível do manager (ouro, prata ou bronze), maior será a sua contribuição para a química da equipa. É indiferente para a química tratarem-se de managers raros ou não.

     
     
     
     

    Como melhorar a Química em FIFA 13 Ultimate Team

     

    Felizmente é possível melhorar a química da sua equipa e dos seus jogadores.

    Relativamente às preferências dos jogadores, a melhoria da química individual pode ser feita à custa da aplicação de cartas de treino. Ou seja, à custa de coins.

     

    As cartas de alteração de tática, quando aplicadas a um jogador, mudam a tática que está inscrita na sua carta como sendo a preferencial. Isto significa que, se um jogador não tiver a mesma tática que a sua equipa, basta lhe aplicar uma carta de alteração de tática para que ambas sejam iguais e a sua química seja muito melhorada.

     

    Guia de Química para FUT 13 - Cartas de Treino de Tática

    Neste exemplo e supondo que a tática da equipa é o 4-4-2, a aplicação da carta de treino que está ao centro fez com que o jogador passasse de uma tática preferencial 3-4-1-2 (vermelho) para 4-4-2 (verde).


     

    Do mesmo modo, se a posição preferencial de um jogador não coincidir com a posição em que ele está a jogar, é possível corrigir esta situação com a aplicação de uma carta de alteração de posição. Estas cartas só conseguem ser aplicadas com sucesso se indicarem a posição preferencial atual do jogador e aquela para a qual queremos alterar.

     

    Guia de Química para FIFA 13 Ultimate Team - Cartas de Treino de Posição

    Neste exemplo e supondo que a tática da equipa não prevê nenhum CF, a aplicação da carta de treino que está ao centro fez com que o jogador passasse de uma posição preferencial CF (vermelho) para ST (verde).


     

    Também a relação dos jogadores pode ser melhorada mas, para isso, é necessário ajustar o nosso plantel.

    Antes de comprarmos os jogadores para a nossa equipa, devemos verificar a intensidade das ligações que vamos obter. Se as mesmas forem suficientemente fracas ao ponto de afetarem a química, devemos encontrar jogadores que combinem melhor relativamente à nacionalidade, liga ou clube.

    A intensidade da ligação entre dois jogadores é meramente uma representação gráfica. Não significa que esses jogadores, em particular, joguem melhor entre si se a ligação for verde ou joguem pior se a ligação for vermelha. O que é interessa para a química individual é a soma das intensidades das ligações que um dado jogador tem. O que é afetado são os atributos de cada jogador e não necessariamente a relação dele com os colegas. Ou seja, qualquer jogador joga da mesma forma com todos os colegas independentemente de ter ligações de diferentes cores.

     

    A contribuição de um manager para a química pode ser maximizada dos seguintes modos:

    • atribuindo um manager de ouro à equipa;
    • acertando a tática do manager com a da equipa, nem que para isso se tenha de aplicar uma carta de treino de tática específica para treinador, tal como se faz com os jogadores;
    • escolhendo um manager cuja nacionalidade seja a predominante do onze da equipa.
    •  

      No resto do artigo, iremos mostrar métodos avançados para melhorar a química.

       
       
       
       

       

      Como é calculada a Química em FIFA 13 Ultimate Team

       

      A forma como é calculada a química é provavelmente o segredo mais bem guardado em FIFA 13 Ultimate Team.

      Nós propomo-nos desvendá-lo.

       
       
       

      Efeito da Química no Jogo

       

      Em primeiro lugar é importante saber que o valor da química utilizada em jogo é uma média ponderada da química individual (75%) e da química da equipa (100%).

      Ao contrário do que muita gente pensa, ter noves nas químicas individuais é muito mais importante do que ter 100 na química da equipa. Até porque a química individual não só pesa três quartos da química utilizada em jogo como ainda afeta diretamente a química da equipa, como veremos de seguida.

      Por outras palavras, pode-se dizer que os atributos com que cada jogador entra em campo dependem diretamente da química individual desse jogador e parcialmente da química da equipa.

       
       
       

      Cálculo da Química da Equipa

       

      A química da equipa varia entre 0 e 100 e pode ser calculada através da seguinte fórmula:

      QE = QI + QM
      em que
      QE é a química da equipa
      QI é a soma das químicas individuais dos jogadores (ver mais à frente)
      QM é a contribuição do manager para a química

      Esta fórmula permite que a química de uma equipa seja superior a 100. Porém, em termos práticos, qualquer valor que seja superior a 100 tem o mesmo efeito que 100.

      Por sua vez, a química que o manager dá à equipa varia entre 0 e 21 e é calculada do seguinte modo:

      QM = T x L + N
      em que
      T = 0 se as táticas do manager e da equipa não coincidirem
      T = 1 se as táticas do manager e da equipa coincidirem
      L = 2 se o manager for do nível bronze
      L = 5 se o manager for do nível prata
      L = 10 se o manager for do nível ouro
      N é o número de jogadores do onze principal que têm a mesma nacionalidade que o manager

       

      Cálculo da Química Individual de um Jogador

      O método de cálculo da química individual de um jogador é muito complexo. Tentamos sintetizar numa fórmula simples mas existem algumas exceções que impedem a sua generalização.

      Para calcular o valor da química individual de um jogador necessita de conhecer:

      • a tática da equipa
      • a tática preferida do jogador
      • a posição em que o jogador joga
      • a posição preferida do jogador
      • o número de ligações inexistentes, fracas, fortes e hiper

       

      Conhecendo estas informações, basta seguir os seguintes passos para descobrir o valor da química individual de um jogador:

      • Passo 1
      • Procurar na primeira tabela o valor da química individual.
        Para isso deve escolher na primeira coluna quantas ligações o jogador tem e a linha correspondente à intensidade dessas mesmas ligações. O valor da química é encontrado ao se cruzar essa linha com a coluna correspondente à situação da tática e do posicionamento.
        Um jogador na posição e tática certa mas sem ligações válidas tem química individual 6.

        Guia de Química em FIFA 13 Ultimate Team - Calculadora de Química

        Tabela 1

      • Passo 2
      • Se teve dificuldade em selecionar a coluna da posição na tabela 1, pode consultar a segunda tabela. Esta tabela indica em que posição um jogador gosta de jogar, pode jogar adaptado ou joga com grandes dificuldades. Basta selecionar a linha da posição inscrita na carta do jogador e procurar a coluna da posição em que o jogador foi colocado a jogar.

        Guia de Química em FIFA 13 Ultimate Team - Posições

        Tabela 2

      • Passo 3
      • Se teve dificuldade em selecionar a coluna da tática na tabela 1, pode consultar a terceira tabela. Esta tabela indica em que tática um jogador gosta de jogar, pode jogar adaptado ou joga com grandes dificuldades. Basta selecionar a linha da tática inscrita na carta do jogador e procurar a coluna da tática em que o jogador foi colocado a jogar.
        Tenha em atenção que esta tabela está dividida em quatro setores: guarda-redes, defesas, médios e avançados. Isto é assim porque os jogadores adaptam-se melhor a outras táticas consoante a sua posição. Por exemplo, um defesa de um 4-4-2 adapta-se melhor à 4-3-3 do que um avançado pois a nova tática mantém o sistema de 4 defesas mas não mantém o sistema de 2 avançados.

      Guia de Química em FUT 13 - Posições

      Tabela 3


       
       
       

      Exemplo de Cálculo de Química em FIFA 13 Ultimate Team

       

      De modo a não subsistirem dúvidas vamos calcular as químicas de uma hipotética equipa.

       

      Guia de Química em FUT 13 - Exemplo

      Clique para maximizar


       

      Comecemos pelo mais fácil: o contributo do manager para a química.
      Temos que QM = T x L + N = 1 x 10 + 2 = 12
      uma vez que T = 1 pois a tática da equipa é igual à do manager, L = 10 pois o manager é de ouro e N = 2 pois há dois jogadores espanhóis no onze principal.

      Relativamente às químicas individuais, vamos nos limitar ao cálculo da de Garteh Barry.

      Basta olharmos para a equipa para percebermos que Barry tem uma tática preferida que não se adapta à da equipa. Por outro lado, um CDM pode jogar adaptado a CM como se comprova pela bota laranja. Falta saber se a nova posição é muito parecida ou tem apenas algumas semelhanças com a sua posição natural. Para isso consultamos o cruzamento de CDM (linha) com CM (coluna) da tabela 2 que nos indica que Barry se adapta muito bem à nova posição.
      Relativamente à intensidade das relações, Barry tem 3 ligações fortes assinaladas a verde (nenhuma delas é hiper pois não há nenhum colega no mesmo clube que seja também inglês) e uma fraca assinalada a laranja. Por consulta da primeira tabela, facilmente se verifica que a química de Barry é 7 (antepenúltima coluna da linha 3-1-0 de 4 ligações).
      Se fizemos estas contas para os restantes jogadores vamos obter as seguintes químicas individuais: 7-5-9-7-9-3-9-7-9-6-9.

      Assim sendo, a QE = (7 + 5 + 9 + 7 + 9 + 3 + 9 + 7 + 9 + 6 + 9) + 1 x 10 + 2 = 92.
      Isto significa que de um modo geral todos poderão jogar bem, à exceção de Pepe, Dani Alves e Falcão que têm químicas individuais inferiores a 7.

       

      Mais importante do que saber fazer as contas para descobrir a química, é saber tirar partido da informação que a tabela 1 fornece. Se analisá-la com cuidado poderá tornar-se um expert neste assunto tão importante para o sucesso de um clube FUT 13.

      Seja na fase de construção de equipa, seja na fase de melhoria da mesma, é muito importante sabermos o que necessitamos fazer para manter a química elevada. Em vez de alcançarmos a química que queremos por tentativas, podemos ficar a saber com rigor que peças devemos mexer para alcançarmos os nossos objetivos. É extemamente importante saber o que pesa mais no cálculo da química. Muitas vezes gastam-se coins desnecessariamente ou investem-se em jogadores que não são aqueles que mais queríamos só porque queremos garantir uma ligação extra que não nos trará benefício nenhum a nível de química.

      De uma análise rápida à tabela, conclui-se logo, por exemplo que:

      • Dentro das preferências dos jogadores, o posicionamento pesa mais na química que a tática
      • O peso na química de uma ligação hiper ultrapassa três vezes o peso de uma ligação fraca
      • O peso na química de uma ligação forte ultrapassa duas vezes o peso de uma ligação fraca
      • Quase sempre compensa o investimento de fazer o jogador ficar com o mesmo posicionamento e tática da equipa
      •  

        Estas tabelas são também muito úteis para outras situações, como por exemplo, se quiser saber rapidamente o que acontece se contratar um determinado jogador para a sua equipa ou como será afetada a química se você migrar a sua equipa para outra tática.

        Se reparar bem, existem valores na tabela que são superiores a 9. Isto explica-se porque a fórmula de cálculo da química individual permite resultados entre 0 e 11. Na prática, um jogador com química 10 ou 11 jogará tão bem como um com 9, pelo que graficamente não são apresentados valores superiores a 9. Também aquando do cálculo da química da equipa, os valores superiores a 9 devem ser considerados como sendo 9.

        Então porque existem valores superiores a 9? A resposta é simples. Assim permite-se que hajam outras formas de se atingir o máximo de química. Se assim não fosse, as combinações seriam bem menores e a diversidade de plantéis com boa química seria escassa.

         
         
         
         

        A Química dos Suplentes em FIFA 13 Ultimate Team

         

        Se esteve atento ao capítulo anterior deve ter percebido que os suplentes não são tidos em conta aquando do cálculo da química. Muito menos os reservas.

        A química da equipa contabiliza a soma das químicas individuais apenas dos onze jogadores que iniciam a partida. Além disso, estando no banco, os suplentes não têm a componente de relação entre jogadores. Isto significa que a química individual dos suplentes é zero e que o seu contributo para a química da equipa é nulo.

        Até aqui julgamos que seja bastante fácil de entender. Porém, uma pergunta bastante importante surge: Se fizermos uma substituição, qual será a química do jogador que entrar e como isso afetará a química da equipa ?

        A resposta é mais simples do que alguns julgarão. Quando efetuamos uma substituição, o jogador que entra adquire a química individual do jogador que sai e por isso mesmo a química da equipa mantém-se inalterada. O momento decisivo para a definição da química com que vamos jogar é o da seleção dos onze jogadores que irão iniciar a partida. O mesmo é dizer que, uma vez iniciado um jogo, as químicas nunca se alteram, aconteça o que acontecer.

        Isto é válido para todos os casos. Mesmo que coloquemos em campo um jogador que não tenha uma única relação com os restantes, que a sua tática preferida não seja a da equipa e mesmo que ele seja colocado a jogar numa posição completamente diferente da sua posição natural.

        Para alguns isto pode ser encarado como uma oportunidade. Passa a ser possível juntarmos ao nosso clube aquele jogador que sempre quisemos mas que não podíamos comprar porque ele não tinha nada em comum com a restante equipa. Podemos também adaptar jogadores a outra posições que possuem menos opções de qualidade.

        É a sua hipótese de colocar Ronaldo a ponta de lança, Ramires a defesa central ou de meter Bale num lado e Hazard noutro sem perder um único ponto de química. É também a oportunidade de colocar Thiago Silva no meio de uma defesa da BPL ou da BBVA ou reforçar o a baliza com Iker Casillas independentemente da liga/ nacionalidade que estiver na génese da nossa equipa.

        Porém, tudo tem um custo. Neste caso, irá gastar mais contratos. Além disso terá de interromper os jogos, preferencialmente no início, para fazer as substituições o que, convenhamos, é um pouco aborrecido.

         
         
         
         

        Química em FIFA 13 Ultimate Team – Mito ou Realidade ?

         

        Se achássemos que a química em FIFA 13 Ultimate Team não passasse de um mito, não teríamos passado semanas em investigação para vos trazer este artigo. Ainda assim, achamos que seria oportuno ter um capítulo sobre este tema pois existe um número considerável de pessoas que insiste em dizer que a química dentro do jogo não existe.

        A melhor forma de atestarmos a influência da química durante os jogos é realizar um grande número de jogos, idealmente nas mesmas condições, comandando uma equipa com química elevada e outra com química muito baixa. Nós fizemos isso durante largas dezenas de jogos e concluímos que a química em FIFA 13 Ultimate Team é mesmo realidade.
        Analisando matematicamente os resultados que obtivemos, concluímos que quando jogávamos com uma equipa de química elevada o nosso rendimento era bem superior.

        Muitas das pessoas que dizem não existir química justificam com o facto de conseguirem ganhar vários torneios ou épocas jogando com equipas de química muito reduzida. Isso não é justificação. Há jogadores de FIFA que são suficientemente bons para vencer mesmo tendo equipas muito inferiores ao adversário. Logo, também o poderão fazer com equipas de muito baixa químca.

        Há também quem considere que a química devia ser abolida de FUT 13. Nós respeitamos a opinião de todos mas consideramos que essas pessoas não compreendem como funciona FUT na sua plenitude. Parte da piada deste modo de jogo é a oportunidade de criarmos uma equipa com que nos identifiquemos. Se não houvesse química, o desafio de construir uma equipa seria menor e a diversidade de equipas diminuiria.

         
         
         
         

        Erros Comuns na Construção de uma equipa com boa Química

         

        Existem três tipos de erros básicos na construção de uma equipa com boa química em FIFA 13 Ulttimate Team:

        • Os jogadores negligenciam a importância da química
        • Os jogadores sobrevalorizam a química
        • Os jogadores não dão o correto equilíbrio à química
        •  

          Na primeira destas situações, os jogadores parece desconhecerem o efeito da química no jogo ou simplesmente julgam que a mesma não passa de um mito.
          Preferem construir uma equipa com os jogadores de que realmente gostam independentemente da sua química. O que não sabem é o seu rendimento pode ser superior se modificarem ligeiramente essa equipa com a substituição de alguns jogadores. Não precisam de abdicar de todas as suas preferências.
          A menos que se estejam a iniciar em FUT 13, estes jogadores podem ser facilmente identificados por apresentarem equipas com uma química inferior a 60 (não é possível ver a química individual do adversário).

          Existem também aqueles que metem a química à frente de tudo. Não são necessários extremismos.
          Se você seguir todas as nossas dicas básicas (ver capítulo seguinte) pode estar neste grupo. Aliás, todos os que têm onze jogadores com química individual 9 e uma química de equipa 100 podem estar nesta situação.
          FUT 13 permite que se alcance químicas máximas de vários modos. Se aplicarmos todos esses métodos para lá chegar estaremos a alcançar químicas superiores ao máximo, ou seja, estaremos a sobrevalorizá-las. O problema de o fazermos é que poderemos estar em prejudicar a qualidade e/ou diversidade dos jogadores sem tirarmos nenhum benefício disso.
          É por isso que é importante perceber como funciona a química em FIFA 13 Ultimate Team. Com esse conhecimento poderá formar equipas com apenas aquilo que elas precisam para atingirem a química máxima.
          Não faz sentido tentar encontrar mais ligações para um jogador ligado a outros quatro que já possua uma ligação hiper. Essa ligação já é suficiente para os 9 de química individual.
          Esta gestão não é fácil de se fazer mas com a prática poderá formar equipas bem interessantes. Siga as nossas dicas avançadas para perceber onde pode otimizar e como pode formar equipas híbridas.
          As equipas formadas exclusivamente por jogadores da mesma liga, clube ou nacionalidade são muitas vezes casos típicos de “desperdício” de química.

          O terceiro grupo é provavelmente o mais comum: os que cometem erros ao formar uma equipa por desconhecimento de como o devem fazer.
          Isto acontece muitas vezes porque a esmagadora maioria das fontes de informação é pouco clara ou mesmo incorreta no que diz respeito a este tema.
          É do senso comum entre os jogadores de FIFA 13 Ultimate Team que ter boa química é ter química 100. Errado. Podemos ter uma química de equipa 100 em que um ou dois dos jogadores tem química individual zero. Isso não é concerteza a química desejada.
          A ideia que circula é que a química de equipa é a fulcral e a química individual, que muitos desconhecem, pouca importância tem. Isso é rigorosamente falso. A química individual é inclusive a que mais peso tem na alteração dos atributos dos jogadores durante os jogos.
          Estes jogadores apresentam normalmente químicas de equipa máximas mas químicas individuais desequilibradas. Uns jogadores com 9 e outros com menos de 7.

          Então se defendemos químicas individuais 9 para todos os jogadores para quê nos preocuparmos com a colocação de um bom manager se já temos 99 de química de equipa e se as químicas individuais já são as maiores possíveis ? A pergunta faz todo o sentido.
          Cabe a cada um decidir se vale a pena gastar contratos de manager por um retorno tão pequeno. Na nossa opinião, vale. Podemos ter onze jogadores com químicas bem afinadas mas, uma vez que a rotatividade do plantel é peça fulcral para o sucesso de qualquer equipa que não queira ficar dependente da compra de cartas de desenvolvimento, se necessitarmos de colocar regularmente os reservas a jogar, será bom termos um manager que nos dê alguns pontos de química para poderemos ter maior liberdade de escolha desses jogadores.

           
           
           
           

          Dicas Básicas para construir uma equipa com boa Química

           

          Se já leu o que escrevemos neste artigo, então já sabe o que fazer para construir uma equipa com boa química. Basta analisar as tabelas que calculam a química para saber o que é realmente importante.

          Para aqueles que ainda se sentem um pouco desorientados, vamos dar algumas dicas sobre como constuir uma equipa com boa química em FIFA 13 Ultimate Team.

          Em primeiro lugar, convém definirmos o que é isso de boa química.
          Para nós, uma equipa com muito boa química é aquela que tem químicas individuais todas iguais a 9 e uma química de equipa igual a 100. É óbvio que nem sempre é possível construir a nossa equipa de sonho repleta de químicas individuais 9 mas devemos tentar que elas nunca sejam inferiores a 7.

          A menos que já seja um expert na matéria, o primeiro passo é definir que ponto em comum terão os jogadores. Necessitamos que eles possuam pelo menos ligações fracas, pelo que o mais normal é nos basearmos numa nacionalidade ou numa liga para construirmos a nossa equipa.
          Uma equipa que seja toda da mesma liga deverá ter garantida uma muito boa química, desde que os jogadores estejam nas suas poosições naturais e tenham a tática da equipa. Nas mesmas condições, uma equipa que seja da mesma nacionalidade terá uma potencial química ainda mais forte pois pode ser colocado um manager da mesma nacionalidade que dê um bónus de +21 à química da equipa.

          Não se esqueça de reservar coins para investir na química. É que, como já foi dito, a componente da química individual relativa às preferências dos jogadores pode ser toda corrigida se você tiver orçamento para isso. Ter todos os jogadores com a tática da equipa e a jogarem nas suas posições naturais representa cerca de metade do caminho para construir uma equipa com boa química.

          Um dos truques para conseguir construir essa equipa é saber planear antes de começar. Não basta ter uma ideia geral pois pode começar a comprar jogadores e perceber que afinal há um ou mais que não possuem ligações suficientes.
          Assim, se já escolheu o ponto em comum que os jogadores têm, é altura de visualizar o que pretende para a sua equipa. Utilize as nossas tabelas ou uma aplicação do tipo squad builder.

          Tenha em atenção que as táticas fazem variar o modo como a química funciona. Se não tem nenhuma preferida pode até escolher uma em função de como ela melhor se encaixa na química da equipa que você está a construir.
          Embora não tenha influência nas químicas individuais, deverá atribuir sempre um manager à equipa. Preferencialmente de ouro, com a tática da equipa e da nacionalidade que predominar no onze inicial.

          Se fez tudo aquilo que aqui lhe indicamos então garantimos-lhe que a química da sua equipa estará no máximo possível.

           
           
           
           

          Dicas Avancadas para construir uma equipa com boa Química

           

          Você até já pode ter percebido como tudo funciona mas uma ajuda extra é sempre bem vinda na altura de idealizarmos a nossa equipa.
          Deixamos-lhe aqui algumas dicas que pode aproveitar.

           

          As equipas híbridas são as mais perfeitas que conhecemos. Permitem que recorramos a outras ligas para completar a equipa nas posições que achamos estarem mais mal representadas. Se forem bem feitas podem juntar uma boa química a um maior leque de jogadores de qualidade. A que fizemos no MY FUT 13 é um bom exemplo disso.

          Mas fazer uma equipa híbrida com boa química pode não ser fácil. O truque é encontrar jogadores chave que façam a transição de uma liga para outra ou de uma nacionalidade para outra.
          Um dos métodos que podem ser utilizados consiste, se a tática o permitir, em partir a equipa ao meio. Cada um dos lados é formado por jogadores de uma liga ou nacionalidade diferentes.

          Para elucidar o quão bem este método resulta, testamos uma híbrida Seria A / BPL. Como pode ver pela imagem de baixo, apenas as ligações centrais é que são inexistentes. Isso não será problema se entre as restantes algumas forem ligações fortes.

           

          Guia de Química em FUT 13 - Posições

          Equipa Híbrida Serie A/BPL com Química de Equipa 100 e todas as Químicas Individuais 9


           

          Existem táticas mais propícias à construção de equipas híbridas com boa química. É o caso da 3-5-2 ou da 4-3-1-2, por terem um elemento chave que permite a separação de jogadores com diferentes caraterísticas.

          Para mostrar como estas táticas podem ser aproveitadas para este fim, construímos uma equipa baseada na Liga BBVA. Porém, como Messi e Ronaldo são demasiado caros para a maioria dos jogadores, optamos por colocar um trio atacante da BPL cheio de qualidade. Neste caso foi David Silva a fazer a ligação entre as duas ligas mas mesmo que fosse outro jogador a ocupar essa posição, como Tévez por exemplo, a única química que seria alterada seria a dele (9 para 7). O resultado é a equipa fantástica que se pode ver na imagem abaixo.

           

          Guia de Química em FIFA 13 Ultimate Team - Posições

          Equipa Híbrida BBVA/BPL com Química de Equipa 100 e todas as Químicas Individuais 9


           

          Os mais experientes podem construir uma equipa que, no seu conjunto, aparentemente pouco tem em comum. Para isso têm de saber gerir a química na perfeição.
          A maneira mais fácil de fazê-lo é apostar em algumas ligações hiper. Ou seja, a maioria dos jogadores terá tudo ligações inexistentes à exceção de uma que, por ser hiper, lhe garantirá os 9 pontos de química individual (isto é válido para todos os jogadores que tenham 4 ou menos ligações).

          Para ilustrarmos esta técnica montamos a equipa que se pode ver na imagem abaixo. Apesar da maioria das ligações ser inexistente, conseguimos obter a química máxima possível. É muito fácil de aplicar mas raramente alguém utiliza esta técnica. Basta identificar jogadores que sejam do mesmo clube e da mesma nacionalidade e agrupá-los dois a dois.

          No exemplo que mostramos estão representadas cinco ligas. Uma das grandes vantagens deste truque é a de permitir recrutarmos os jogadores que julgamos mais capazes sem nos termos de cingir a uma liga ou a um campeonato.

           

          Guia de Química em FUT 13 - Posições

          Equipa Variada com Química de Equipa 100 e todas as Químicas Individuais 9


           

          Por fim, queremos deixar uma dica para quem coloca os jogadores na sua posição e tática certa e quer saber, de um modo expedito, se determinadas ligações são suficientes para alcançar os 9 de química individual.

          Para qualquer jogador ter química máxima apenas terá de ter um número de pontos igual ou superior ao número de ligações que tem com os colegas. Esses pontos são contabilizados do seguinte modo: 1.0 por cada ligação fraca, 2.5 por cada ligação forte e 4.0 por cada ligação hiper.
          Por exemplo, na última imagem, Pepe tem 3 ligações inexistentes e 1 hiper. Logo como a soma dos pontos dá 4 e 4 é o número de ligações que ele tem. Então concluímos facilmente que Pepe tem a química individual máxima.

           
           
           
           

          A EA e a Química em FIFA 13 Ultimate Team

           

          Somos completamente independentes e isso é ótimo para podermos elogiar ou criticar o que achamos estar bem ou o que achamos estar mal.

          De um modo geral achamos o trabalho da EA bastante bom. É verdade que existem problemas de servidores, de itens que ficam presos na pilha de trocas, de constantes atualizações, etc… Mas quanto a regras, FUT foi um jogo bem pensado e bem implementado. O sistema de química é um bom exemplo disso. Funciona e resulta.

          Mas nem tudo nos faz sentido na química em FIFA 13 Ultimate Team. Não percebemos porque é que a EA faz dela tanto secretismo. A maior parte da informação que publicamos neste artigo foi baseada em testes intensivos que realizamos. Ela não está disponível para o comum jogador que não queira perder horas a tentar perceber como funciona a química.

          O melhor exemplo do que estamos a dizer são as cores com que a intensidade das ligações ou com que a saúde das preferências dos jogadores são assinaladas. As ligações fortes e hiper são ambas coloridas de verde não permitindo a distinção entre uma e outra. Também as posições e táticas com que os jogadores podem jogar adaptados aparecem pintadas de uma só cor, o laranja, não permitindo distinguir aquelas a que eles se adaptam bem e aquelas a eles se adaptam razoavelmente. Bastaria introduzir mais uma cor e escusaríamos ter de usar duas das três tabelas aquando do cálculo. Custa um pouco a querer que isto não tenha sido feito propositadamente para manter os segredos da química longe dos jogadores.

          Com este artigo esperamos ter esclarecido tudo sobre o funcionamento da Química em FUT 13 e ter quebrados mitos e falsas ideias que são veiculadas por toda a comunidade de jogadores.

           
           
           
           

          Química em FIFA 13 Ultimate Team – Perguntas Frequentes (FAQ)

           

          P: O que é a Química ?
          R: A química é o fator que repercute no jogo a familiaridade dos jogadores com a tática do clube, com o posicionamento, com os colegas e com o treinador. Pode saber mais aqui.

          P: A Química existe mesmo ou é apenas um mito ?
          R: A Químca existe mesmo. Pode saber mais aqui.

          P: Vale a pena construir uma equipa com Química alta ?
          R: Sem dúvida que sim. Uma química alta significará potencial melhor rendimento dos seus jogadores.

          P: O que muda por a minha equipa ter boa ou má química ?
          R: A química da sua equipa altera diretamente os atributos dos jogadores dentro de campo. Saiba mais aqui.

          P: Já tenho 100 de Química. Isso é tudo o que interessa, não é? ?
          R: Não. Os atributos dos jogadores em campo são modificados por uma componente em que esses 100 pesam 25% e a química individual dos jogadores pesa 75%. Por isso, mais do que garantir os 100 de Química de Equipa, é importante conseguir a melhor química individual (9) para o máximo de jogadores possíveis.

          P: Não consigo ter química máxima na minha equipa. Qual o mínimo que me aconselham ter ?
          R: Se por alguma razão não consegue ter química máxima, deve tentar ter pelo menos 7 de química individual e 90 de química de equipa.

          P: A química de um jogador pode ser superior a 9 ?
          R: Em teoria pode. Matematicamente a química individual varia entre 0 e 11. Na prática, o efeito de qualquer química superior a 9 é o mesmo que 9.

          P: Como é que um manager influencia a química ?
          R: Um manager apenas influencia a química da equipa. E para isso, é importante a sua tática, nacionalidade e nível. Saiba mais aqui.

          P: De que depende a química ?
          R: De um modo geral a química depende das preferências dos jogadores (tática e posicionamento), da sua relação com os colegas com os quais esteja ligado (nacionalidade, liga e clube) e das caraterísticas do manager (nacionalidade, liga e tática). Saiba mais aqui.

          P: Um jogador que tenha más ligações com uns colegas e boas com outros, joga de modo diferente com eles ?
          R: Não. As ligações vermelhas são meramente indicadores gráficos. O modo como cada jogador joga depende exclusivamente da sua química individual e da química da equipa. Ele jogará com todos de igual modo.

          P: Como é calculada a química em FIFA 13 Ultimate Team ?
          R: O método de cálculo da química não é simples. Saiba aqui como é feito esse cálculo.

          P: Qual a química de um jogador suplente ?
          R: Apenas os jogadores que estão a jogar é que têm química. Se um suplente entrar em campo, a sua química passará a ser a do jogador substituído. Uma vez iniciado o jogo a química da equipa não se altera. Saiba mais aqui.

           
           
           
           

    75 COMENTÁRIOS

    1. Parabéns! Foi a matéria mais esclarecedora que li sobre o assunto. Gostaria de agradecer pelo envolvimento e por passar esses conhecimentos para pessoas não dispostas a estudar a fundo. Confesso que eu era um dos que davam muita bola para a química geral e nem tanto para a individual. Até porque jogo no 4-1-2-1-2 e é uma tática muito cara. Sò colocava jogadores naturalmente nela quando o prejuízo financeiro não seria muito. Pois bem, meu atacante vivia ficando em posição de impedimento e possuía a química 6. Ao alterar a tática observei que isso não acontecia tão regularmente.

      Enfim, obrigado.

    2. Muito bom. Perfeita explicação. Parabéns pela matéria. É impressionante a plenitude dos fatos relacionados sobre o FUT. Aprendi muito com vocês. Já é meu site favorito há muito tempo.

    3. Esse assunto me fez tomar decisões importantes. Como eu havia falado eu adquiri uma carta MA >>> MC num preço raro (150). Ia aplicar no Ronaldinho. Mas aguardei esse tópico e assim pude verificar que o Ronaldinho estava com a química variando de 7 a 9. Assim eu iria jogar fora essa carta se aplicasse nele. Então vou aplicar nele uma outra carta masi barata MA >>> SA que eu já tinha também por 150. Assim ele ficará na posição certa e ainda vou poder vender essa MA >>> MC por um bom valor. Valeu mesmo ! ! ! ! !

        • Vendi a carta MA >> MC por 11000. Eu havia me enganado, comprei por 200 e não 150 como eu tinha falado. Lucrão. Apliquei a outra carta muito mais barata (MA >> SA), blz e valeu mesmo ! ! ! E hoje comprei duas cartas VL >> MC uma por 500 e outra por 1000. Também valor bom. Eu precisava de um MC. Ai comprei o Kaka por 2000 e com 93 contratos. Agoras vou aplicar uma das cartas VL >> MC no Kaka e vender a outra. Kaka saiu de graça. Valeu !

          • Isso é que foi um bom negócio.
            Você exemplificou na perfeição aquilo que dizemos muitas vezes mas que as pessoas não levam muito a sério: conhecer bem as regras do jogo é uma vantagem competitiva muito grande.
            E é claro que ajuda comprar cartas a 2% do preço que elas valem. :)

    4. completando: O Ronald é MA. EM vez de aplicar MA >>> MC, vou aplicar a MA >>> SA. Tenho essa posição porque meu esquema é 5 2 1 2. Outra coisa muito importante que descobri aqui nesse site (não lembro mais o tópico, são muitoss que li), é que posso mudar o nome do time. Ai segui os passos: Menu (do jogo) > EASFC > Catálogo. Ai descobri que posso gastar meus XPs e comprar itens. Assim comprei o item de mudar o nome do time, e além disso descobnri que poderia comprar outros itens como por exemplo ganhar bônus em moedas após cada partida. Exemplo: comprei um item do ultimate que me dá nas próximas 5 partidas 200 moedas de bônus por cada. Comprei outro que me dá 200 nas próximas 10. Outro que me dá 200 nas próximas 15 e um úçtimo que me dá 1000 moedas nas próximas 5 partidas. Só tô em dúvida se ganho todos de uma só vez ou não. Porque comprei todos esses itens e joguei uma só partida. Nas minhas contas eu teria que ganhar 200 + 200 +200 1000 = 1600, mas na primeira só veio 200. Não sei se ele dará as moedas por ordem de aquisição. Enfim tudo isso descobri ao ler os tópicos desse site. Valeu ! !! !

      • Olá.
        Os bónus de moedas não são dados todos de uma vez. Você pode comprar todos os que conseguir, em função do seu nível XP, mas só estará ativo um bónus de cada vez. Quando um expirar, o seguinte fica automaticamente ativo. Ou seja, vai receber bónus nas próximas 35 partidas.
        Quanto ao nome da equipa, chamamos à atenção para quem estiver menos atento que essa opção surge automaticamente após a compra do item. Se por engano não escreverem o nome que realmente querem, não terão outra hipótese.
        Cumprimentos.

        • Perfeito. Observei isso mesmo depois das cinco primeiras partidas vieram 200 por cada uma e msg de que havia acabado. E na sexta começou o segundo bônus. Mas só descobri isso porque li aqui sobre mudar o nome do time (e deu certo também). Ai quando entrei no catálogo para comprar o item mudar nome do time, vi que tinham mais itens também para o ultimate. Valeu novamente ! ! ! ! !

    5. hoje segunda feira dia 25 fui comprar o neymar por 150 mile quando ele estava na preselecção deu completando ai como a preseleção estava cheia limpei ela toda ai o neymar sumiu ,quero saber se isso e normal ou se fui hackeado e se podem me ressarcirpois se quiserem meu time para analisar podem ver pois comprei ele por 150 e eu nao vendi ele portanto nao saiu do time e assim ele sumiu peço-lhe a compreenção adminitrador e peço-lhe que me entenda

    6. Uma única dúvida:
      Se alterar a tática durante o jogo também não altera a química do time nem individual?
      Parabéns pelo artigo!

    7. Como funciona o esquema de estrelas de um time? Meu time inteiro está gold reluzente, até os reservas, porém existem apenas dois jogadores de meu time que estão em gold normal, afeta alguma coisa?

      • O esquema de estrelas depende do rating. Ou seja, estar “reluzente” – as chamadas cartas raras – não interefere nada. Uma carta rara não significa que o jogador seja melhor. Apenas possui carater+isticas únicas. Mas pode perfeitamente ter um rating inferior a um não raro.

    8. Um elenco com jogadores da mesma nacionalidade a cor é laranja (ou abóbora), e da mesma liga é verde. Tem diferença, se a química individual permanece 9?

    9. Olá, parabéns pelo site e os artigos de ótima qualidade.
      Montei uma equipe Silver com jogadores de diversas ligas no esquema 4-3-3. O goleiro, zagueiros, laterais e o CM central estão com química individual 9, porém os outros dois CM’s e os homens de frente estão com química 7. Estes cinco jogadores com química 7 irão afetar em muito no desempenho da equipe? Tenho até como mudar a química dos dois CM’s de 7 para 9, porém com cartas de posicionamento, no entanto devido ao custo ser elevado, CAM > CM, gostaria de saber se valeria mesmo a pena investir nestas modificações? Desde já obrigado pela ajuda e pela atenção.

      • Jogar com química 9 e com química 7 são coisas diferentes. Só você poderá dizer se vale ou não a pena investir para que os seus jogadores dêm o seu máximo.
        Pessoalmente a nossa equipa também tem 2 ou 3 jogadores com química 7. Eles podem não jogar tanto quanto podiam, mas é o suficiente para as nossas expetativas. Se essa é a sua equipa definitiva, julgamos que vale o investimento. Se acha que poderá mudá-la, então bão vale a pena gastar mais coins.
        Cumprimentos e obrigado.

    10. Já li aqui que o que importa mesmo é a química individual, ou seja 9. Quando colocamos jogadores de mesma nacioanalidade a cor da linha é laranja (ou abóbora). Mesma liga a cor é verde. E quando temos nacionalidade e liga misturados as linhas ficam vermelhas. Essas lnhas interferem ou o que madna mesmo é o valor individual, ou seja, se tiver algumas linhas vermelhas, mas a química stiver em 9, tudo certo?

    11. Muito bom o texto, como todos aqui do site, parabens. Estou jogando a 1 mes e montei um bom time e, seguindo as dicas daqui com quase todos jogadores com quimica maxima. Mas fugindo do assunto, como faço para trocar meu uniforme reserva? Nao consigo vender, pois esta ativo, e quando tento trocar, acabo trocando o uniforme titular. Valeu!

      • Olá.

        Procedimento
        Clube – O Meu Clube – (Selecionar Clube com Equipamento) -Tornar este Item Ativo
        Observações
        Se não tiver nenhum equipamento além dos ativos siga: Trocar – Pesquisar Leilão – Procura de Equipamentos e Emblemas

        Provavelmente o seu problema é que apenas tem um equipamento de reserva. Ou seja, existem dois tipos de equipamento: casa e fora. Se você quer mudar o equipamento fora então tem de possuir outro no seu clube. Não dá para trocar o da casa pelo de fora.

    12. Se um jogador tiver legações vermelhas mas mesmo assim tiver 9 na Quimica Individual, os seus atributos são afetados?

    13. Isto é mais de curiosidade. Vocês disseram que fizeram vários testes então devem ter mais propriedade pra sanar esta dúvida. Reparei que com química nove alguns jogadores melhoram seus atributos, tipo cobrança de falta, curva etc, queria saber se com 7 ele mantém seus atributos estáticos, com 8 aumentam um pouco e com 9 atinge um índice maior.
      Obrigado.

      • Olá.
        Dos testes que realizamos percebemos que abaixo de 7 nota-se uma diferença considerável. Entre o 7, 8 e 9 é mais ou menos como você diz. Existe efetivamente uma bonificação para quem tem 9, o que até justifica o facto de Ultimate Team ser mais rápido que os outros modos de jogo. Com química 9 o jogador não está com os seus atributos normais e com menos de 9 é penalizado. O que acontece é, como você diz, com provavelmente 7 tem os seus atributos normais, com menos é penalizado e com mais leva um bónus. Foram pelo menos estas as conclusões que tiramos.
        Cumprimentos.

    14. Boa tarde, estou acabando de montar um híbrido, seguindo seus conselhos, que foram excelentes. E queria ajuda de vocês, estou em dúvida entre Tévez e Benzema pra CA. o Tévez ficaria com 9 de química, já o Benzema com 7. Meu time é o seguinte seguido de suas químicas individuais. formação 3-5-2
      GL: Diego Alves; 9
      ZG: David Luiz; 9
      ZG: Dedé; 9
      ZG: Pepe; 9
      VOL: Ramires; 9
      VOL: Xabi Alonso; 9
      MD: Dí Maria; 9
      ME: Robinho; 9
      MA: Nasri; 9
      CA: Balotelli; 9
      CA: Benzema; 7 (Tévez; 9)
      QE: 100
      Obrigado

      • Obrigado!
        Você construiu uma equipa híbrida extremamente interessante.
        A questão que coloca não é de resposta fácil. Nós díriamos que mais vale o Tévez com 7 do que o Benzema com 9 mas o melhor a fazer é experimentá-los e decidir qual o que joga melhor na sua equipa.
        Cumprimentos

    15. Olá pessoal,
      Brilhante! Sensacional! Este é “O” guia Definitivo de Entrosamento que já li!

      Este artigo me fez rever totalmente meu time. Eu tenho um time com jogadores ingleses da Barclays PL (então, faço parte do grupo de supervaloriza o entrosamento, como vocês disseram, hehe). Desde que li este artigo (três vezes, rs), revi meus conceitos quanto aos jogadores que devo usar e ampliei as opções de jogadores.

      Mas tive uma dúvida recentemente e gostaria de ler a opinião de vocês. Sempre jogo na formação 4-2-3-1 (tenho mais de 500 cartas e a grande maioria é desta formação. Então, já não compensa mais trocar as cartas por outra formação). Mas esta é uma formação ingrata para a posição de CAM, pois estes jogadores sempre jogam como LM/RM e quase nunca encontramos CAM’s com boas qualidades de LM/RM (para mim são: ritmo, cruzamento, drible e fôlego).
      Daí gostaria de saber de vocês: vale a pena colocar LM e RM nas posições de CAM numa formação 4-2-3-1? Na tabela 1 do artigo não encontrei o possível valor de entrosamento nos casos de 4 ligações fortes.

      Parabéns pelo primoroso trabalho deste artigo!

      • Muito obrigado. Adoramos receber o seu reconhecimento, ainda para mais num artigo que levamos algumas semanas a escrever devido à investigação e aos testes exaustivos e cuja adesão ficou muito longe da esperada.
        É bom saber que quem o lê tira partido dele. Como vê agora tem muito mais combinações possíveis de jogadores mantendo a química no máximo.
        Relativamente à sua questão, ela faz todo o sentido. Efetivamente não existe na tabela a opção de 4 ligações fortes para jogadores com 4 ligações. Não quisemos tornar a tabela demasiado extensa e consequentemente assustadora. Com efeito, para jogadores nessas condições, com uma posição quase incorreta (1) e na tática certa, a química individual é 7. O 4-2-3-1 é extremamente ingrato nisso mas não nos parece descabido utilizar jogadores com química individual 7 se eles forem realmente muito muito bons e melhores que os seus concorrentes ao posto.
        Cumprimentos

    16. Já participei aqui algumas vezes, tenho uma dúvida que talvez vocês saibam o que está havendo. Vi tudo pelas tabelas e tal e comprei Neymar com lf, coloquei como atacante, na webapp ele aparece com a chuteira laranja e química 7, porém quando vou jogar sua chuteira está vermelha e química 5. Por acaso já aconteceu algo disso com vocês ou sabem a resposta para isso?
      Desde já obrigado!

      • Sim.
        Uma das dificuldades que tivemos neste artigo foi exatamente os vários erros que o jogo tem. Um deles é esse mesmo: nem sempre a FUT Web App coincide com a consola. Quando muda um jogador de posição na consola, mude e volte a mudar o jogador para atualizar a sua química. Infelizmente ele não faz isso automaticamente. Se mesmo assim não coincidir, é porque encontrou um desses casos. Há também táticas em que, por erro da EA, o ST não conta para a química da equipa. É lamentável…

        • É eu reparei isto, tentei mudar o jogador de posição porque realmente eles não atualizam sozinhos, mas não ficava com a química 7 não. Acabou que eu escolhi mudar de tática mesmo, até porque não me adaptei muito bem ao 4-3-1-2, o jogo ficava muito afunilado (aliás o que vocês deram como análise num artigo sobre táticas), os laterais em geral eram os que criavam pelas alas e isso deixava a defesa exposta. Se eu tivesse gostado da tática iria usar aquele método de substituir o jogador no início, assim teria um Neymar pleno. Obrigado novamente pela atenção, estou sempre antenado nos novos artigos, infelizmente não fui rápido no facebook para jogar contra vocês. =/
          Um abraço.

          • Obrigado.
            Pode ser que jogue contra nós numa Season 2. Participe também nas nossas outras iniciativas que vão sendo divulgadas no Facebook, Fórum e Twitter: “Seja olheiro da TOTW por um dia”, Giveaways e muito em breve I Torneio FIFA U Team.

    17. Uma duvida, o numero de quimica individual do jogador influencia o desenvolvimento dele in game?

      Por exemplo, a quimica do meu time é 100, porem tenho um jogador que possui 7 de quimica e o restante dos jogadores possuem 9, esse que possui 7 de quimica “jogara” menos do que se tivesse 9?

      Imagino que esses numeros influenciem apenas na quimica total do time e nao no individual do jogador, certo?

      Obrigado amigos, o site é fantastico.

    18. E tem gente que ainda chama FIFA de um jogo de futebol… hahahah, muito obrigado, sempre agradecido.

      • Perfeito. É que o meu esquema é o 5 2 1 2. E não acho um ADE (LWB) com rat acima de 87. Ai penso em usar um adaptado que seria o PE (LW). Acredito que deve ficar com química 7, certo?

        • Anda aí alguma confusão com as siglas. As sequências são: RB-RWB; LB-LWB; CDM-CM-CAM-CF-ST; RM-RW-RF; LM-LW-LF.
          Ou seja, um LWB não se transforma num LW. Julgamos que se estava a referir a um LW-LF. Será isso? Não lhe podemos confirmar a química sem sabe a qualidade das ligações que esse jogador tem.
          Cumprimentos

    19. Sim. Como não acho um LWB (pr-Brasil = ADE) e nem um LB (pt-Brasil = LE) para transformar em LWB, pretendo usar um LW (Pt-Brasil = PE = Ala Esquerdo). Lembro que usei uma vez logo no início e ficou abóbora. Assim que conseguir comprar um LW de rat acima de 85 e testar coloco aqui. Valeu !

    20. Minha quimica total e 100 e individual dos jogadores 9. Nao consigo entender porque alguns jogos meu time parece que joga sozinho e derrepente, outros tenho a impressao do time estar amarrado, errando passes e chutes no gol. Acabo ficando muito nervoso e ja quebrei 3 controles. Por que isso acontece ? Obrigado

        • O Adm já falou tudo. Além da química, tem também a moral e o condicionamento físico. Também noto isso aqui. Tem jogo que os cara não correm. Não sei ao certo qual o valor mínimo para o condicionamento físico, mas a cada três quatro jogos eu dou uma olhada. Se estiverem abaixo de 75/80 eu troco o jogador para recuperar o condicionamento no banco, ou, se for um jogador que não quero que saia no momento aplico uma carta de condicionamento. Para a moral é a mesma coisa. Nâo deixo ficar laranja, sempre A ou MA. Não localizei aqui agora, mas já tinha feito um estudo de Moral e se não me engano MA (Moral Alta) = 90 a 99, A (ALta) = 80 a 89, N (Neutra) = 60 a 79 e B (Baixa) abaixo de 59. OU seja manter sempre pelo menos A (ALta).

          • Só para concluir, este foi o estudo que você fez: “Perfeito. Então a moral deve ser Baixa até 25 / Neutra até 50 / Alta até 75 e Muito Alta 76 em a 99. Como sempre aplico, quando necessário, um cartão “Grande Moral – Elenco”, vejo que não é mesmo necessário manter um treinador que tenha esse % de aumento de moral.
            Completando a msg acima. Verifiquei que meus jogadores que estão com a moral muito alta tem 81 pra cima. Até 79 tem a moral alta. Assim a Moral Alta é acima de 80. Como não tinha nenhum jogador na casa dos 60, não deu para terminar esse estudo. 71 a 79 vi que é Moral Alta. 59 Neutra. Assim deve ser: Baixa até 40 ? Neutra 41 a 59? Alta 60 a 79? Certeza mesmo é que a Muito Alta é acima de 80.
            Baseado no estudo acima conclui ainda que é mais vantajoso aplicar um cartão de “Moral Médio” do que um de “Grande Moral”. Porque o cartão “Moral Médio” aumenta a moral em 25, e custa em média 150. O cartão “Grande Moral” tem me custado, em média 300 e aumenta a moral em 40. Assim dois cartões de “Moral Médio” me daria um aumento de 50, a 150 = 300, ou seja, 1 cartão “MG” = 40 (custa 300). 2 cartões “MM” = 50 (custa 300). Considerando que não deixo os jogadores abaixo de 70 (Moral Alta), basta aplicar um cartão de 25 (Moral Média). Se tiver um jogador com 70 + 25 = 95. Se tiver com 75 + 25 = 100 >>>> 99 (porque o máximo é sempre 99). Bom, mas cada caso é um caso.”
            Já agora, recomendamos que não deixe os jogadores com fitness abaixo dos 85.
            Cumprimentos

    21. Ai galera do FifaUTeam…
      queria saber sobre os estadios, vcs nao falaram sobre isso
      até que ponto eles influenciam na moral do jogador como
      é essa influencia? Pra que servem os estadios? quero saber mais
      detalhadamente.

      • e outra coisa…
        vocês sabem como alterar a rede do estadio no FUT?
        porque eu joguei contra um cara que o estadio dele era o Anfield (liverpool) e a rede era triangular (a la brasileira)? como eu mudo a rede no FUT?

      • Olá.
        Estamos neste momento a preparar um artigo sobre os itens do clube (estádios, emblemas, equipamentos e bolas). Ainda levará várias semanas até publicarmos.
        De um modo geral, e estas informações carecem de ensaios, um estádio apenas serve para aumentar a moral da equipa que joga em casa. Ou seja, no final de cada jogo você pode ver a alteração positiva ou negativa de moral de cada um dos seus jogadores. Se jogar em casa, os pontos que o seu estádio ativo indicam como bónus de moral são distribuídos pelos seus jogadores. Ter um estádio com moral +8 é algo quase obrigatório.
        Cumprimentos

    22. Olá! É a primeira vez que eu entro no site e gostei muito do que vi. Gostaria de saber se após comprar o item para mudar o nome do clube e não mudar o nome, eu não consigo mais mudar de forma alguma?! Grato.

    23. Materia postada em Fevereiro e está cada dia mais atual. Perfeita, não se detendo apenas na quimica tradicional que os jogadores iniciantes precisam conhecer, mas indo a fundo nos detalhes.

      Fiquei em duvida apenas na nacionalidade do tecnico. Se tenho a Barcley, posso colocar treinador com qualquer nacionalidade desde que do Reino Unido para ter a melhor quimica de manager?
      Em um time da liga brasileira, posso colocar um tecnico estrangeiro que treine um time no Brasil?

      Abraços

      • Olá e obrigado.
        Este foi o artigo que nos deu mais trabalho até hoje. Foram semanas de investigação. Felizmente já temos uma nova versão do artigo pronta para lançar com FUT 14 e que trará, por exemplo, uma maneira mais fácil e exata de calcular a química individual.

        Quanto à sua dúvida, tem mesmo de ser nacionalidade. Ou seja, em um time de jogadores de nacionalidade Brasileira só um manager da mesma nacionalidade é que bonificará a química da equipa. Não interessa em que liga o manager está.
        Cumprimentos